ALUGAR CAMPO
Notícias recentes
Jovem é executado com mais de 10 tiros em Peixoto de Azevedo

Jovem é executado com mais de 10 tiros em Peixoto de Azevedo

access_time09/01/2023 09:38

Adryann Manoel Souza Lima, 21 anos, foi assassinado a tiros, ontem à noite, no perímetro urbano de P

Missão técnica da Frente Parlamentar da Mineração enaltece a importância do cooperativismo na atividade garimpeira

Missão técnica da Frente Parlamentar da Mineração enaltece a importância do cooperativismo na atividade garimpeira

access_time06/10/2023 06:22

A organização em cooperativas é essencial para a sobrevivência e a legalidade da mineração de pequen

Deputado amplia lista de denúncias contra Flávio Dino

Deputado amplia lista de denúncias contra Flávio Dino

access_time17/01/2023 18:43

O deputado federal Ubiratan Sanderson (PL-RS) encaminhou uma representação à Procuradoria-Geral da R

Notícias com a tag: confresa

Em novo confronto, Bope mata 17º bandido que aterrorizou Confresa

access_time10/05/2023 09:30

Em novo confronto, um bandido que participou do ataque em Confresa, realizado há um mês, foi morto por agentes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope). A troca de tiros aconteceu na região de Pium, no Tocantins na manhã desta quarta-feira (10). Conforme apurado pela reportagem, o criminoso estava escondido na mata, na região da fazenda Terra Boa, com um Fuzil Colt. Ele foi encontrado por agentes do Bope e houve intensa troca de tiros. O criminoso foi baleado, e foi socorrido em estado grave. Em seguida, foi encaminhado até um hospital da região, mas não resistiu aos ferimentos. Ele é o 17º membro do bando que invadiu Confresa que morreu em confronto. Cinco foram presos. O ataque aconteceu no dia 9 de abril, há 23 dias. O bando, estimado entre 16 a 20 bandidos, invadiu a cidade e tentou explodir o cofre da empresa Brinks, que fica na sede da Polícia Militar. Eles estavam fortemente armados, com fuzis capazes de derrubar até helicópteros. Os explosivos não funcionaram e o bando teve que fugir sem levar dinheiro algum do roubo planejado. Desde então, as buscas pelos bandidos começaram. Cerca de 350 policiais de MT, GO, PA, MG e TO compõem uma força-tarefa em busca pelo grupo. São 130 policiais só de Mato Grosso. Até o momento, 17 bandidos foram mortos em confrontos com as Forças de Segurança na região da fronteira entre Mato Grosso e Tocantins. Com eles, foram apreendidos diversos fuzis, munições e outros armamentos de grosso calibre. A estimativa das forças de segurança é de que dois bandidos continuam escondidos na mata, na região do município de Marianópolis (TO). A caçada continua.

16º bandido morto após ataque em Confresa era de SP e estava com fuzil semiautomático

access_time10/05/2023 07:28

Um fuzil semiautomático foi encontrado com o 16º bandido morto em confronto com as forças de segurança, na noite de segunda-feira (08), na região de Pium, no Tocantins. A troca de tiros ocorreu durante a Operação Canguçu, que caça os criminosos que participaram do ataque a Confresa, no dia 9 de abril. A caçada completa um mês nesta quarta-feira, dia 10. O criminoso é natural do estado de São Paulo e já foi identificado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) de Tocantins, que não divulgou o nome. O corpo foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML), onde passou por exame de necropsia. A família já foi informada e providencia o deslocamento do cadáver. A troca de tiros aconteceu entre o povoado Café da Roça e a fazenda Jan, em Pium. O criminoso foi baleado e chegou a ser encaminhado a uma unidade de saúde, mas morreu. Durante o confronto, o bandido utilizou um fuzil semiautomático, modelo DPMS LR-308 AR-10. No dia 1° de maio, um fuzil de modelo belga que pertence à Polícia Militar de São Paulo também foi apreendido com um dos criminosos mortos durante a operação. A arma é utilizada apenas pelas Forças de Segurança do estado e possui o brasão da polícia. Outros armamentos de grosso calibre, como fuzis, munições e granadas, foram apreendidos após serem abandonados pelos criminosos às margens do rio Javaés, perto do Centro de Pesquisa Canguçu, da Universidade Federal do Tocantins (UFT). Cerca de 350 policiais de MT, GO, PA, MG e TO compõem uma força-tarefa em busca pelo grupo. Até agora, 16 bandidos foram mortos em confronto e outros três foram presos.

Força Tática mata mais um bandido que aterrorizou Confresa; oito já morreram

access_time27/04/2023 08:42

Mais um dos criminosos envolvidos no ataque a um quartel da Polícia Militar e uma transportadora de valores da cidade de Confresa foi morto em confronto com homens da Força Tática de Mato Grosso, nas proximidades da cidade de Marianópolis, em Tocantins, na madrugada desta quinta-feira (27). O corpo foram encaminhados para a identificação com a Polícia Civil e a Perícia Técnica. Outros dois bandidos conseguiram fugir e retornaram para a região de mata fechada. Todos eles estavam armados com fuzis; uma das armas foi apreendida. O Batalhão de Operações Especiais (Bope) da Polícia Militar de Mato Grosso deve adentrar à mata nas próximas horas, dando sequência à caçada aos bandidos que aterrorizaram o Norte do Estado. Até o momento, 8 criminosos foram mortos e 2 foram presos. As autoridades calculam que cerca de outros 8 criminosos ainda estejam escondidos na região. No dia 9 de abril (domingo), o grupo armado invadiu uma base da Polícia Militar na cidade e fez um policial como refém. Em seguida, explodiram o muro e invadiram a sede da seguradora Brinks para roubar dinheiro do local. Os criminosos foram embora causando pânico na população, deixando para trás carros incendiados e atirando para cima. Assim que as imagens começaram a circular nas redes sociais, o Governo do Estado determinou o envio de reforço policial para reestabelecer a ordem pública no município. Após a tentativa de assalto, o bando fugiu para a cidade de Santa Terezinha, onde acabou entrando em confronto com uma equipe da Força Tática. Houve troca de tiros e a quadrilha conseguiu escapar para a aldeia indígena Itxalá. Em seguida, fugiram para o Estado de Tocantins, onde estão cercados em uma região de mata fechada. A operação conta com o apoio das polícias de Goiás, Tocantins, Pará e Minas Gerais.

