Kurupí
Notícias recentes
Policiais que impediram suicídio em Matupá receberam Moção de Aplausos da Câmara Municipal

Policiais que impediram suicídio em Matupá receberam Moção de Aplausos da Câmara Municipal

access_time16/10/2018 09:09

A Sessão da Câmara Municipal de Matupá dessa segunda-feira (15-10), foi marcada por homenagem a três

Frota Municipal da Educação está passando por manutenção geral

Frota Municipal da Educação está passando por manutenção geral

access_time29/01/2020 11:10

A Secretaria Municipal de Educação de Peixoto de Azevedo está realizando a revisão e manutenção prev

Delegacia de Colíder e Garra de Alta Floresta prendem suspeitos com armas de fogo

Delegacia de Colíder e Garra de Alta Floresta prendem suspeitos com armas de fogo

access_time24/05/2018 11:13

A Delegacia de Colíder, em conjunto com o Grupo Armado de Resposta Rápida (Garra) de Alta Floresta,

Notícias com a tag: economia

FMI eleva perspectiva de crescimento do Brasil em 2020 após reforma da Previdência

access_time20/01/2020 11:20

O Fundo Monetário Internacional (FMI) elevou sua perspectiva de crescimento do Brasil em 2020, o que ajudou a conter a pressão negativa de México e Chile sobre a estimativa para a América Latina. Na revisão de seu relatório Perspectiva Econômica Global, divulgada nesta segunda-feira, o FMI passou a ver um crescimento de 2,2% do Brasil neste ano, 0,2 ponto percentual a mais do que no relatório de outubro. Para 2019 também houve melhora da projeção, de 0,3 ponto, a 1,2%. O IBGE divulga os dados do Produto Interno Bruto (PIB) do quarto trimestre e do ano de 2019 em 4 de março. De acordo com o FMI, a revisão para cima da estimativa para este ano deve-se “à melhora do sentimento após a aprovação da reforma da Previdência e à redução dos problemas de oferta no setor de mineração”. As perspectivas melhores para o Brasil compensaram revisões para baixo do crescimento do México em 2020 e 2021, entre outros motivos pela fraqueza contínua do investimento, além de uma forte redução para o Chile após manifestações sociais. Agora, a estimativa de crescimento da América Latina é de 1,6% em 2020 e 2,3% em 2021, respectivamente cortes de 0,2 e 0,1 ponto percentual. Para os mercados emergentes e em desenvolvimento, o FMI prevê expansão de 4,4% em 2020 e 4,6% em 2021, ante os 3,7% estimados para 2019. As contas para este ano e o próximo, entretanto, foram reduzidas em 0,2 ponto percentual cada em relação ao prognóstico de outubro.

Mato Grosso atinge a marca de R$ 2,1 bilhões recolhidos em tributos nos primeiros 17 dias de 2020

access_time20/01/2020 11:03

Nos primeiros 17 dias do ano, os mato-grossenses já pagaram em tributos mais de R$ 2,1 bilhões aos cofres públicos. O Boletim Impostômetro, feito pela Fecomércio-MT na sexta-feira (17), lembra que os brasileiros devem passar 153 dias do ano trabalhando só para pagar todos os tributos municipais, estaduais e federais. No país, os contribuintes já desembolsaram mais de R$ 140 bilhões, ou seja, Mato Grosso corresponde a 1,25% do total arrecadado em todo o território nacional. O Impostômetro considera todos os valores arrecadados pelas três esferas de governo a título de tributos, que são os impostos, as taxas e as contribuições, incluindo as multas, juros e correção monetária cobradas. Ainda de acordo com o Impostômetro, Mato Grosso arrecadou em 2019 o valor de R$ 36.728 bilhões. Já o país atingiu a marca de R$ 2,5 trilhões de reais no ano. O montante, se fosse aplicado na poupança, renderia de juros quase R$ 337 mil por minuto. A Fecomércio-MT lembra à população de Cuiabá e região que eles também podem acompanhar o montante arrecadado segundo a segundo pelo site ou no telão instalado em frente à sede da entidade, localizado na avenida Historiador Rubens de Mendonça, no Centro Político Administrativo (CPA), na capital.