Spigreen
Notícias recentes
Congresso derruba veto e dispensa de licitação para contratar advogados será promulgada

Congresso derruba veto e dispensa de licitação para contratar advogados será promulgada

access_time13/08/2020 08:45

O Congresso derrubou nesta quarta-feira, 12, o veto integral (vet 1/2020) ao projeto que permite a d

Confirmado primeiro teste positivo de Coronavírus em Peixoto de Azevedo

Confirmado primeiro teste positivo de Coronavírus em Peixoto de Azevedo

access_time29/04/2020 21:16

Em vídeo exibido na rede social o prefeito Mauricio Ferreira de Souza relata o primeiro caso positiv

Governo vai priorizar contratação de funcionários da Santa Casa

Governo vai priorizar contratação de funcionários da Santa Casa

access_time06/05/2019 08:34

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), fará a contratação, em

Notícias com a tag: Cuiaba

Operação da PF prende dois em Cuiabá por tráfico de drogas

access_time06/10/2020 08:32

A Polícia Federal prendeu duas pessoas, na manhã desta terça-feira (6), nos bairros Dom Aquino e Quilombo, em Cuiabá. Segundo informações, os mandados de prisões preventiva e busca e apreensão são em decorrência da deflagração da Operação Conexão Pantaneira. As investigações começaram com a Polícia Federal de Campinas (SP) para desarticular o tráfico de drogas. Por aqui, um dos mandados foi cumprido no condomínio Chapada Diamantina, no Bairro Dom Aquino, por volta das 5h. Os agentes federais também estiveram em um prédio próximo ao Parque Mãe Bonifácia, no Quilombo. As identidades dos presos não foram informadas.

Cuiabá e Figueirense empatam em jogo com gol anulado no fim

access_time09/09/2020 09:32

Cuiabá e Figueirense empataram, há pouco, em jogo disputado na Arena Pantanal. As equipes não conseguiram tirar o zero do placar, em partida válida pela nona rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Os catarinense ainda tiveram um gol anulado no final do jogo, por impedimento. Com o resultado, a equipe da capital mato-grossense segue no G4. O clube está em 4º lugar, com 15 pontos. Já o Figueirense segue ameaçado pela zona de rebaixamento, em 16º lugar, com 6 pontos. O Cuiabá volta a campo no próximo dia 16, em partida adiada da terceira rodada. O adversário será o CSA e a partida será disputada no estádio Rei Pelé, em Maceió (AL). Já o Figueirense vai ao Independência, em Belo Horizonte (MG), enfrentar o América, no dia 19. O jogo – O Cuiabá levou perigo ao Figueirense, logo aos 5 minutos. Após cruzamento de Romário, a bola sobrou para Felipe Ferreira, que chutou. A bola explodiu na defesa. Aos 15, os catarinenses responderam com Gabriel Barbosa. Ele recebeu passe de Diego e arriscou chute. A bola saiu pela linha de fundo. Aos 27, a equipe auriverde voltou a ameaçar os visitantes. Maxwell fez jogada individual, passou por Lucas Carvalho e encontrou Jenison, que chutou longe do gol. Aos 40, Sanchez cobrou falta para o Figueira. Da intermediária, o lateral tentou o chute direto, mas mandou por cima da meta de Matheus Nogueira. Na volta do intervalo, o Figueirense teve três oportunidades de gol. Na primeira, aos 2 minutos, Sanchez cruzou e Gabriel finalizou para fora. Em seguida, aos 4, Diego Gonçalves arriscou chute, tentando encobrir o goleiro do Cuiabá. A bola passou muito perto da meta do arqueiro auriverde. Aos 5, Everton invadiu a área e cruzou para Marquinho, que, livre, cabeceou por cima do gol. O Cuiabá tentou responder com Hayner, aos 7. O lateral driblou Sanchez e bateu cruzado. A bola acabou desviando no zagueiro catarinense e saiu pela lateral. O Figueirense, então, passou a pressionar mais a equipe mato-grossense. Aos 25, Feijão ganhou na corrida e invadiu a área. O atacante bateu firme e obrigou Matheus Nogueira a defender em dois tempos. Aos 29, o lateral Cordoba recebeu dentro da área e bateu de primeira, por cima do gol. O Dourado voltou a ameaçar, aos 32, com Ferrugem, que cobrou falta direta, da intermediária, e mandou à direita da trave adversária. O Figueirense fez bom contra-ataque aos 34, mas Gabriel tentou jogada individual e desperdiçou a chance. Aos 37, foi a vez de Jean Patrick levar perigo ao Figueirense. O volante arriscou chute com efeito e a bola passou muito perto. No final da partida, o Figueirense chegou a marcar um gol. Gabriel Lima bateu de longe e a bola sobrou para Marquinho anotar o tento. O assistente, no entanto, assinalou impedimento. Elyeser, irritado, reclamou após a anulação e acabou expulso.

Drogas entraram na maior penitenciária de MT dentro de embalagens de remédio contra Covid-19, diz polícia

access_time05/09/2020 06:30

A Polícia Civil investiga a entrada de drogas na Penitenciária Central do Estado (PCE), em Cuiabá, dentro de embalagens de remédios para Covid-19. Quatro mandados de busca e apreensão foram cumpridos pela Polícia Civil, na tarde de quinta-feira (4), em continuidade às investigações da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE) para apurar a entrada de entorpecentes em frascos de medicamentos na PCE. No mês de julho, uma grande quantidade de drogas que entraria na PCE, disfarçada como medicamento para tratamento e prevenção à Covid-19 foi apreendida, em uma ação integrada da DRE e Polícia Penal. O alvo principal das buscas realizadas na tarde de quinta-feira (03) era o local conhecido como “Barraca Guerreiras da Fé”, localizado próximo à PCE e que serve de suporte para familiares dos presos, além de outras três residências nos bairros Distrito Industrial I, Jardim Imperial e Jardim Industriário. A ação resultou na apreensão de aparelhos celulares, notebooks e anotações que poderão auxiliar nas investigações sobre a entrada dos produtos ilícitos na unidade prisional. Segundo o delegado titular da DRE, o objetivo da operação era esclarecer alguns pontos das investigações sobre a entrada de drogas na penitenciária e identificar uma associação voltada para o tráfico de entorpecentes.

