anuncie aqui
Notícias recentes
Jovens são detidos em MT com 781 tabletes de maconha comprados no Paraguai

Jovens são detidos em MT com 781 tabletes de maconha comprados no Paraguai

access_time07/11/2018 08:38

Dois jovens e uma adolescente foram detidos com 781 tabletes de maconha dentro de um carro abordado

Sem um '9', Grêmio tenta garantir 2ª melhor campanha da Libertadores

Sem um '9', Grêmio tenta garantir 2ª melhor campanha da Libertadores

access_time23/05/2018 07:10

Três meses depois, o Grêmio irá viver um cenário semelhante ao primeiro jogo da Libertadores, contra

Casal morre em acidente entre carro e ônibus que levava 28 universitários

Casal morre em acidente entre carro e ônibus que levava 28 universitários

access_time08/08/2018 13:18

Um casal morreu em um acidente entre um carro e um ônibus que transportava 28 universitários na noit

Notícias com a tag: Sorriso

Mais de 700 ligações clandestinas de energia são detectadas e prejuízo chega a R$ 8,4 milhões em MT

access_time03/11/2018 15:28

Duas operações integradas entre as forças de segurança pública – Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil e Politec – com a Energisa, concessionária de energia elétrica, resultaram em 702 ocorrências de furtos de energia apenas nos municípios de Sorriso e Lucas do Rio Verde. Os conhecidos 'gatos', feitos desde pessoas de baixa renda até fazendeiros, representaram um prejuízo de R$ 8,4 milhões. Com a operação, o estado recuperou R$ 958,8 mil em ICMS, pois a concessionária já faturou a energia que havia sido furtada pelos consumidores. A Operação Sorriso 1 foi realizada de 14 a 16 de agosto, um mês após a assinatura do Termo de Cooperação entre a Energisa e Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp). Apenas em uma propriedade rural foi observado que o furto de energia atingiu R$ 1,015 milhão. Além da concessionária de energia, viaturas da PM, PJC e peritos da Politec chegaram na propriedade no período noturno e constataram que o proprietário ligava o ‘gato’ no período da noite. De 25 a 27 de setembro foi realizada a Operação Sorriso 2, onde foram constatadas mais fraudes nos relógios medidores em mais fazendas de grãos e em condomínios de alto padrão. Em uma das mansões, o proprietário pagava apenas R$ 180 de energia, embora a casa tivesse várias instalações de ar-condicionado. Uma fazenda, até com praia artificial, furtou durante 6 meses R$ 1,018 milhão na conta de energia elétrica. Isso significa que cerca de R$ 400 mil em ICMS deixou de entrar na conta do estado. A Energisa estima que anualmente a concessionária tem uma perda de R$ 260 milhões com os famosos ‘gatos’ e o Estado de Mato Grosso deixa de arrecadar R$ 50 milhões em ICMS, que poderia ser utilizado em benefícios à própria população. Além de furtar recursos públicos em impostos e deixar de pagar a conta de energia na integralidade, quem faz ‘gato’ ainda coloca em risco à própria família e vizinhos há riscos de incêndio e a choque elétrico com instalações malfeitas, pois nem todos tem acesso a pagar por fraudes no relógio com tamanha tecnologia vista durante as operações em Sorriso 1 e 2. O furto de energia é um crime previsto no artigo 155 do Código Penal, com previsão de pena de um a quatro anos de reclusão, além de pagamento de multa.

Advogado é preso suspeito de entregar celular a reeducando em MT

access_time31/10/2018 08:31

Um advogado foi preso nesta terça-feira (30) no Centro de Ressocialização de Sorriso, suspeito de ter entregue um celular ao cliente dele durante uma visita. O advogado seria de Sinop. Conforme Enilson de Castro, diretor do Centro de Ressocialização, o reeducando, que é cliente do advogado, foi revistado antes de deixar a cela. Ele explica ainda que todos os advogados, quando entram no presídio, deixam os celulares retidos com um servidor. O diretor diz ainda que o advogado ficou poucos segundos em companhia do reeducando e logo deixou o local. Para voltar para a cela, no entanto, é realizada uma nova revista no preso. “Nesse momento encontramos o celular nas roupas íntimas do reeducando”, afirmou o diretor do local. Segundo ele, o advogado negou que tivesse dado o celular ao cliente, mas o preso, ao ser questionado, garantiu que o advogado tinha feito a entrega do celular a ele.

