anuncie aqui
Notícias recentes
Futsal feminino de Peixoto está na 3ª fase da Copa Centro América

Futsal feminino de Peixoto está na 3ª fase da Copa Centro América

access_time23/05/2018 09:29

A equipe de futsal feminino de Peixoto de Azevedo jogará terceira fase da Copa Centro América no mun

Dia sangrento Palestinos enterram mortos por tropas de Israel em Gaza

Dia sangrento Palestinos enterram mortos por tropas de Israel em Gaza

access_time15/05/2018 07:22

Famílias palestinas enterram nesta terça-feira (15) os corpos de parentes que foram mortos nesta seg

Polícia pede prisão do pai do bebê Jonatas em Joinville, SC

Polícia pede prisão do pai do bebê Jonatas em Joinville, SC

access_time31/07/2018 07:47

A Polícia Civil de Joinville (SC) indiciou os jovens Renato e Aline Openkoski, pais do bebê Jonatas,

Notícias com a tag: Santos

Corinthians sai na frente, mas cede empate para Santos no clássico

access_time07/06/2018 08:19

Corinthians e Santos empataram por 1 a 1 na noite desta quarta-feira (6), no Itaquerão. Roger chegou a dar esperança para a torcida da casa, mas Victor Ferraz deixou tudo igual pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na próxima rodada, a penúltima antes da parada para a Copa do Mundo, o Corinthians enfrenta o Vitória, no sábado, também em Itaquera. Já o Santos pega o Internacional, no domingo, na Vila Belmiro. O Corinthians tratou de ser mais agressivo logo no início do segundo tempo. Aos seis minutos, Rodriguinho cruzou na pequena área e Roger, como autêntico camisa 9, tocou para o fundo das redes. O primeiro gol do atacante em Itaquera só poderia terminar nos braços da torcida na comemoração. O Santos, no entanto, não se intimidou com a pressão adversária e também foi para cima. O gol de empate saiu aos 29 minutos depois de belo cruzamento de Rodrygo. O jovem lançou na área e encontrou Victor Ferraz na segunda trave. Na comemoração, cartão amarelo por uma possível provocação aos reservas do Timão. A partir do empate, o jogo ficou mais aberto. Os jovens Pedrinho e Rodrygo, que vinham tendo boas atuações, tiveram ótimas oportunidades de gol, mas desperdiçaram e não mudaram o placar. Com o resultado, o Corinthians foi a 15 pontos, cinco a mais que o Santos. Os dois times seguem na metade da tabela. CORINTHIANS 1 X 1 SANTOS Local: Arena Corinthians, São Paulo (SP) Data-Hora: 06/06/2018 - 20h Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG) Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ) Público/renda: 27.586 pagantes / R$ 1.249.919,56 Cartões amarelos: Roger (COR), Victor Ferraz e Lucas Veríssimo (SAN) Gols: Roger (6'/2ºT) (1-0), Victor Ferraz (29'/2ºT) (1-1) CORINTHIANS: Walter; Mantuan, Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel e Maycon; Pedrinho (Mateus Vital, aos 38'/2ºT), Rodriguinho e Ángel Romero; Roger (Sheik, aos 37'/2ºT). Técnico: Osmar Loss. SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Dodô; Diego Pituca, Renato e Jean Mota; Gabriel (Léo Cittadini, aos 33'/2ºT), Sasha (Bruno Henrique, aos 37'/2ºT) e Rodrygo. Técnico: Jair Ventura

Porto de Santos deve demorar 10 dias para retomar atividades após greve; prejuízo supera R$ 370 milhões