Família contrata agência para filmar sua versão da reconstituição

access_time26/08/2020 09:21

O empresário Marcelo Cestari, pai da adolescente que segurava uma arma que disparou e matou Isabele Guimarães, contratou a agência de publicidade Gênius para produzir uma reconstituição paralela da noite da tragédia. A reportagem apurou que, na manhã desta quarta-feira (26), a equipe da agência irá até a casa no condomínio Alphaville, onde Isabele morreu, para estudar a locação. No período da tarde deve ocorrer a gravação da versão da família Cestari sobre o caso. Procurado, o proprietário da agência Gênius, Júnior Brasa, confirmou que uma equipe de cinegrafistas seria enviada para a casa de Cestari, porém não soube dizer para qual finalidade. A reportagem também entrou em contato com um representante da família Cestari, que negou que seria feita a reconstituição do episódio contando a versão da família. Reconstituição oficial No dia 19 deste mês, policiais e peritos realizaram a reconstituição da cena que resultou na morte de Isabele. Em mais de seis horas de trabalhos, os policiais civis e peritos reproduziram passo a passo tudo o que houve na noite de 12 de julho. Conforme apurou a reportagem, a reconstituição do crime reproduziu tanto o que foi falado nos depoimentos quanto o que consta na perícia. A cena do tiro foi repetida pela perícia nos mínimos detalhes, inclusive com três disparos, tanto para verificar a altura da arma no momento em que o gatilho foi apertado, quanto para reproduzir o barulho. Os tiros foram realizados com projéteis de verdade disparados contra um anteparo colocado pelos peritos dentro do banheiro. Isabele morreu no dia 12 de julho com um tiro no rosto disparado por uma arma que era segurada pela melhor amiga. O caso aconteceu na residência do empresário. O disparo A perícia de necropsia, produzida pelo Instituto de Medicina Legal (IML), apontou que o disparo foi realizado no rosto da adolescente, a curta distância, e causou traumatismo crânio-encefálico.    À Polícia, a adolescente que atirou disse que foi em busca da amiga no banheiro do seu quarto levando em mãos duas armas. Em determinado momento, as armas, que estavam em um case, caíram no chão. “A declarante abaixou para pegar os objetos, tendo empunhado uma das armas com a mão direita e equilibrado a outra com a mão esquerda em cima do case que estava aberto", revelou a menor em depoimento. "Que em decorrência disso, sentiu um certo desequilíbrio ao segurar o case com uma mão, ainda contendo uma arma, e a outra arma na mão direita, gerando o reflexo de colocar uma arma sobre a outra, buscando estabilidade, já em pé. Neste momento houve o disparo", acrescentou.

Médico que estava desaparecido em MT é encontrado desorientado na BR-364

access_time26/08/2020 08:25

O médico Luan Praxedes de Oliveira, de 32 anos, que desapareceu após sair de casa para fazer caminhada no Bairro Santa Cruz, em Cuiabá, na segunda-feira (24), foi localizado nessa terça-feira (25) andando desorientado na BR-364, em Cuiabá. A família dele chegou a oferecer R$ 1 mil para quem tivesse localizado a vítima. Desorientado e confuso, ele já recebeu atendimento médico e está com a família. A noiva de Luan, Natácia Brasil, contou que os dois tiveram uma discussão e que o noivo saiu para ‘esfriar a cabeça’, mas não retornou para casa. Luan e Natácia são de Curitiba (PR) e estão de passagem em Cuiabá há duas semana. O jovem está aguardando a prova do revalida na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). A precisão é que voltassem para Curitiba no dia 17 de setembro. Segundo Natácia, apesar de o noivo ter alguns problemas familiares, isso nunca aconteceu. Um boletim de ocorrência foi registrado pela família. Cartazes com foto e informações sobre Luan também estavam sendo espalhados pela cidade.

Filha de promotor de Justiça e o namorado são sequestrados após abordagem de criminosos que fingiam ser da PF

access_time24/08/2020 11:07

A filha do promotor de Justiça Marcelo Malvezzi e o namorado dela foram vítimas de um sequestro-relâmpago na madrugada desta segunda-feira (24), no Bairro Ribeirão do Lipa, em Cuiabá. A vítima de 20 anos registrou um boletim de ocorrência depois que ela e o namorado foram deixados em uma estrada de terra pelos criminosos. Ela disse a polícia que estava com o namorado no carro dela em uma região conhecida como Mirantinho, no Centro de Eventos do Pantanal, na capital, quando um carro com três homens se aproximou. Dois deles desceram do veículo e os abordaram. Um dos criminosos estava armado e se dizia policial federal. O motorista do carro em que eles estavam deixou o local e os dois permaneceram. Segundo ela, o homem falou que iria fazer uma revista no carro em busca de entorpecente. Depois da simulação de revista e nada ter sido encontrado ele disse ao outro homem que estava com ele que eles levariam as vítimas para delegacia devido uma irregularidade na placa do carro da vítima. O namorado foi colocado no banco de trás e assim que o criminoso, que assumiu a direção do carro dela, arrancou com o veículo o outro criminoso deu uma coronhada no namorado dela e anunciou o roubo. Eles pediram que a jovem fornecesse a senha do cartão de banco. Ela então Informou os dados e entregou o cartão ao criminoso. Em seguida ele ligou para outra pessoa e informou a senha para que pudesse testá-la. O casal foi levado para Estrada da Guia, em Cuiabá, e depois entrou numa estrada de terra onde foram deixados. Eles percorreram a pé até a rodovia, pediram carona até um bairro. Lá chamaram um carro de transporte por aplicativo e foram para casa. O carro foi levado pelos criminosos, assim como os celulares e documentos das vítimas. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Em 3 dias, Cuiabá vai de recorde de calor a recorde de frio e registra 11º na madrugada, diz Inmet

access_time21/08/2020 09:07

Os termômetros de Cuiabá registraram o frio mais intenso do ano durante a madrugada desta sexta-feira (21) marcando 11°C, conforme dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Há três dias, a capital bateu recorde de calor. A medição do Inmet apontou que, por volta de 14h, a temperatura alcançou 41,2ºC. O frio para os cuiabanos deve seguir por todo o fim de semana. A mínima prevista para esta sexta-feira é de 12°C e a máxima de 21°C. Conforme dados do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (CPTEC/Inpe), nesse sábado (22), a mínima para Cuiabá é de 10°C e a máxima de 27°C. De acordo com o CPTEC/Inpe, não há previsão de chuva. A capital já está há mais de três meses sem registro de chuva. Neste mês, a Defesa Civil emitiu alertas sobre a umidade relativa do ar, que chegou a ficar abaixo de 20%. A pneumologista Keyla Maia reforçou que, com essa mudança rápida nas temperaturas, as crianças e os idosos são os mais vulneráveis e podem sofrer com as doenças respiratórias. Segundo ela, além dos agasalhos, é preciso que a população consuma alimentos que aumente a imunidade.

