anuncie aqui
Notícias recentes
Nove países estão sob alto risco de transmissão de ebola, diz OMS

Nove países estão sob alto risco de transmissão de ebola, diz OMS

access_time25/05/2018 14:14

Pelo menos nove países africanos foram avisados que estão sob alto risco de transmissão de ebola em

Família do jogador Valdívia é mantida refém por 4 horas durante roubo a residência em MT

Família do jogador Valdívia é mantida refém por 4 horas durante roubo a residência em MT

access_time16/05/2018 18:48

A família do jogador Valdívia, do São Paulo, foi mantida refém por quatro horas durante um assalto a

Presidente da Itália indica ex-diretor do FMI como premiê interino para formar governo

Presidente da Itália indica ex-diretor do FMI como premiê interino para formar governo

access_time28/05/2018 07:33

O presidente da Itália, Sergio Matterella, indicou o ex-diretor do Fundo Monetário Internacional Car

Notícias com a tag: corinthians

Corinthians sai na frente, mas cede empate para Santos no clássico

access_time07/06/2018 08:19

Corinthians e Santos empataram por 1 a 1 na noite desta quarta-feira (6), no Itaquerão. Roger chegou a dar esperança para a torcida da casa, mas Victor Ferraz deixou tudo igual pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na próxima rodada, a penúltima antes da parada para a Copa do Mundo, o Corinthians enfrenta o Vitória, no sábado, também em Itaquera. Já o Santos pega o Internacional, no domingo, na Vila Belmiro. O Corinthians tratou de ser mais agressivo logo no início do segundo tempo. Aos seis minutos, Rodriguinho cruzou na pequena área e Roger, como autêntico camisa 9, tocou para o fundo das redes. O primeiro gol do atacante em Itaquera só poderia terminar nos braços da torcida na comemoração. O Santos, no entanto, não se intimidou com a pressão adversária e também foi para cima. O gol de empate saiu aos 29 minutos depois de belo cruzamento de Rodrygo. O jovem lançou na área e encontrou Victor Ferraz na segunda trave. Na comemoração, cartão amarelo por uma possível provocação aos reservas do Timão. A partir do empate, o jogo ficou mais aberto. Os jovens Pedrinho e Rodrygo, que vinham tendo boas atuações, tiveram ótimas oportunidades de gol, mas desperdiçaram e não mudaram o placar. Com o resultado, o Corinthians foi a 15 pontos, cinco a mais que o Santos. Os dois times seguem na metade da tabela. CORINTHIANS 1 X 1 SANTOS Local: Arena Corinthians, São Paulo (SP) Data-Hora: 06/06/2018 - 20h Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG) Assistentes: Guilherme Dias Camilo (MG) e Rodrigo Figueiredo Henrique Correa (RJ) Público/renda: 27.586 pagantes / R$ 1.249.919,56 Cartões amarelos: Roger (COR), Victor Ferraz e Lucas Veríssimo (SAN) Gols: Roger (6'/2ºT) (1-0), Victor Ferraz (29'/2ºT) (1-1) CORINTHIANS: Walter; Mantuan, Balbuena, Henrique e Sidcley; Gabriel e Maycon; Pedrinho (Mateus Vital, aos 38'/2ºT), Rodriguinho e Ángel Romero; Roger (Sheik, aos 37'/2ºT). Técnico: Osmar Loss. SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Dodô; Diego Pituca, Renato e Jean Mota; Gabriel (Léo Cittadini, aos 33'/2ºT), Sasha (Bruno Henrique, aos 37'/2ºT) e Rodrygo. Técnico: Jair Ventura

Flamengo vence Corinthians e abre quatro pontos na liderança do Brasileirão

access_time03/06/2018 17:59

LÍDER DE RESPEITO O Flamengo venceu o Corinthians por 1 a 0 na tarde deste domingo, no Maracanã, e disparou na liderança do Campeonato Brasileiro. O único gol do jogo foi marcado por Felipe Vizeu, aos 34 minutos do segundo tempo. Para manter os quatro pontos de vantagem para o segundo colocado ao fim da nona rodada, o Fla tem que torcer para o Fluminese não vencer o Paraná, na segunda-feira, em Curitiba. O Timão, que começou a rodada na terceira posição, saiu do G-6 – veja aqui a tabela. POLÊMICA NO FIM Passados 50 minutos do segundo tempo, o Corinthians bateu um escanteio na área do Flamengo. Depois de uma bate-rebate, Rodinei tentou afastar a bola. Neste momento, o árbitro gaúcho Anderson Daronco, que tinha dado cinco minutos de acréscimo, apitou o fim da partida. Só que a bola sobrou para Roger, com condições de finalizar contra Diego Alves. Enquanto os jogadores rubro-negros comemoravam a vitória, os alvinegros foram reclamar inutilmente com o juiz. ALTOS E BAIXOS Aos 22 do segundo tempo, Felipe Vizeu entrou no lugar de Henrique Dourado, que completou nove jogos sem gol, e garantiu a vitória do Fla depois de 12 minutos (veja abaixo). No Timão, Roger entrou ainda no primeiro tempo, mas passou em branco. No fim, até Kazim foi para a partida – ele não jogava desde 11 de março. CHEGA PRA LÁ! Aos 9 minutos do primeiro tempo, com o jogo parado por causa de uma falta, Jonas chutou a bola com força, que bateu em Maycon, caído no gramado. Gabriel não gostou e foi peitar o volante rubro-negro, que recebeu o cartão amarelo. SAI DA FRENTE! Aos 16 minutos do segundo tempo, Diego tentou passe para Paquetá, mas Anderson Daronco apareceu na frente da jogada. A bola bateu no árbitro, que, na sequência, marcou falta para o Corinthians e irritou os rubro-negros. PRIMEIRO TEMPO Nos primeiros 30 minutos quase só deu Flamengo. Atacado por todos os lados – Rodinei pela direita, Diego-Vinicius Junior pela esquerda e Paquetá pelo meio –, o Corinthians só fez segurar a pressão. A posse de bola rubro-negra bateu em 83%, mas, com muitos cruzamentos para a área, não virou gol. Foi justamente aos 30 que o Timão chegou com mais perigo, em chute de Jadson de fora da área, e o jogo mundou. O meia alvinegro sentiu a parte posterior da coxa direita e teve que sair. Roger passou a ocupar a área adversária, com Rodriguinho mais recuado, e as ações se equilibraram. SEGUNDO TEMPO A volta para a etapa final mostrou um panorama parecido: mesmo sem o ímpeto do início do jogo, o Flamengo jogava no campo de ataque. A questão era que a maioria das jogadas parava em Henrique Dourado. Aos 22 minutos, o centroavante deixou um cruzamento passar: foi a senha para a torcida rubro-negra se irritar de vez. Maurício Barbieri chamou Felipe Vizeu no mesmo instante e fez a troca no comando de ataque. Osmar Loss também tentou mudar, com Marquinhos Gabriel no lugar do Pedrinho, mas continuou pressionado. Aos 34 minutos, Walter fez grande defesa em chute de Paquetá, mas a bola sobrou para Vizeu abrir o placar.