Aluna de 13 anos tem pé esmagado por ônibus escolar em Sorriso

access_time12/06/2018 10:01

Uma estudante de 13 anos teve o pé esmagado pelo pneu de ônibus escolar nessa segunda-feira (11) em Sorriso, a 420 km de Cuiabá. A menina está internada no Hospital Regional de Sorriso após o acidente. A estudante, que ainda estava de uniforme, andava de bicicleta na rua São José Rio Claro, sentido a Rua São Francisco de Assis, na Zona Leste, quando o freio da bicicleta apresentou defeito e ela não conseguiu parar. Ela foi em direção ao ônibus quando o pneu do veículo passou por cima do pé da menina. A estudante foi socorrida e levada ao Hospital Regional. Ainda na segunda-feira ela passou por cirurgia. A estudante continua internada nesta terça-feira (12) na ala ortopédica e o estado de saúde dela é considerada estável. Uma estudante de 13 anos teve o pé esmagado pelo pneu de um ônibus nessa segunda-feira (11) em Sorriso (Foto: Rafael Souza/Portal Sorriso)

Menina de 11 anos e irmão de 17 são apreendidos vendendo droga em MT

access_time12/06/2018 07:28

Uma menina de 11 anos e o irmão dela, de 17 anos, foram apreendidos na noite dessa segunda-feira (11) suspeitos de venderem droga em Sorriso. Segundo a polícia, eles estavam com porções de maconha e pasta base de cocaína. A apreensão foi feita após denúncia anônima de moradores do Bairro Mário Raiter. Com eles foram encontradas cinco trouxinhas de maconha e pasta base de cocaína e ainda cerca de R$ 300 em dinheiro trocado. Para a polícia, o irmão mais velho disse que estava vendendo cada trouxinha por R$ 10. Os dois irmãos e droga foram conduzidos para a delegacia da Polícia Civil.

Recém-nascida com espinha bífida é transferida para UTI neonatal após decisão judicial em MT

access_time11/06/2018 08:35

A bebê Maria Helena Rodrigues Coutinho, que nasceu com espinha bífida e sofria crises convulsivas desde a semana passada, foi transferida para um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal do Hospital Regional de Sorriso, a 420 km de Cuiabá, nesse domingo (10), após uma semana de espera. A bebê estava sendo mantida em uma incubadora no Hospital Municipal de Juína, a 737 km da capital, por falta de vagas em hospitais do estado. Maria Helena precisa passar por uma neurozirurgia com urgência, sob risco de morte, segundo os pais dela. Na quinta-feira (7), a Justiça determinou à Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) para que providencie um leito e o tratamento necessário para a paciente, sob pena de aplicação de multa diária no valor de R$ 1 mil. Trabalhador autônomo, o pai da bebê, Claudemir Alves Coutinho, afirmou a reportagem que a filha foi transferida via UTI aérea no final da tarde de domingo e que, em Sorriso, ela precisou ser conectada a um respirador por ter duas crises de apneia e apresenta um pouco de inchaço no rosto, que estaria ligada à hidrocefalia. Maria Helena nasceu há duas semanas e, mesmo com liminar da Justiça, não consegue vaga em UTI (Foto: Arquivo Pessoal) Ainda nesta segunda-feira (11), segundo o pai, a bebê deverá passar pela avaliação de um neurocirurgião. "Agora, eu peço a Deus para que ela já esteja em condições e que esse médico possa fazer a cirurgia que ela precisa", afirmou o pai. Maria Helena nasceu de cesárea no dia 26 de maio, em um hospital particular de Juína. Assim que nasceu, foi diagnosticada com espinha bífida, mas encaminhada para casa. No domingo (3), ela começou a passar mal e os pais a levaram para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), onde ela foi medicada e encaminhada para casa. Ao perceber que o quadro de saúde da filha não melhorava, os pais voltaram a procurar assistência médica e Maria Helena foi internada no Hospital Municipal de Juína.