Sem chuva há quase 90 dias, Cuiabá está encoberta de fumaça e em estado de alerta

access_time17/08/2020 10:23

A segunda-feira (17) amanheceu com muita fumaça em Cuiabá. Desde a semana passada, a capital está encoberta por uma densa fumaça decorrente das queimada intensas nesse período. A umidade relativa do ar está em 16%, enquanto o ideal é de 60%. A última chuva registrada na região foi no dia 22 de maio. A temperatura na capital pode chegar a 39ºC nesta segunda-feira. Mato Grosso está enfrentando um dos maiores períodos de estiagem. Os focos de calor no estado aumentaram 9% em relação ao ano passado. É o primeiro lugar entre os estados do Brasil no ranking de focos de calor. O aumento das queimadas ocasiona a diminuição da qualidade do ar. Além da fumaça, o tempo quente característico dos meses de julho, agosto e setembro, e a baixa umidade do ar aumentam os riscos de doenças respiratórias. Parte dessa fumaça que cobre a capital vem do Pantanal, que já registrou mais de 548 focos de calor. Além das queimadas urbanas que vem acontecendo nos últimos dias como o incêndio no Morro da Luz, que ocorreu na última quarta-feira (12) e queimadas perto do Aeroporto Internacional Marechal Rondon em Várzea Grande, que ocorreu na última sexta-feira (14). Fumaça densa cobre o céu de Cuiabá — Foto: Luciana Giradelo/Centro América FM

Avó joga bebê de 3 meses da sacada de casa para salvá-la de incêndio em Cuiabá

access_time13/08/2020 08:39

Uma avó precisou jogar a neta,de 3 meses, da sacada do segundo andar em uma residência para salvá-la de um incêndio. O fogo destruiu a casa, que fica no Bairro Novo Mato Grosso, em Cuiabá, na última segunda-feira (10). De acordo com Jéssica Louhanny, de 22 anos, mãe da bebê que foi jogada, o incêndio começou dentro de um quarto, onde o outro filho dela estava dormindo. Quando a família percebeu, as chamas estavam no colchão e na cortina do cômodo. Todos correram, em desespero, para sair da residência. Sete pessoas moram na casa e todas estavam presentes durante o incidente. "Foi tudo muito rápido. Quando vimos, o fogo já estava na porta e o único jeito de sair de lá era pela sacada", conta Jéssica. Segundo a moradora, o Corpo de Bombeiros foi acionado, mas demorou quase uma hora para chegar. Enquanto esperavam, os vizinhos começaram a ajudar a família a fugir do incêndio. Jéssica conta que não teve coragem de jogar a filha, porque o medo de ela se machucar era maior. O padrasto dela, que já tinha conseguido descer, ficou aguardando esperando. Vanessa Torres Nunes, mãe de Jéssica, foi quem conseguiu jogar a neta de três meses. "Eu não consegui, tive medo, mas foi o jeito que minha mãe viu de salvar a minha filha. Mas fiquei com medo, porque ela é muito pequena e o local era alto", relata. Somente o padrasto de Jéssica se feriu. Ele teve queimaduras de primeiro e segundo grau e foi levado para a Unidade de Pronto Atendimento, mas conseguiu já saiu e passa bem. Os moradores acreditam que o fogo tenha começado por algum curto-circuito, devido a fiação antiga. Eles haviam se mudado para o local há apenas uma semana. A família conta que quando os bombeiros chegaram, já estava tudo destruído. Eles perderam móveis, roupas e até os documentos. Agora, precisam de doações.

Polícia apreende R$ 500 mil em casa de empresário em Cuiabá

access_time16/07/2020 08:43

As diligências da Polícia Civil na casa do empresário Antônio Fernando Pereira Ribeiro, em Cuiabá, resultaram na apreensão de R$ 500 mil em dinheiro na manhã desta quarta-feira (15), como parte de uma investigação conduzida pela Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco) do estado de Goiás.  Os atos de corrupção investigados no estado vizinho também respingaram em Mato Grosso, tanto que Antônio foi preso na Capital mato-grossense em cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido pela Justiça de Goiás.  Um vídeo gravado por policiais civis que participaram da ação, mostra o dinheiro encontrado na casa do empresário que é dono da empresa Log Lab. As notas notas, a maioria no valor de R$ 50 estão agrupadas em maços separados por borrachas e dentro de uma bolsa preta. Uma quantia em dólares também foi aprendida.  Na gravação um dos policiais descreve a origem do dinheiro:  "Trabalho da Draco junto com a Deccor aqui de Cuiabá, em uma apreensão de R$ 500 mil", diz ele no vídeo de 14 segundos. Aparentemente, as imagens foram feitas quando o dinheiro já estava em uma delegacia, ao lado de uma contadora de cédulas sobre uma mesa.  Inicialmente, as informações apontam que a operação investiga um esquema de fraudes em contratos de sistemas de informática em Goiás, em 2017, durante a gestão do ex-governador Marconi Perillo (PSDB).  Ribeiro foi preso em seu apartamento no bairro Goiabeiras, região nobre de Cuiabá e levado para  prestar prestar esclarecimentos na sede da Delegacia Especializada em Crimes Fazendários e Contra Administração Pública (Defaz), sede provisória da Delegacia Especializada de Combate à Corrupção em Mato Grosso (Deccor). O empresário Antônio Fernando  detém vários contratos com órgãos públicos de Mato Grosso.

Justiça manda Campo Grande receber pacientes de Cuiabá

access_time16/07/2020 08:35

Decisão judicial em caráter liminar, do TJMT (Tribunal de Justiça do Mato Grosso), determina que Campo Grande interne em leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) pacientes da covid-19 de Cuiabá, que não encontrarem vagas na cidade de origem. Em coletiva na manhã desta quarta-feira (15), o prefeito Marquinhos Trad (PSD) comentou o assunto ao falar sobre a situação dos leitos na cidade. O prefeito citou a liminar ao elogiar os índices da covid-19 em Campo Grande em comparação a outras capitais brasileiras. Hoje, segundo Marquinhos, há 25% de leitos de UTI disponíveis na cidade. Ao falar que a taxa é resultados das decisões escolhidas por equipe técnica da prefeitura, disse que é esse grupo técnico “que faz inclusive que Campo Grande esteja recebendo pacientes de outros Estados”. “Campo Grande recebeu liminar e vai ter que receber pacientes de Cuiabá”, disse o prefeito. Conforme apurou o Campo Grande News a cidade foi citada na liminar da Justiça do Mato Grosso por ser a cidade mais próxima e equipada para receber esses pacientes.  Procurador-Geral na PGM (Procuradoria Geral do Município) de Campo Grande, Alexandre Ávalo afirma que imposição de decisões da Justiça estadual de Estados vizinhos sobre situação que ocorre fora da jurisdição desses Estados ocorre pela exceção do período de pandemia. O que Ávalo explica é que as fronteiras da competência jurídica não são consideradas agora, já que o momento "de exceção" envolve emergência de vida ou morte. "Questões de competência são até irrelevantes nesse caso", disse. O caráter liminar ocorre pela urgência de transferir pessoa que dependa de uma vaga de internação para sobreviver à covid-19. “A Defensoria Pública ingressou no MT e determinou acolhimento no local mais próximo”, explicou ele. O procurador citou que, neste caso, há levantamento sobre a disponibilidade de leitos para determinar que um local tenha capacidade de absorção. A prefeitura não irá recorrer, comentou ele, pela condição essencial de “salvar uma vida”. “A pandemia é uma situação que não tem um modelo anterior e acaba excetuando em várias situações”, disse. Em Campo Grande, conforme mostrou o Campo Grande News, pacientes do Mato Grosso têm buscado tratamento em leitos privados. Isso ocorre também em Dourados. Na última semana paciente de 53 anos que veio do Estado vizinho para ser internado em Campo Grande faleceu no hospital do Proncor. A Prefeitura tem ampliado a distribuição de leitos de UTI com o governo do Estado e já anunciou 37 vagas no Proncor, Clínica Campo Grande e El Kadri. O objetivo é desafogar o Hospital Regional Rosa Pedrossian, a referência pública para tratamento da covid-19 na Capital. Estima-se que a região de saúde de Campo Grande absorva mais de um milhão de pacientes de mais de trinta municípios que procuram hospitais da cidade. Além do HR, onde há 83 leitos críticos (equipados com respirador e voltados aos casos extremos), a Santa Casa também é acionada por pacientes de todo o Estado de Mato Grosso Sul. A ampliação de leitos clínicos e de UTI tem sido a estratégia adotada não só para a covid-19, mas também para internação de pacientes de outras comorbidades. Na Santa Casa a nova unidade do trauma tem funcionado como retaguarda à covid, livrando o Regional e recebendo pacientes que antes eram regulados para internação no HR. Além disso, mais 18 leitos de UTI foram inaugurados no Hospital do Câncer Alfredo Abrão, também voltados aos pacientes que não sejam da covid. Até terça-feira (14) 11 leitos já estavam ocupados com pessoas que estavam internadas no HR. Marquinhos Trad disse que a intenção, com a ampliação de leitos, é ter 50% de vagas livres para internação na Capital até o dia 31 de julho.

