ALUGAR CAMPO
Notícias recentes
Morre aos 56 anos ex-ministro Gustavo Bebianno em Teresópolis

Morre aos 56 anos ex-ministro Gustavo Bebianno em Teresópolis

access_time14/03/2020 07:23

O ex-ministro Gustavo Bebianno morreu aos 56 anos após ter um infarto fulminante na madrugada deste

Filhos do jornalista saudita assassinado pedem que corpo do pai seja devolvido

Filhos do jornalista saudita assassinado pedem que corpo do pai seja devolvido

access_time05/11/2018 07:07

Os filhos do jornalista Jamal Khashoggi, que foi morto no consulado da Arábia Saudita, em Istambul,

Ex-Juiz de Peixoto Tiago Abreu é eleito presidente da Associação dos Magistrados de Mato Grosso

Ex-Juiz de Peixoto Tiago Abreu é eleito presidente da Associação dos Magistrados de Mato Grosso

access_time12/11/2018 13:19

Juízes estaduais elegeram, hoje, o magistrado Tiago Souza Nogueira de Abreu presidente da Associação

Notícias com a tag: PonteseLacerda

Garimpeiro morre após ser atingido por rocha em Pontes e Lacerda

access_time22/04/2021 09:17

O garimpeiro Judson Fernandes de Moraes, de 26 anos, morreu nesta quarta-feira (21) após ser soterrado enquanto trabalhava em um garimpo ilegal em Pontes e Lacerda. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, a vítima estava trabalhando na região conhecida como Garimpo Serra Dourada quando foi esmagada por uma rocha, que rolou do alto de um monte. O local onde a vítima foi encontrada é conhecido por ser onde garimpeiros ilegais tentam achar pedras preciosas. Havia mais cinco homens trabalhando com a vítima no momento do acidente. Todos testemunharam o acidente e um deles teve a perna atingida, mas conseguiu escapar do buraco. A equipe do Bombeiros iniciou os trabalhos de resgate por volta das 9h30. No entanto, o homem estava em um local de difícil acesso, o que dificultou o trabalho. Foram realizadas as ancoragens de várias rochas que se encontravam instáveis com o aparelho Tifor, e calçadas várias rochas, a fim de resguardar a segurança dos bombeiros. Após todo esse processo, o corpo da vítima foi resgatado às 18h30. Ele foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML).

Feirantes são flagrados por câmeras de segurança vendendo drogas em MT

access_time27/08/2019 18:34

Dois homens foram presos suspeitos de estarem vendendo drogas em uma barraca de frutas na tarde dessa segunda-feira (26) em Pontes e Lacerda. Os suspeitos foram flagrados pelo sistema de monitoramento de câmeras da Central de Operações da Polícia Militar (Copom). Conforme o boletim de ocorrência, os policiais foram até a barraca de frutas, localizada na Praça Miguel Gajardone, e abordaram um jovem de 21 anos, que estava com duas porções de maconha e R$ 20 em um dos bolsos da roupa que usava. Com outro suposto vendedor de frutas, de 18 anos, os policiais apreenderam mais duas porções da mesma substância. Os suspeitos foram encaminhados à delegacia por uso e tráfico de drogas.

Mulher é presa em flagrante ao colocar fogo em parque florestal de MT e diz que obedecia ordens do "todo poderoso"

access_time17/08/2019 07:42

Uma mulher de 44 anos foi presa em flagrante pela Polícia Militar por provocar um incêndio na região do Parque Serra do Patrimônio, em Pontes e Lacerda, a 483 km de Cuiabá. A suspeita, que apresenta sinais de transtorno mental, justificou a ação dizendo obedecer ordens do “todo poderoso”. A mulher é suspeita ter provocado outros incêndios na região. Moradores acionaram a PM para atender uma ocorrência de incêndio no topo da Serra do Patrimônio, próximo às antenas de transmissão. A suspeita foi encontrada ateando fogo em uma área verde. Ao ser questionada sobre o motivo do incêndio, a mulher revelou que estava obedecendo ordens do “todo poderoso” para tirar o mal do local. A Polícia Militar chamou o Corpo de Bombeiros para conter o fogo, que acabou se alastrando na floresta. Desde o início desta semana, Pontes e Lacerda vem sofrendo com constantes incêndios em áreas verdes, cerca de 12 focos, no total, e a PM suspeita que a mulher seja autora de pelo menos metade das ações. Os policiais conduziram a mulher à delegacia algemada apenas para preservar a integridade física na viatura. A polícia aguarda o comparecimento de algum familiar para tomar as providências cabíveis, caso seja comprovado que a mulher sofre transtornos mentais.