Spigreen
Notícias recentes
Paciente com HIV pode ter se curado da Aids após transplante de medula

Paciente com HIV pode ter se curado da Aids após transplante de medula

access_time06/03/2019 08:27

Um homem soropositivo se tornou, no Reino Unido, o segundo adulto conhecido em todo o mundo a ficar

Peixoto de Azevedo participará dos Jogos Vale do Teles Pires com total apoio da administração municipal

Peixoto de Azevedo participará dos Jogos Vale do Teles Pires com total apoio da administração municipal

access_time19/07/2018 08:10

O município de Peixoto de Azevedo estará participando a partir desta quinta-feira (19), do XXXII Jog

Enem é um dos principais intrumentos de acesso ao ensino superior

Enem é um dos principais intrumentos de acesso ao ensino superior

access_time31/10/2019 10:13

Os mais de 5 milhões de estudantes que farão o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) domingo (3) e d

Notícias com a tag: Bovespa

Bolsa bate novo recorde, e dólar volta a fechar abaixo de R$ 4

access_time28/10/2019 22:17

O principal índice da bolsa de valores brasileira, a B3, renovou seu recorde de fechamento nesta segunda-feira (28), puxado principalmente pelas ações dos bancos. Durante o pregão, investidores repercutiram o resultado das eleições na Argentina, questões comerciais entre China e Estados Unidos e decisões de política monetária nos EUA e Brasil. O Ibovespa encerrou o dia em alta de 0,77%, a 108.187 pontos. O dólar caiu 0,39%, a R$ 3,9924. Veja mais cotações. As ações preferenciais do Bradesco subiam 3,6%, enquanto as do Itaú se valorizaram 1,3%. Já os papéis do Banco do Brasil avançaram 2,2%, em semana de divulgação de resultados do setor. As ações dos bancos têm peso importante na composição do índice. Na sexta-feira, o Ibovespa fechou em alta de 0,35%, a 107.363 pontos.   Cenário externo e local Da pauta do dia, investidores acompanhavam os desdobramentos dos resultados da eleição argentina, enquanto analisavam nova rodada de corte nas previsões para a taxa básica de juros no Brasil a dois dias das decisões de política monetária no Brasil e nos Estados Unidos, destaca a Reuters. Os peronistas voltaram ao poder na Argentina, no domingo, com o candidato Alberto Fernández derrotando o presidente neoliberal Mauricio Macri com uma vantagem confortável, em uma eleição que desloca a terceira maior economia da América Latina para a esquerda depois de sofrer uma profunda crise econômica. "A vitória da chapa que une kirchnerismo e peronismo causa certa apreensão pela perspectiva de algumas reformas da Argentina não irem para a frente ou diminuírem de intensidade", afirmou André Alírio, economista da Nova Futura Investimentos. Para a equipe da Levante Investimentos, a notícia deve ter impacto negativo para os mercados emergentes, especialmente o Brasil. Além de poder afetar as empresas brasileiras que investem ou possuem operações no Argentina. O noticiário sobre a guerra comercial entre Estados Unidos e China seguia no radar. O presidente, Donald Trump, disse nesta segunda-feira que espera assinar uma parte significativa do acordo comercial com a China antes do previsto, mas não deu detalhes sobre o cronograma. A sessão também foi marcada pela aprovação pela União Europeia do adiamento do Brexit, para 31 de janeiro de 2020. O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, confirmou o adiamento e fez um apelo ao bloco para que deixe claro que não poderá haver outra extensão do prazo. Do lado doméstico, o mercado reduziu ainda mais suas expectativas para a taxa básica de juros em 2020, com o grupo dos que mais acertam as previsões na pesquisa Focus vendo a Selic a 4%, em meio ao ciclo de afrouxamento do Banco Central. O BC reúne-se na quarta-feira para definir os próximos passos da política monetária, com uma expectativa unânime em pesquisa da Reuters de corte de 0,5 ponto percentual, para nova mínima recorde de 5%. A queda dos juros aumenta a atratividade da renda variável, o que, segundo analistas, explica parte do rali da bolsa paulista neste ano.