Homem é preso por consultar idosos e se identificar como ‘médico enviado por Deus’

access_time25/06/2020 07:48

Um homem de 31 anos foi preso no Bairro Três Barras, em Cuiabá, nessa terça-feira (23), por após de identificar para diversas pessoas como “médico enviado por Deus”. Ele foi flagrado consultando um idoso que recentemente havia sofrido um acidente vascular cerebral (AVC). O suspeito possuía informações pessoais de pacientes atendidos por ele e venderia uma cinta com fios sem que as vítimas soubessem. Uma equipe da Polícia Militar foi acionada via 190 para verificar uma vítima de estelionato, a testemunha se identificou como filha de um casal de idosos (61 e 65 anos) que havia recebido o suposto médico na casa da família. As vítimas relataram que o homem entrou na casa sem permissão e se identificou como médico enviado por Deus para atender o idoso que havia recentemente sofrido uma AVC. O suspeito consultou a vítima, colocando uma cinta com fios afirmando que iria resolver todos os problemas de saúde do idoso. O homem ainda pediu o aparelho celular do casal para conectar à internet, se comprometendo a acompanhar a família até o término do tratamento de saúde. Ele pediu ainda que o casal teria que fornecer a ele e a sua esposa, apresentada como enfermeira, toda a documentação pessoal. Ao chegar na casa dos pais, a filha soube do médico e decidiu procurá-lo na casa da mãe do suspeito. Ao se deparar com a filha do casal de idosos, o homem fugiu do local e a testemunha acionou a Polícia Militar. Diante das informações e características repassadas, a PM realizou diligências pela região e flagrou o falso médico em outra residência. Os policiais constataram que o suspeito é da cidade de Belo Horizonte, no estado de Minas Gerais. O homem foi detido em flagrante por estelionato. Ele contou aos policiais que o aparelho (cinta com fios) custaria 12 parcelas de R$ 289,00 e que estaria vendendo via boleto para as vítimas sem que elas soubessem. O suspeito foi conduzido à delegacia.

Conselheiros afastados do TCE-MT são alvos de operação que apura crimes de corrupção

access_time17/06/2020 09:09

Dois conselheiros que estão afastados do Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE) são alvos da 16ª fase da operação Ararath, realizada nesta quarta-feira (17), em Cuiabá. José Carlos Novelli, de 66 anos, e Waldir Júlio Teis, de 66 anos, são dois dos alvos. A PF cumpriu mandados de busca e apreensão contra eles. A reportagem tenta localizar os advogados deles. A Polícia Federal de Mato Grosso não deu detalhes da operação por estar em segredo de Justiça. Novelli foi afastado do TCE, assim como Waldir Júlio Teis, Antônio Joaquim, Walter Albano e Sérgio Ricardo, após medida cautelar do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, no âmbito da Operação Malebolge, sequência da operação Ararath, em setembro de 2017. A 16ª fase da operação investiga crimes de corrupção. As diversas fases da Ararath ocorrem desde 2014 e investigam um esquema ilegal de fraudes e transações financeiras, inclusive dinheiro para aplicar em campanha eleitoral.

Carreata pede volta do funcionamento do comércio em Cuiabá

access_time28/03/2020 08:24

Cerca de 200 veículos, segundo a organização do evento, fizeram uma manifestação na noite dessa sexta-feira (27) pedindo a reabertura do comércio em Cuiabá, fechado por determinação do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) como forma de conter a pandemia de coronavírus. A Avenida Fernando Correa, uma das mais movimentadas de Cuiabá, ficou parada por alguns minutos. No grupo estavam empresários, comerciantes, motoristas de aplicativos e profissionais liberais. Alguns veículos que não participavam do ato ficaram presos em meio a manifestação porque passavam no local naquele momento. O ato pede a suspensão de medidas de quarentena, contrariando recomendações das autoridades da área de saúde no Brasil e no mundo. O grupo partiu do Jardim das Américas e encerrou o ato na Praça 8 de Abril. Um pouco antes da manifestação começar, Rafael Yonecubo, presidente da Direita-MT, afirmou que havia sido notificado pelo Ministério Público para suspender o ato. Porém, como já haviam muitas pessoas no local, não foi possível. A Polícia Militar atuou para garantir a ordem.