access_time01/06/2018 07:52

As operações de modal rodoviário, que representam 70% das operações do Porto de Santos, no litoral de São Paulo, foram retomadas nesta quinta-feira (31) e a expectativa da entidade que representa as agências de navegação é que a logística no cais volte ao normal em 10 dias. A greve nacional dos caminhoneiros deixou o fluxo de caminhões completamente parado no Porto por 10 dias e a estimativa é que o prejuízo seja de mais de R$ 370 milhões. No início da manhã de quinta-feira (31), 1.500 militares da Marinha do Brasil, Exército Brasileiro e da Força Aérea Brasileira, com apoio da Polícia Militar do Estado de São Paulo e da Polícia Rodoviária Federal, chegaram ao local com veículos blindados para fazer a garantir da entrada e saída dos caminhões, que ainda estavam dentro dos terminais. Já de noite, a categoria decidiu encerrar a greve, após assembleia realizada no local. "Levará cerca de 10 dias para que o fluxo no Porto de Santos volte à sua normalidade. Nesse primeiro momento, caminhões têm que retirar os contêineres vazios e levar para as plantas, abastecendo e trazendo de volta", explicou o diretor-executivo do Sindicato das Agências de Navegação Marítima (Sindamar), José Roque. Segundo Roque, outro agravante que promete continuar prejudicando as operações no Porto de Santos é a greve dos analistas da Receita Federal, que pararam no dia 21 de maio e devem voltar ao trabalho somente em 4 de junho. A greve provoca atrasos na carga de importação que gera falta de espaço para a carga de exportação. Outra preocupação é com a quantidade de navios atracados no cais santista esperando carga para seguirem viagem. Segundo informações da Autoridade Portuária, nos últimos dias, entre 60 e 70 navios estavam fundeados na barra, quando o normal é cerca de 30 navios. O núcleo de emergências ambientais do Ibama em São Paulo monitora a barra de Santos, onde os navios aguardam para entrar no porto, desde o início da greve dos caminhoneiros. "O acúmulo de embarcações na região dos fundeadouros fez com que a gente passasse a fiscalizar eventual descarte irregular a partir desses navios. Nas vistorias diárias que estamos realizando, não registramos incidentes. Queremos coibir qualquer tipo de prática ilegal e danosa ao meio ambiente", disse a agente ambiental federal, Ana Angélica Albarce. Quanto a isso, o diretor-executivo do Sindamar diz não se preocupar. "Acredito em uma tripulação consciente na questão ambiental e armadores muito zelosos quanto a isso. Não vejo risco nenhum. Eles estão lá pois não têm carga para carregar, enquanto não sair, outros não entram", conta. Movimentação de contêineres no Porto de Santos (Foto: Divulgação/Codesp) Terminais impactados com a greve Na Brasil Terminal Portuário (BTP), empresa líder na movimentação de contêineres no porto, 20 mil acessos de caminhões para entrega ou retirada de carga deixaram de ocorrer só na primeira semana de greve dos caminhoneiros. O terminal da Copersucar, o principal na operação de açúcar e grãos no cais, chegou a ter seus armazéns vazios e cancelar as escalas de navios. A Santos Brasil, operadora do Terminal de Contêineres (Tecon), o maior do Brasil, teve esquema de racionamento de combustível para manter o funcionamento dos equipamentos. A VLI, que opera grãos no Tiplam, disse que também foi impactada, mas que a situação está amenizada pela conexão do terminal com a ferrovia. Novos píeres do Terminal Integrador Portuário Luiz Antonio Mesquita (Tiplam), da VLI, no Porto de Santos, SP (Foto: José Claudio Pimentel/G1) As operações no costado não foram interrompidas, pelo menos para a navegação em longo-curso, segundo a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp). Os cargueiros operaram conforme demanda das empresas para desembarque de cargas e o embarque daquelas que já estavam previamente armazenadas nas instalações, antes da greve. Para o diretor-executivo da Associação Brasileira de Terminais e Recintos Alfandegados (Abtra), Angelino Caputo, a capacidade operacional das companhias está comprometida. Em nota, enviada na segunda-feira (28), a Federação Nacional dos Operações Portuárias (Fenop) avaliou que as consequências do "caos portuário são catastróficas" e que o "país perde". Greve A greve dos caminhoneiros começou em 21 de maio em todo o Brasil. Os profissionais pediam a redução no valor dos combustíveis e o aumento do preço do frete. Na Baixada Santista e no Vale do Ribeira, a categoria também se mobilizou em rodovias e nos acessos ao Porto de Santos. No sábado (26), por conta do decreto presidencial para a Garantia da Lei e da Ordem (GLO), o Navio-Patrulha Macaé (P70) atracou no cais santista com 22 fuzileiros como medida emergencial. No domingo (27), outros 260 fuzileiros navais chegaram a Santos no Navio Doca Multipropósito Bahia (G40). Vindo do Rio de Janeiro, ele chegou com sete caminhões para transportar tropas, três blindados e dois helicópteros. Fuzileiros navais foram deslocados para garantir a segurança do Porto de Santos, SP (Foto: G1 Santos)