anuncie aqui vermelho
Notícias recentes
Prefeito Maurício assinou termo de fomento com a CUFA

Prefeito Maurício assinou termo de fomento com a CUFA

access_time22/03/2019 07:57

O Prefeito Maurício Ferreira esteve na sede da CUFA na quinta-feira (21) para assinar junto ao Presi

Trump critica acusações à Arábia Saudita pelo desaparecimento de jornalista na Turquia

Trump critica acusações à Arábia Saudita pelo desaparecimento de jornalista na Turquia

access_time18/10/2018 11:56

O presidente dos EUA, Donald Trump, reforçou nesta terça-feira, 16, seu apoio à Arábia Saudita pelo

Quatro casos suspeitos de sarampo são diagnosticados em MT

Quatro casos suspeitos de sarampo são diagnosticados em MT

access_time03/09/2019 09:05

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), quatro casos suspeitos de sarampo foram registra

Notícias com a tag: TJMT

Tribunal de Justiça fecha fóruns e comarcas em MT por um mês por causa do coronavírus

access_time18/03/2020 22:34

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) determinou, nesta quarta-feira (18) o fechamento dos fóruns e comarcas do estado por um mês. A medida começa a valer nesta sexta-feira (20) e vai até o dia 20 de abril. O decreto publicado institui o regime obrigatório de teletrabalho aos magistrados, servidores e colaboradores do Poder Judiciário, como medida temporária de prevenção do contágio pelo coronavírus. Os magistrados, gestores e coordenadores deverão elaborar plano mínimo de trabalho, estabelecendo sistema para o acompanhamento das atividades desenvolvidas durante o período do regime obrigatório de teletrabalho. Caso as atividades do servidor não comportem o teletrabalho, haverá dispensa da prestação de serviços, com posterior compensação pela área responsável pelo servidor e ou colaborador, salvo nas hipóteses de serviços essenciais que demandem o comparecimento pessoal, desde que previamente comunicadas e autorizadas pelo presidente do Tribunal de Justiça. As sentenças, despachos e decisões devem continuar ser feitas para o cumprimento das metas estabelecidas pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O período não será considerado plantão judiciário forense. Não serão realizadas audiências e sessões neste período, inclusive as audiências de custódia e as que envolvam adolescentes em conflito com a lei, com ou sem internação. Mesmo sem as audiências de custódia, os magistrados deverão fazer a análise do flagrante e verificar o auto de apreensão para adoção de medidas socioeducativas em substituição às medidas de meio fechado. Fica suspensa a expedição de mandados em processos judiciais em todas as comarcas de Mato Grosso, exceto quanto às ordens judiciais consideradas urgentes.