"Situação é grave, mas medo é um pouco exagerado", diz médica

access_time19/03/2020 10:23

A médica infectologista Zamara Brandão, que atua na rede pública em Cuiabá e no Hospital Santa Rosa, afirmou ver certo “exagero” no medo criado pelas pessoas em relação a pandemia do Covid-19 (novo coronavírus). Segundo ela, se todos adotarem as medidas de prevenção, como a lavagem das mãos com água e sabão, constantemente, a doença pode ser controlada rapidamente. “Apesar de ser uma doença grave, contagiosa, o medo que as pessoas criaram é um pouco exagerado. O coronavírus morre fácil se a gente fizer a higienização das mãos com água e sabão, álcool em gel. A limpeza de casa com água sanitária. Enfim, se a gente tomar os cuidados, a gente controla essa crise”, afirmou na reportagem. Mato Grosso já possui dois casos confirmados do novo coronavírus, um em Cuiabá e outro em Rondonópolis. A Secretaria de Estado e Saúde ainda monitora outros 25 casos suspeitos. A infectologista disse que não será possível quantificar os casos em Mato Grosso, uma vez que os exames só são realizados em pacientes hospitalizados em estado grave. Ela disse acreditar, porém, que os casos no Estado não devem chegar ao "extremo" como ocorreu em outros países. “Quando o vírus chegou aqui, nós já tínhamos um conhecimento prévio do que é necessário fazer para se prevenir. Eu tenho a impressão que aqui em Mato Grosso não vai chegar ao extremo como foi na China e na Itália”, afirmou. “A gente tem que acreditar que as pessoas vão aderir às medidas de prevenção. Se eu faço as medidas de prevenção certinha, isso quer dizer que eu não vou ser infectado e, consequentemente, não serei transmissor do vírus. Se eu não transmito vírus, outras pessoas não vão entrar em contato com o vírus também”, acrescentou. Estrutura na rede pública Zamara Brandão disse ver como acertada as medidas adotadas pelas autoridades em prevenção ao vírus, principalmente na recomendação de isolamento de idosos, porque as unidades de Saúde não estão preparadas para receber um alto fluxo de pacientes. “As autoridades estão muito incisivas em tentar barrar o crescimento, porque a gente não sabe se vai ter leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e respiradores suficientes para todo mundo que ficar doente”, afirmou. Conforme ela, as pessoas que não tenham sintomas graves como febre alta e falta de ar, devem permanecer em casa para não transmitir o vírus. Já as pessoas que sentirem os sintomas graves devem procurar uma unidade de saúde mais próxima a sua casa, para ser avaliado por um profissional e seguir os encaminhamentos necessários. Distância dos grandes centros Para a infectologista, o fato de Mato Grosso não possuir aeroporto internacional é um fator favorável para que a transmissão no Estado seja pequena. “Você pode ver que onde espalhou primeiro o vírus foi nas localidades que veio gente de fora. O boom do vírus ocorreu depois do carnaval. Eu acho que com essas restrições que todo mundo já sabe, as pessoas não vão viajar, vão ficar mais em casa e, com isso, vai chegar menos assintomáticos aqui.  Então, vai ter menos transmissão", disse. Ela frisou, porém, que ainda não há estudos que comprovem que o vírus não sobreviva ao calor.   “Como esse coronavírus é um vírus que a gente não conhecia, que chegou para nós do Oriente, ainda não tem estudos claros do efeito da temperatura sobre ele. Mas os estudos que temos em relação a outros coronavírus é que ele sobrevive em superfície inanimadas de cinco a noves dias. É um tempo até prolongado”, completou.

Servidores do HMC são dispensados após contato com possível infectada

access_time14/03/2020 07:43

A direção do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) dispensou os funcionários nesta sexta-feira (13) que tiveram contato com uma paulistana com sintomas do novo coronavírus. De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, alguns servidores tiveram uma palestra com técnicos do Hospital Sírio Libanês, de São Paulo, na quinta-feira (12). Nesta sexta, uma das técnicas palestrantes acionou a direção do HMC informando que estava com sintomas semelhantes ao da doença. Em São Paulo, ela procurou uma unidade de saúde e passou por exames, mas o resultado deve sair somente na segunda-feira (16). Seguindo protocolo de segurança do Ministério da Saúde, os funcionários foram mandados para casa e devem retornar ao trabalho se o exame testar negativo para coronavírus. Os sintomas do coronavírus são os mesmos de uma gripe.

Vizinho invade casa e tenta estuprar criança de 2 anos na Capital

access_time19/02/2020 16:56

Um homem foi preso na tarde desta quarta-feira (19) após tentar estuprar um criança de 2 anos no Bairro Alvorada, em Cuiabá. Segundo informações da Polícia Militar, a mãe da vítima saiu de casa para resolver algo no bairro e deixou a filha em casa. Quando retornou, instantes depois, a mulher foi surpreendida pelo vizinho, que havia invadido sua casa e estava silenciando a criança apertando um pano em sua boca. Ao flagrar a ação, o suspeito fugiu. No entanto, a mãe da vítima gritou por socorro e alertou a vizinhança. Então, um grupo de pessoas saiu correndo atrás no homem na tentativa de linchá-lo. A Polícia Militar foi acionada e, ao chegar no bairro, começou a fazer buscas com apoio do helicóptero do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer). Momentos depois, os militares encontraram o suspeito em uma área de mata, onde ele foi preso pelos PMs. O homem estava ferido e foi encaminhado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Morada do Ouro. Não sabe se o suspeito se feriu no mato ou se chegou a ser agredido por vizinhos. Após o atendimento, o suspeito deve ser encaminhado para a Central de Flagrantes, onde o boletim de ocorrência será registrado.

Cliente é assassinado em casa noturna de Cuiabá e polícia investiga o crime

access_time20/01/2020 10:59

Um homem de 29 anos foi assassinado dentro de uma casa noturna localizada na Avenida Beira Rio, em Cuiabá, na madrugada desta segunda-feira (20). A Polícia Militar foi acionada por testemunhas que afirmaram ter ouvido tiros no local. Chegando lá, os militares foram informados que a vítima havia sido socorrida por amigos e levada até o Pronto-Socorro de Cuiabá. O homem morreu logo após dar entrada na unidade médica. Os amigos que o levaram até o hospital contaram à polícia que um homem, supostamente morador do Bairro Pedra 90, em Cuiabá, teria sacado a arma e atirado contra a vítima e, em seguida, fugido do local em um carro. A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso para identificar o assassino e quais o que teria motivado o crime.

Empresário é detido embriagado dirigindo Porsche na Capital

access_time25/11/2019 12:32

O empresário Wellyton Henrique Prezotto, de 25 anos, dono da churrascaria Nativas Grill, foi preso na madrugada desta segunda-feira (25), por dirigir, supostamente embriagado, um veículo Porsche na região central de Cuiabá. De acordo com o boletim de ocorrência, o episódio ocorreu por volta das 1h20, quando uma viatura da Polícia Militar que estava em rondas, próximo ao Morro da Luz, avistou o veículo do suspeito, fazendo arruaça no trânsito. O empresário estava em um carro que comportam apenas duas pessoas. No entanto, havia três mulheres com ele no veículo. Conforme o BO, quando o condutor foi abordado, demonstrou estar bastante exaltado e questionou a abordagem, afirmando: “Não somos bandidos”. Os policiais relataram que Wellyton apresentava sinais vísiveis de embriaguez. Os olhos dele estariam vermelhos, ele estava sonolento e com a fala desconexa. No entanto, ao ser solicitado que fizesse o teste do bafômetro, o mesmo se recusou. Então foi foi feito um Auto de Constatação de Sinais de Alterações de Capacidade Psicomotora. Dentro do Porsche, a Polícia também encontrou uma garrafa de vodka e uma lata de energético. Segundo o BO, o carro foi apreendido e levado para o pátio da Semob (Secretaria de Mobilidade Urbana). Já o empresário foi encaminhado para a Central de Flagrantes da Capital. As três mulheres foram liberadas.

