Banner Outras
Notícias recentes
Em setembro, mais de 30 mil empregos foram gerados em MT, segundo Caged

Em setembro, mais de 30 mil empregos foram gerados em MT, segundo Caged

access_time24/10/2018 07:20

Pesquisa realizada pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) aponta que 31.394 empre

Conselho inclui leilão do 5G em lista de concessões

Conselho inclui leilão do 5G em lista de concessões

access_time19/11/2019 21:54

O leilão do 5G teve o primeiro passo hoje (19) com a inclusão da concessão das frequências no Progra

Prefeitura de Sinop (MT) lança seletivo para contratação de 312 professores

Prefeitura de Sinop (MT) lança seletivo para contratação de 312 professores

access_time17/10/2019 08:49

A Prefeitura de Sinop, a 503 km de Cuiabá, lançou um edital de processo seletivo para contratar 312

Notícias com a tag: ato-infracional

Adolescente de 15 anos diz à polícia que matou menina de 13 anos com golpe 'mata-leão' e tijolada

access_time04/04/2020 08:11

O adolescente de 15 anos, apreendido suspeito de matar Anna Luiza Nunes do Carmo de 13 anos, em Sorriso, na região norte do estado, disse ao delegado da Polícia Civil Nilson Farias, que investiga o crime, ter matado a vítima com o golpe de mata-leão e depois arremessado um tijolo nela e vários golpes com um pedaço de madeira. Ele afirmou que cometeu o crime porque ela estava grávida e temia as consequências, já que ele tinha outra namorada. Depois do crime, o suspeito atirou fogo na roupa nas roupas dele na tentativa de apagar os vestígios do crime. A informação também foi dada por ele a polícia. Um exame ainda deve apontar se a adolescente estava grávida, conforme ele informou. O adolescente encontra-se na delegacia de Sorriso e o delegado afirmou que vai pedir a internação dele. Ele foi apreendido nessa quinta-feira (2) depois que o corpo dela foi localizado. A menina estava desaparecida desde terça-feira (31) e foi encontrada morta na madrugada desta quinta-feira em um terreno baldio no bairro Jardim Itália, na cidade. De acordo com a polícia, no dia do desaparecimento a garota utilizou o celular da sua irmã para falar com um rapaz, arrumou a cama com travesseiros para que pensassem que ela estava dormindo e saiu de casa. Assim que o corpo foi localizado, a Polícia Civil iniciou as investigações que apontaram o adolescente como principal suspeito do crime. Durante o depoimento de testemunhas, a polícia descobriu que havia um relacionamento entre o suspeito e a vítima. De acordo com testemunhas, antes ele estava bem fisicamente e sem lesões aparentes, porém, no dia seguinte do crime amanheceu com o tornozelo torcido, com fratura evidente e as mãos machucadas, possivelmente devido aos esforços empregados para desferir as agressões contra a vítima. O caso A mãe da garota registrou boletim de ocorrência na Polícia Civil na quarta-feira (1º). Ela contou à polícia que Anna Luiza foi para o quarto e dormiu. Na manhã do outro dia ela não foi encontrada na cama e havia desaparecido. Câmeras de segurança registraram o momento em que a menina anda a pé pelas ruas. Aparentemente ela estava sozinha. O corpo dela foi encontrado dois dias depois em um terreno no cruzamento da Avenida Los Angeles esquina com Avenida Curitiba, atrás de um ginásio. Fotos da jovem foram divulgadas em grupos de rede social com o telefone da família que pedia informações. A Perícia Oficial Técnica (Politec) esteve no local e informou que o corpo já estava no nesse terreno há mais de um dia e tinha sinais de espancamento. Anna Luiza não estava com documentos, mas o corpo dela foi reconhecido pela mãe. Inicialmente os peritos não identificaram sinais de violência sexual. A perícia deve fazer os exames necessários para comprovar a causa da morte da jovem.