Bandido que aterrorizou Confresa é morto em confronto com a PM

access_time11/04/2023 07:49

Um dos bandidos que aterrorizou Confresa nesse domingo (09) morreu em confronto com a Polícia Militar de Tocantins, na noite dessa segunda-feira (10), na região do município de Pium, na divisa entre Mato Grosso e Tocantins. A Polícia Militar fazia patrulhas pela região conhecida como “Canguçu”, em Pium, quando encontrou o criminoso. Ele correu para dentro da mata e foi perseguido pelos agentes. Neste momento aconteceu o confronto e o bandido foi atingido e morreu no local. Com ele foi encontrado um vasto material bélico, como dois fuzis ponto 50, munições, capacete balístico e colete à prova de balas. Também foi localizado um motor de popa e galões de gasolina. O bando já havia trocado tiros com a Polícia Militar em Tocantins, também na região de divisa. Na ocasião, o confronto foi de agentes da Força Tática e da Patrulha Rural daquele estado, que enfrentaram os criminosos. Nenhum policial se feriu. O bando se dividiu e as equipes locais estão fazendo o cerco da área, com o apoio do Bope e da Polícia Civil de Tocantins, além das Polícias Civil e Militar de Mato Grosso. O Bope e a PM de Goiás também foram colocados à disposição pelo governador Ronaldo Caiado (União). A ação dos criminosos O grupo fortemente armado invadiu uma base da Polícia Militar em Confresa e fez um policial como refém. Em seguida, explodiram o muro e invadiram a sede da seguradora Brinks para roubar dinheiro do local. Informações apontam outros ataques coordenados nas unidades de segurança pública e os indivíduos fugiram em direções diferentes para despistar a polícia. Os criminosos foram embora causando pânico na população, deixando para trás carros incendiados e atirando para cima. Após a tentativa de assalto, o bando fugiu para a cidade de Santa Terezinha, onde acabou entrando em confronto com uma equipe da Força Tática. Houve troca de tiros e a quadrilha conseguiu escapar para a aldeia indígena Itxalá. Naquela região a quadrilha abandonou os veículos que usavam para a fuga, uma Toyota SW4 e uma Land Rover Range Rover Sport. Em um dos carros, os policiais encontraram muitas marcas de sangue, o que leva a crer que os criminosos estão feridos. Nenhum policial foi atingido no confronto. Em nota o Governo do Estado disse que “todos os esforços estão sendo efetivados para prender os criminosos, porque o Governo tem tolerância zero contra o crime organizado”.

Bando que aterrorizou Confresa troca tiros com a PM de Tocantins na divisa com MT

access_time10/04/2023 17:50

A Polícia Militar do Tocantins entrou em confronto, na tarde desta segunda-feira (10), com alguns dos bandidos armados que tentaram invadir o quartel da 27ª Companhia Independente de Polícia Militar de Confresa, no domingo (09). Segundo o comandante-geral da PM de Mato Grosso, coronel Alexandre Mendes, a troca de tiros entre os agentes e os criminosos aconteceu na divisa entre Mato Grosso e Tocantins, porém do lado do estado tocantinense. Agentes da Força Tática e da Patrulha Rural daquele estado enfrentaram os criminosos. Nenhum policial ficou ferido na ação. Ainda conforme o comandante, um dos bandidos se feriu, mas continua em fuga com o bando. Equipes do Batalhão de Operações Especiais (Bope) de Mato Grosso estão indo de helicóptero para o local. Os bandidos tentaram invadir o quartel para assaltar a empresa Brinks, porém, fugiram sem levar nada. Ainda de acordo com informações seriam cerca de 15 criminosos. Eles utilizaram embarcações para fugir pelo Rio Araguaia, sentido a Santa Terezinha. A Secretaria de Segurança Pública (Sesp) enviou reforços, com unidades do Bope, Rotam, Força Tática e helicópteros do Ciopaer. Cerco está sendo feito nas rodovias em torno das cidades de Confresa, Porto Alegre do Norte e Vila Rica. As equipes do policiamento especializado e de operações especiais do interior e da capital se deslocaram, por via aérea e terrestre, para reforçar as ações de segurança no local. Policiais da Força Tática já estão no município. Segundo o secretário de Segurança Pública, Coronel Roveri, a pasta está em contato com os governos do Pará, Tocantins e de Goiás para que fechem a fronteira e impeçam a fuga dos criminosos, que no momento estão escondidos em um território indígena na região. “O governador fez contato com esses governadores solicitando apoio para que fechemos as nossas fronteiras. Mato Grosso com Tocantins, Pará e também pelo estado de Goiás. Estamos recebendo um apoio também desses estados”, disse Roveri. Segundo o secretário, o estado de Tocantins disponibilizou uma base policial na região da fronteira com Mato Grosso, além de atuar com aeronave e embarcações por toda a região da fronteira.