Ibama e PF fazem operação contra desmatamento e queimadas em terras indígenas

access_time28/08/2019 08:59

Agentes do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Renováveis (Ibama) e Polícia Federal fazem uma operação nesta quarta-feira (28) contra desmatamento, exploração do cerrado e queimadas em terras indígenas em Mato Grosso. Nenhuma pessoa foi presa até o momento. De acordo com o Ibama, a primeira área alvo da operação 'Siriema' é a Terra Indígena (TI) Areões, no município de Nova Nazaré, a 800 km de Cuiabá. A reserva tem 219 mil hectares e é habitava pelo povo xavante. São cerca de 1,5 mil índios. A TI Areões, segundo dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), é a área com mais focos de calor em Mato Grosso e a segunda no ranking a nível do Brasil. Os agentes flagraram movimentação de caminhões e tratores dentro da terra indígena e procuram pelos infratores. Árvores como ipê, roxinho e jatobá foram encontradas cortadas na terra indígena. Madeira extraída da Terra Indígena (TI) Areões, no município de Nova Nazaré, foi apreendida no local — Foto: Ibama/Divulgação O Ibama reúne brigadistas que devem ser enviados ao local para combater o fogo. Conforme constatação dos agentes, quase toda TI já foi atingida pela queimada. Os desmatadores usam o fogo para poderem explorar ilegalmente a terra. A investigação para identificar os suspeitos é feita pela Polícia Federal de Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá. Um helicóptero sobrevoa as terras indígenas e um balanço ainda deve ser divulgado no final da operação.

Ex-deputado, assessores e prefeitos são alvos de operação que investiga desvio de recursos e propina

access_time22/08/2019 07:38

Uma operação que apura um esquema de desvio de recursos públicos federais e pagamento de propinas nas prefeituras de Confresa e Serra Nova Dourada, municípios a 1.160 km e 1.125 km de Cuiabá, é realizada nesta quinta-feira (22). A ação, batizada de 'Operação Tapiraguaia', é feita pela Polícia Federal com o apoio da Controladoria-Geral da União (CGU) e do Ministério Público Federal (MPF). Devem ser cumpridos 12 mandados de busca e apreensão, três prisões preventivas e sete medidas cautelares nos municípios mato-grossenses de Cuiabá, São Félix do Araguaia, Serra Nova Dourada, Bom Jesus do Araguaia, Apiacás e também em Brasília/DF. São alvos da operação o ex-deputado federal, dois assessores, dois prefeitos, uma presidente de comissão de licitação, dois engenheiros fiscais e um assessor jurídico. A PF não divulgou os nomes dos alvos. Operação Tapiraguaia — Foto: Polícia Federal de Mato Grosso/Assessoria Os mandados foram expedidos pela Justiça Federal de Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá, que também determinou o sequestro de bens e valores. A segunda fase é resultado da análise dos dados bancários e dos objetos apreendidos durante a primeira fase da operação, ocorrida em janeiro de 2019. O material colhido aponta que um ex-deputado federal de Mato Grosso, que hoje é suplente de deputado, no período entre 2014 a 2016, teria montado um esquema criminoso com empresários e prefeitos de Confresa e Serra Nova Dourada. Segundo a PF, cerca de R$ 601 mil teriam sido utilizados para pagamentos de propina. Investigação As investigações mostram que o então deputado teria viabilizado a realização de convênios entre o Ministério da Integração Nacional – Secretaria Nacional da Defesa Civil e as prefeituras, amparando-se na justificativa de construção de pontes de concreto emergenciais, devido às enchentes provocadas pelas chuvas. Os prefeitos, beneficiados com os recursos federais, realizavam licitações repletas de irregularidades, combinando previamente com os empresários contratados para a execução das obras. Os políticos exigiam propinas a essas pessoas, na medida em que fossem realizados os pagamentos. Operação Tapiraguaia — Foto: Polícia Federal de Mato Grosso/Assessoria Os valores utilizados nas propinas provinham na maioria das vezes de medições fraudulentas, como atestados de serviços não realizados ou realizados a menor. Os montantes eram repassados aos gestores municipais e ao ex-deputado, por meio de depósitos/transferências em contas de terceiros. A análise policial também aponta a emissão de cheques, entregas de dinheiro em espécie e até mesmo pagamento de boletos e contas dos gestores públicos, como contas de energia, boletos de estabelecimentos comerciais, dívida em hotéis. Os valores repassados ao deputado eram, em regra, depositados em contas bancárias de seus assessores ou de empresas a eles vinculadas, sendo que uma das empresas é fantasma. Ainda segundo a PF, os assessores e as respectivas empresas recebiam valores avulsos das prefeituras por suposta prestação de serviços de assessoria e consultoria para liberarem as parcelas dos convênios por meio de lobby. As obras da prefeitura de Confresa teriam gerado em torno de R$ 413 mil em propinas aos agentes públicos envolvidos, enquanto as de Serra Nova Dourada o montante de R$ 187 mil. Os investigados responderão por organização criminosa, corrupção, lavagem de dinheiro, desvio de recursos públicos e crimes licitatórios, podendo pegar até 40 anos de prisão. O nome da operação faz referência à palavra “Tapiraguaia”, primeiro nome do município de Confresa. O termo é uma junção das palavras “Tapirapé” e “Araguaia”, dois rios da região norte mato-grossense.

Juiz vê possível coação de ex-secretário de Segurança a delegado que conduzia investigação de grampos ilegais

access_time20/08/2019 10:01

O processo que investiga a suposta coação feita pelo ex-secretário de Segurança Pública de Mato Grosso Rogers Jarbas ao delegado que à época conduzia a ação sobre interceptações telefônicas ilegais, Flávio Stringueta, à 7ª Vara Criminal de Cuiabá. Rogers é réu no processo que ficou conhecido nacionalmente como “grampolândia pantaneira”. A decisão é do juiz João Bosco Soares da Silva, da 10ª Vara Criminal de Cuiabá, que declinou da competência sobre processo que investiga suposta ameaça contra Stringueta ocorrida no estacionamento de um supermercado de Cuiabá. “No tocante aos fatos ocorridos, constata-se a presença de indícios suficientes a caracterizar a prática do crime de coação ao curso do processo, cujo inquérito primitivo tramita perante o Superior Tribunal de Justiça em razão da avocação do feito que apura a denominada ‘grampolândia pantaneira’, onde um dos investigados é a pessoa de Rogers. Chega-se a esta conclusão (de que a tipificação adequada é de coação ao curso do processo) a partir das informações colhidas no curso da investigação, a revelar que a investida do ex-secretário Rogers em tentar conversar com o Flávio Stringueta teve como plano de fundo o fato deste último ter atuado diretamente no caso dos ‘grampos clandestinos’ (na modalidade barriga de aluguel), ocorridos no berço do Poder Executivo deste Estado”, diz trecho do parecer no Ministério Público Estadual (MPE). Delegado Flávio Stringueta — Foto: Lenine Martins/Sesp-MT Os grampos Um esquema de espionagem no setor de inteligência da Polícia Militar de Mato Grosso foi descoberto e veio à tona em maio do ano passado, com uma reportagem exibida no Fantástico. Autoridades, profissionais liberais, jornalistas e advogados tiveram os telefonemas interceptados em um esquema conhecido como “barriga de aluguel”, no qual os números foram inseridos indevidamente em processos de investigação de tráfico de drogas para obter autorização judicial para a quebra de sigilo. A investigação do caso está sendo feita pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ). Ainda não se tem conhecimento de quem partiu a ordem para os grampos. Em Mato Grosso, tramita o processo contra os militares. Além do cabo Gerson e do coronel Zaqueu, são réus o ex-secretário da Casa Militar, coronel Evandro Lesco, e o ex-adjunto da Casa Civil, coronel Ronelson Barros, e o tenente-coronel Januário Batista.

