Kurupí
Notícias recentes
Em 17 anos, mais de 400 pessoas morreram vítimas de hepatite em MT

Em 17 anos, mais de 400 pessoas morreram vítimas de hepatite em MT

access_time09/07/2018 19:42

Pelo menos 402 pessoas morreram em Mato Grosso vítimas de hepatites virais entre os anos 2000 e 2016

Brasil tem 2.192 casos de sarampo confirmados

Brasil tem 2.192 casos de sarampo confirmados

access_time17/10/2018 15:30

Até o dia 15 de outubro, 2.192 casos confirmados de sarampo foram registrados no Brasil, segundo dad

Nascidos em abril e maio podem sacar FGTS a partir de hoje

Nascidos em abril e maio podem sacar FGTS a partir de hoje

access_time08/11/2019 10:47

A Caixa Econômica Federal inicia hoje (8) mais uma etapa de liberação do saque imediato do Fundo de

Notícias com a tag: Barradogarças

Casal é suspeito de matar jovem e jogar corpo a 17 metros em trilha de cachoeira

access_time27/11/2019 13:34

Um casal foi preso nessa terça-feira (26) suspeito de matar e jogar o corpo de um jovem na região de cachoeiras no Parque Serra Azul em Barra do Garças. João Paulo Souza Rosa, de 23 anos, foi encontrado morto no dia 11 deste mês. O corpo dele foi jogado em uma altura de 17 metros na região de trilhas das cachoeiras. Segundo as investigações da Polícia Civil, o crime teve motivação passional. João teria trocado mensagens pelo celular com uma mulher, de 29 anos, e o marido dela, de 43, encontrou as mensagens. Os nomes deles não foram divulgados. A mulher teria alegado que o rapaz estava dando em cima dela. Por vingança, o marido e a mulher mataram a vítima. De acordo com a polícia, João Paulo foi até as cachoeiras no dia 9 de novembro onde desapareceu. O corpo dele foi encontrado pelos bombeiros com a ajuda de cães farejadores. O casal planejou uma emboscada: a mulher marcou um encontro com o rapaz, que acabou morto com um golpe de mata-leão. Para simular um acidente ou suicídio, o casal ainda jogou o corpo em uma altura de 17 metros. O casal teve a prisão decretada pela Justiça de Mato Grosso. Tanto a mulher quanto o homem confessaram o crime. João Paulo Souza Rosa, de 23 anos, foi encontrado morto em Barra do Garças — Foto: Facebook/Reprodução

Ibama e PF fazem operação contra desmatamento e queimadas em terras indígenas

access_time28/08/2019 08:59

Agentes do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Renováveis (Ibama) e Polícia Federal fazem uma operação nesta quarta-feira (28) contra desmatamento, exploração do cerrado e queimadas em terras indígenas em Mato Grosso. Nenhuma pessoa foi presa até o momento. De acordo com o Ibama, a primeira área alvo da operação 'Siriema' é a Terra Indígena (TI) Areões, no município de Nova Nazaré, a 800 km de Cuiabá. A reserva tem 219 mil hectares e é habitava pelo povo xavante. São cerca de 1,5 mil índios. A TI Areões, segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), é a área com mais focos de calor em Mato Grosso e a segunda no ranking a nível do Brasil. Os agentes flagraram movimentação de caminhões e tratores dentro da terra indígena e procuram pelos infratores. Árvores como ipê, roxinho e jatobá foram encontradas cortadas na terra indígena. Madeira extraída da Terra Indígena (TI) Areões, no município de Nova Nazaré, foi apreendida no local — Foto: Ibama/Divulgação O Ibama reúne brigadistas que devem ser enviados ao local para combater o fogo. Conforme constatação dos agentes, quase toda TI já foi atingida pela queimada. Os desmatadores usam o fogo para poderem explorar ilegalmente a terra. A investigação para identificar os suspeitos é feita pela Polícia Federal de Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá. Um helicóptero sobrevoa as terras indígenas e um balanço ainda deve ser divulgado no final da operação.