Operação na maior penitenciária de MT apreende eletrônicos, ventiladores, freezeres e geladeiras

access_time15/08/2019 09:34

Diversos aparelhos eletrônicos, ventiladores, freezeres e geladeiras foram apreendidos em uma operação na Penitenciária Central do Estado (PCE), em Cuiabá. A ação começou na terça-feira (13) e deve durar um mês, segundo estimativa do Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado de Mato Grosso (Sindspen-MT). Durante os 30 dias não haverá visitas. A PCE tem capacidade para pouco mais de 800 presos e abriga cerca de 2,1 presidiários. A operação foi nomeada de 'Agente Elison Douglas'. O servidor foi assassinado em Lucas do Rio Verde, a 360 km de Cuiabá, no dia 30 de julho. De acordoo com o sindicato, a operação funciona da seguinte forma: os agentes penitenciários entram no corredor, retiram os presos de uma determinada cela e os colocam na quadra. Cada preso sai com tudo que ele tem dentro da cela e, quando passam pelo agente, é revistado. O preso pode retornar com apenas o que é permitido dentro da PCE. Todo material proibido ou fora das regras é catalogado e entregue para a família do preso. A operação deve se estender por 30 dias. Os agentes acreditam que durante esses dias será retirado tudo que é excesso, entre eles ventiladores, freezer, entre outros objetos. Ainda, será feita uma reforma interna nos raios da penitenciária. Na quarta-feira (14) famílias de presos fizeram protesto contra suspensão de visitas na PCE e ficaram na frente do Fórum de Cuiabá. Cerca de 20 pessoas participaram de uma reunião com o Juiz da Vara de Execuções Penais, Geraldo Fidelis pedindo que ele interceda junto à Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp), para que as visitas sejam autorizadas.

Loja de autopeças em Cuiabá pega fogo pela segunda vez em menos de 3 meses

access_time17/02/2019 10:20

Uma loja de autopeças pegou fogo na manhã deste domingo (17) no Bairro Areão, Avenida Miguel Sutil, em Cuiabá. O Corpo de Bombeiros esteve no local e controlou as chamas. Não há registro de feridos. As causas do incêndio ainda devem ser apuradas. Essa é a segunda vez que o estabelecimento é incendiado. Em novembro do ano passado, a loja também pegou fogo. Testemunhas disseram à Polícia Militar que ladrões invadiram o local e tentaram furtar objetos. À época, a Polícia Militar informou que o local estava fechado para recuperação judicial, mas abrigava muita mercadoria e produtos inflamáveis. Loja também pegou fogo em novembro do ano passado — Foto: Brígida Mota/TV Centro América

Saúde de MT deve receber investimentos de quase R$ 170 milhões da bancada federal

access_time31/10/2018 08:27

Mato Grosso deve receber um recurso de R$ 169 milhões por meio da emenda impositiva definida pela bancada do estado em Brasília, juntamente com o governador eleito Mauro Mendes (DEM), em uma reunião realizada, nesta terça-feira (30), no Congresso Nacional. O recurso oriundo do orçamento do governo federal terá, segundo Mendes, uma contrapartida estadual no valor de R$ 88 milhões. A emenda impositiva é obrigatória. Portanto, a indicação feita pelos deputados federais em comum acordo com o governo do estado faz com que o recurso chegue diretamente à área destinada. Segundo Mauro Mendes, parte do recurso também será destinada aos Hospitais Regionais. “Precisamos melhorar a saúde no interior e assim, melhoraremos a saúda na capital, pois a população terá condições de ser atendida nos polos”, disse. Além do recurso total, definido por todos os deputados, cada um deles tem direito à destinação de mais R$ 15 milhões. Segundo o deputado Adilton Sachetti (PRB), outros R$ 7,5 milhões devem ser destinados à saúde de Mato Grosso, por indicação dele. “É necessário investir na saúde do estado “, afirmou.

Novo shopping de Cuiabá é inaugurado com 180 lojas

access_time23/10/2018 12:56

Após quatro anos de obras, o Shopping Estação Cuiabá, na Avenida Miguel Sutil, abre as portas para o público ao meio-dia desta terça-feira (23). O empreendimento, que é quarto da Capital, recebeu investimento de aproximadamente R$ 400 milhões do grupo empreendedor BRMalls. De acordo com o superintendente do shopping Anderson Rondon, mais de 4 mil empregos diretos e indiretos foram ofertados pelo empreendimento. “Foi prazeroso numa última reunião que fizemos com nossa equipe, onde identificamos que 40% que estão trabalhando conosco estavam em busca de uma oportunidade no mercado trabalho. Isso mostra a nossa força e quanto a gente está fazendo a diferença na cidade”, disse. Rondon afirmou que a projeção é de que o centro de compras e serviços atraia um fluxo de 40 mil pessoas por dia e um consumo mensal estimado de R$ 60 milhões. A inauguração Conforme o superintendente, inicialmente estarão abertos 180 estabelecimentos. Na próxima semana, segundo ele, pelo menos 200 já estarão em operação. A perspectiva é de que até final dezembro, 220 já estejam abertos. Entre eles estão Carmen Steffens, Casa Prado, Tommy Hilfiger, Reserva, Valisere, Vértyce e Todeschini. Clique AQUI e veja todas as lojas do centro de compras.  Alguns dos mais aguardados, porém, como restaurantes Outback Steakhousee Coco Bambu, devem abrir apenas em 2019. As salas de cinema, da rede Cinépolis, por sua vez, já estarão abertas para o público com vários filmes em cartaz.   O cinema conta com sete salas, sendo quatro tradicionais, duas VIP e uma Macro XE com formato de stadium, tela gigante de 147m² e som digital com mais de 13.000 watts de potência.  Além disso, o empreendimento traz para a região o Taste Lab, um coletivo gourmet inspirado nas tendências mundiais com curadoria gastronômica. Estão confirmados no espaço o Restaurante Mahalo, Santô, Cozinha dos Fundos, Mamur, Peixaria Lelis, Zé Dog, Açougue 154 e outros. As lojas Quando estiver em pleno funcionamento, o Shopping Estação terá 250 lojas, entre satélites, âncoras e megalojas. Algumas escolheram o empreendimento para abrir suas portas pela primeira vez dentro de um shopping no Estado. É o caso da Tok Stok, Saraiva, Kalunga, Natura e Reserva. O shopping ainda contará com lotérica, bancos 24h e uma unidade do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran/MT). O shopping O Shopping Estação tem  47 mil m² de Área Bruta Locável (ABL) divididos em três pisos. O estacionamento conta com  2.110 vagas com sinalizadores com um sistema elaborado para facilitar o circuito dos consumidores até o seu carro, guiando o cliente via totens e também um aplicativo para smartphones. O empreendimento conta ainda com vagas verdes destinadas a carros elétricos com ponto de recarga. A BRMalls é a maior empresa de shopping center da América Latina com participação em 39 shoppings.

Motorista é preso por tráfico ao transportar mais de 300 tabletes de maconha de MS para MT

access_time06/07/2018 09:52

Um motorista foi preso na manhã desta sexta-feira (6) com 332 tabletes de maconha dentro de um carro, que foi abordado por policiais civis na BR-163, próximo ao Posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), na entrada de Cuiabá. O carro era conduzido pelo suspeito Diego Henrique Aragão, de 30 anos. Segundo Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), os 332 tabletes de droga vieram de Mato Grosso do Sul e abasteceriam pontos de drogas da região metropolitana de Cuiabá. Durante a investigação foi apreendida ainda grande quantidade de munições: 150 cartuchos de munição calibre 22, além de um veículo Sandero. O automóvel tem queixa de roubo na cidade de São José, Santa Catarina. Encaminhado à delegacia, o investigado foi autuado pelos crimes de tráfico de drogas, posse irregular de munições e receptação.

Três são detidos por captação ilícita de clientes a mando de advogados

access_time26/06/2018 19:30

Tês homens foram presos em Cuiabá, na segunda-feira (25), suspeitos de participarem de um esquema de captação ilícita de clientes a mando de advogados. O esquema foi denunciado por uma advogada que teve um cliente abordado pelos detidos. Sandro Brides da Silva, Natanael Manoel de Oliveira e Rafael Xavier de Moraes devem responder por tentativa de extorsão, corrupção ativa e formação de quadrilha. A reportagem não conseguiu localizar a defesa deles. A ação da polícia foi acompanha por membros do Tribunal de Defesa das Prerrogativas (TDP) e pela Procuradoria da Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso (OAB-MT). Segundo a denúncia, os três abordavam as partes que receberiam valores depositados judicialmente e pediam metade em troca. Num dos casos, eles ameaçaram o cliente da advogada que denunciou a prática. Para obter acesso as informações, os três teriam tido acesso ao sistema do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) com a senha disponibilizado por algum advogado. A OAB-MT ainda deve tentar descobrir quem são os advogados agindo por tás dos captadores.

PF localiza fábrica de dinheiro falso em Cuiabá; um é preso

access_time21/06/2018 00:05

A Polícia Federal prendeu nesta quarta-feira (20) um homem com 71 notas falsas de R$ 20 em uma residência no bairro Osmar Cabral, periferia de Cuiabá. No local, a polícia também encontrou vários apetrechos para falsificação, entre eles, papéis especiais, impressoras e outros materiais que simulam elementos de segurança de cédulas verdadeiras. A polícia iniciou investigações a partir do Centro de Distribuição dos Correios, onde foi rastreada uma caixa contendo notas falsas, tendo  o suspeito como destinatário.  Notícias também davam conta de que estaria ocorrendo derramamento de notas falsas na região. Diante dos indícios, a 5ª Vara da Justiça Federal de Mato Grosso emitiu um mandado de busca e apreensão para cumprimento na residência suspeita, o qual foi cumprido na data de hoje, tendo sido realizado o flagrante. O preso e o material apreendido foram encaminhados para a sede da Polícia Federal em Cuiabá. O conduzido foi indiciado por falsificar papel-moeda, além de possuir ou guardar maquinismo, aparelho, instrumento ou qualquer objeto especialmente destinado à falsificação de moeda.

Ladrão tenta furtar carro de vereador em MT, desiste, é atingido por ônibus na fuga e é preso

access_time11/06/2018 18:31

Um homem foi preso ao tentar roubar o carro de um vereador, nesta segunda-feira (11), na Avenida Fernando Corrêa da Costa, em Cuiabá. Na fuga, ele foi atropelado por um ônibus, mas conseguiu fugir. Foi preso minutos depois, no Bairro Dom Aquino. O caso foi registrado pela Delegacia de Roubos e Furtos (Derf). De acordo com o boletim de ocorrência, o vereador de Nova Guarita, a 667 km da capital, Isidoro Celso dos Santos Júnior (PSDB), que está em Cuiabá para resolver questões particulares, trafegava pela avenida, quando o carro dele teve um problema. Ele chamou o mecânico para averiguar o que havia ocorrido. O profissional disse que o carro precisaria ser levado para a oficina por um guincho. Os dois chamaram o reboque e ficaram esperando em uma revenda de veículos que fica próximo ao local onde o carro do vereador quebrou. Depois de algum tempo, avistaram uma pessoa mexendo no Azera, que pertece ao parlamentar. Imaginando ser o responsável pelo guincho, ele e o mecânico se aproximaram do carro. Só então perceberam que era uma tentativa de furto. Ao vê-los, o suspeito tentou fugir em uma moto, mas foi atropelado por um ônibus. Sem ferimentos, o criminoso se levantou e correu para o Bairro Areão. Isidoro chamou a Polícia Militar, que acionou outras unidades e recapturou o suspeito, no Bairro Dom Aquino, cerca de 40 minutos depois da ocorrência. O criminoso, que não teve o nome divulgado, foi encaminhado para a Derf.

Mulher luta com bandidos durante assalto a pizzaria em Cuiabá

access_time05/06/2018 21:53

Vários vídeos que circulam nas redes sociais registram o momento em que uma mulher reage a assalto em pizzaria de Cuiabá, na noite de segunda-feira (04). Nas imagens, é possível ver que os criminosos agridem a mulher com socos e coronhadas, mas, mesmo assim, ela resiste até a dupla fugir sem levar o veículo. O caso ocorreu em um estabelecimento nas imediações da Arena Pantanal, no bairro Verdão. No vídeo, é possível ver o momento em que a mulher entra no estabelecimento e, em seguida, entram dois homens. Eles imediatamente anunciam o assalto e tentam tomar os pertences da mulher – ainda não identificada. A vítima se nega a entregar os percentes e chega a lutar com os assaltantes. Uma atendente da loja vê a situação corre para uma sala da pizzaria. Um dos vídeos, com duração de 51 segundos, registra toda a ação da dupla, que agride a mulher com socos e coronhadas. Minutos depois das agressões, os homens conseguem pegar a chave do veículo e os pertences da mulher e saem. No entanto, a vítima segue os criminosos e continua tentando impedir que eles levem seus pertences. Em outro vídeo, que mostra a frente do estabelecimento, a mulher novamente luta com um dos assaltantes. O motorista de um veículo que passava pela frente da pizzaria percebeu a ação e estacionou o carro na frente do veículo da vítima. Com isso, um dos assaltantes foge, o segundo ainda tenta sair com o veículo, mas também desiste. A reportagem entrou em contato com a pizzaria, as nossas ligações não foram atendidas. A assessoria da Polícia Militar não informou se as vítimas acionaram a polícia. Veja Vídeos: