Spigreen
Notícias recentes
Adolescentes com sobrepeso têm risco elevado de doença cardiovascular

Adolescentes com sobrepeso têm risco elevado de doença cardiovascular

access_time16/05/2019 09:01

Adolescentes com sobrepeso apresentam o mesmo risco de doença cardiovascular que jovens obesos, most

DF tem paciente curada após ser infectada por novo coronavírus

DF tem paciente curada após ser infectada por novo coronavírus

access_time25/03/2020 07:24

A advogada brasiliense Daniela Teixeira recebeu uma ótima notícia nesta semana quando soube que seu

Enviado de Trump vem dar ordens sobre Cuba, Nicarágua e Venezuela

Enviado de Trump vem dar ordens sobre Cuba, Nicarágua e Venezuela

access_time30/12/2018 14:18

O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse hoje (30) que o presidente eleito Jair Bols

Notícias com a tag: educacao

Governador sanciona lei que reconhece educação como serviço essencial

access_time12/05/2021 09:58

O governador Mauro Mendes (DEM) sancionou o projeto de lei 21/2021 que considera a educação como essencial em Mato Grosso, no entanto, vetou um trecho do PL que condiciona o retorno das aulas presenciais à imunização de todos os profissionais das escolas, o que engloba professores e técnicos. A sanção ao projeto de lei aprovado pela Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) que circulou na segunda-feira (10). A ALMT aprovou por maioria, em sessões realizadas em março deste ano, o Projeto de Lei nº 21/2021, do deputado Elizeu Nascimento (PSL), que reconhece as atividades educacionais, escolares e afins como essenciais para o estado de Mato Grosso. Pelo projeto aprovado, somente fica autorizado o retorno das aulas presenciais na educação estadual quando comprovada a imunização de todos os profissionais que compõem a rede. Com isso, as atividades escolares nas esferas municipais, estaduais e federais, relacionadas à educação básica, educação de jovens e adultos (EJA), ensino técnico e ensino superior passaram a ser reconhecidas como essenciais. Porém, agora começa um novo desafio para os parlamentares: derrubar o veto do trecho do PL que condiciona o retorno das aulas presenciais à imunização de todos os profissionais das escolas, o que engloba professores e técnicos. Ainda conforme a proposição aprovada, ficam reconhecidas como essenciais as atividades educacionais, nas modalidades presenciais, à distância e híbridas, nas esferas municipais, estaduais e federais, relacionadas à educação básica, educação de jovens e adultos, ensino técnico e ensino superior no período que perdurar a pandemia da Covid-19. Como atividades essenciais, não estão sujeitas à suspensão ou à interrupção, devendo observar as seguintes medidas de biossegurança: I - utilização de máscara em todos os ambientes escolares por alunos, colaboradores e qualquer pessoa que adentrar na unidade; II - distanciamento de 1,5m entre as carteiras/mesas das salas de aula; III - escalonamento do horário de intervalo entre as turmas para evitar aglomerações; V - disponibilização de álcool em gel em todos os ambientes da escola (salas, pátio e banheiros); VI - suspensão das atividades físicas coletivas; VII - medição da temperatura dos alunos diariamente na entrada da unidade escolar; IX - higienização periódica e diária de banheiros, portas, maçanetas e corrimões da unidade escolar; X - escalonamento do horário de início e término das aulas para saída dos alunos sem aglomeração; XI - fixação de cartazes na escola indicando o fluxo de passagem dos alunos nas laterais dos corredores. § 2º Fica garantido o funcionamento dos setores referentes às atividades aqui reconhecidas com capacidade mínima de 30% (trinta por cento), ocorrendo o retorno gradual das atividades presencia § 3º Assegura-se o direito dos pais e responsáveis de optarem pela modalidade educação à distância na educação básica, se disponível. Retorno O planejamento para retorno das aulas presenciais nas escolas públicas estaduais foi debatido em audiência virtual promovida pelo Núcleo de Defesa da Cidadania do Ministério Público do Estado de Mato Grosso nesta terça-feira (11). O secretário adjunto Executivo de Educação de Mato Grosso, Amauri Fernandes, explicou que existe uma previsão de retomada das atividades no início de junho, porém, a definição da data depende de novas avaliações da situação epidemiológica do estado e a definição de parâmetros que sejam seguidos por toda a rede. Segundo Fernandes, o plano que define como o retorno acontecerá está pronto, com regras de biossegurança definidas, profissionais alocados, escolas preparadas. De acordo com ele, a ideia inicial é o retorno priorizando os anos iniciais, com 30% do ensino presencial não obrigatório, alternando a presença dos alunos. Ele também destacou que 15 municípios já retornaram às aulas no sistema híbrido, porém, de maneiras diferentes.

Inep anuncia realização do Enade em novembro

access_time26/04/2021 16:57

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) anunciou a intenção de aplicar o Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) para alunos dos 30 cursos que compõem o chamado Ano II do Ciclo Avaliativo em novembro deste ano. A prova deveria ter sido aplicada no dia 22 de novembro de 2020, mas foi adiada com o aval da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (Conaes) devido às restrições impostas pela pandemia da covid-19 e os consequentes impactos da crise sanitária no cronograma de aulas das instituições de ensino superior de todo o país. De acordo com o presidente da Conaes, o professor da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), Mário César Barreto Moraes, a proposta de aplicar a prova para cerca de 470 mil estudantes de cursos do chamado Ciclo II foi aprovada na última reunião da comissão, na quinta-feira (22) passada. “Isso foi aprovado na reunião da Conaes, junto com a presidência do Inep”, disse Moraes à Agência Brasil, explicando que a ata da reunião ainda precisa ser aprovada, o que, segundo ele, é mera questão de formalidade. Consultado pela Agência Brasil, o Inep confirmou o cronograma por meio de sua assessoria. Contudo, a autarquia vinculada ao Ministério da Educação fez uma ressalva: a data pode voltar a ser alterada em função da evolução da crise sanitária decorrente da pandemia da covid-19. O edital deve ser publicado em junho. Aplicado desde 2004, o Enade avalia o rendimento dos concluintes dos cursos de bacharelado e superiores de tecnologia em relação às diretrizes curriculares, bem como o desenvolvimento de competências e habilidades necessárias à formação geral e profissional e o nível de atualização dos estudantes em relação à realidade brasileira e mundial. No ano passado, cerca de 470 mil estudantes de cursos vinculados a 30 diferentes áreas que compõem o chamado Ano II do Ciclo Avaliativo do exame deveriam ter participado das provas. Dezessete cursos de licenciatura, dez de bacharelado e três de tecnologia devem ser avaliados na aplicação do Enade ao Ano II do Ciclo Avaliativo. São eles: Licenciatura - Artes visuais - Ciência da computação - Ciências biológicas - Ciências sociais - Educação física - Filosofia - Física - Geografia - História - Letras – inglês -  Letras – português - Letras – português e espanhol - Letras – português e inglês - Matemática - Música - Pedagogia - Química Bacharelado - Ciência da computação - Ciências biológicas - Ciências sociais - Design - Educação física - Filosofia - Geografia - História - química - Sistemas de informação Tecnológico - Tecnologia em análise desenvolvimento de sistemas - Tecnologia em gestão da tecnologia da informação - Tecnologia em redes de computadores

Governo prorroga prazo de inscrição do Enem até dia 27

access_time22/05/2020 13:32

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, anunciou a prorrogação do prazo de inscrição para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 para a próxima quarta-feira (27). Pelo calendário inicial, as data limite para os estudantes se inscreverem era hoje (22). Decidimos prorrogar o prazo das inscrições do Enem até 23h59 de quarta-feira, 27 de maio. Os boletos da taxa da prova poderão ser pagos até 28/05. Os candidatos devem ficar atentos à confirmação da inscrição na Página do Participante, do @inep_oficial. — Abraham Weintraub (@AbrahamWeint) May 22, 2020 As inscrições começaram no último dia 11 e podem ser feitas por meio da página do Enem na internet. De acordo com Weintraub, mais de cinco milhões de estudantes já se inscreveram para a prova até a manhã desta sexta-feira (22). “Como já anunciei, os candidatos inscritos serão ouvidos, em junho, pela Página do Participante, do Inep [Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira]. Eles, os interessados, vão escolher quando fazer a prova”, explicou o ministro, em outra publicação no Twitter. Na quarta-feira (20), o Ministério da Educação anunciou o adiamento do Enem por algo entre 30 a 60 dias, em razão dos impactos ocasionados na sociedade pela pandemia de covid-19. As provas impressas estavam previstas para serem aplicadas em 1º e 8 de novembro e as provas do Enem digital para os dias 22 e 29 de novembro. A estrutura dos dois exames será a mesma. Serão aplicadas quatro provas objetivas, constituídas por 45 questões cada, e uma redação em língua portuguesa. A redação será manuscrita, em papel, nas duas modalidades. Durante o processo de inscrição, o participante deverá selecionar uma opção de língua estrangeira - inglês ou espanhol. Neste ano, será obrigatória a inclusão de uma foto atual do participante no sistema de inscrição, que deverá ser utilizada para procedimento de identificação no momento da prova. O valor da taxa de inscrição é de R$ 85 e deverá ser pago até 28 de maio. Quem tem direito à gratuidade da taxa de inscrição, por se enquadrar nos perfis previstos nos editais do Enem, terá a isenção automática, a partir da análise dos dados declarados no sistema. A regra se aplica, inclusive, aos isentos em 2019 que faltaram aos dois dias de prova e não tenham justificado ausência. De acordo com o Inep, a medida beneficia quem teve dificuldades em realizar a solicitação de isenção devido às restrições impostas pelo isolamento social decretado em razão da pandemia de covid-19.

Unemat suspende aulas de 23 mil alunos como medida de prevenção ao coronavírus

access_time17/03/2020 09:07

A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) anunciou, nessa segunda-feira (16), a suspensão das aulas para os 23 mil alunos nos 13 campi da instituição. A medida, segundo a Unemat, é como forma de prevenção ao novo coronavírus. A suspensão ocorre como adequação ao decreto do governo de Mato Grosso, que suspendeu aulas e eventos com mais de 200 pessoas no estado por causa do coronavírus. De acordo com a Unemat, as atividades foram suspensas a partir desta terça-feira (17) até o dia 5 de abril. O retorno das aulas estava previsto para o dia 23 deste mês. Além das aulas, as atividades administrativas também foram suspensas pelo mesmo período. A reposição das aulas será definida em outro momento pela Unemat. Outras medidas O Tribunal de Contas de Mato Grosso (TCE-MT) cancelou todos os eventos que estavam programados para a próxima semana. São eles: Ouvidoria Day, que aconteceria na segunda-feira (16), na Escola Superior de Contas, além de Consciência Cidadã e Gestão Eficaz, programados para os dias 19 e 20, em Sinop. Entre as medidas tomadas no estado em razão da pandemia de coronavírus pelo mundo está a suspensão parcial das cirurgias eletivas realizadas no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC), para que os leitos fiquem à disposição de pacientes vítimas do coronavírus. O Ministério Público Estadual (MPE) permitiu que membros, servidores e estagiários do órgão que retornarem de quaisquer países atingidos por contaminação do Coronavírus (SARS – CoV-2) ou que tiverem contato com pessoas que passaram por essas localidades possam exercer as atividades funcionais em regime excepcional de teletrabalho, durante 14 dias, contados da data do retorno ou do contato. O 65º concurso Miss Mato Grosso 2020 foi adiado por conta do avanço do coronavírus no país. O anúncio foi feito pela coordenação do evento neste sábado (14). O concurso ocorreria no dia 20 de março em Cuiabá. Universidades públicas e privadas de Cuiabá e Várzea Grande, região metropolitana, suspenderam as aulas como forma de prevenção a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Em algumas instituições de ensino, a suspensão está prevista até o dia 23. Já em outras o tempo é indeterminado. Conforme decreto do governo, nessa segunda-feira (16), as aulas da rede estadual, municipal e do ensino superior do estado devem ser canceladas a partir da próxima segunda-feira (23). Eventos com público maior de 200 pessoas também foram suspensos. O Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) suspendeu prazos e audiências como medida de prevenção ao coronavírus no estado. Os prazos e atos processuais estão suspensos pelo prazo de 15 dias, salvo as medidas urgentes ou aqueles envolvendo adolescentes em conflito com a lei, com internação provisória decretada. A Associação Mato-grossense dos Transportadores Urbanos (MTU) está orientando passageiros e funcionários a adotarem medidas para conter a disseminação do novo coronavírus (Covid-19), em Cuiabá e Várzea Grande, região metropolitana, apesar de o estado não ter nenhum caso de pessoas infectadas pelo vírus confirmado. A Câmara Municipal de Cuiabá anunciou, na tarde dessa segunda-feira (16), uma série de medidas temporárias e emergenciais para evitar o contágio pelo Novo Coronavírus (COVID-19) pela população de Cuiabá e pelos servidores da Casa de Leis.

Matrículas web para novos alunos da rede estadual de ensino começam nesta 3ª em MT

access_time03/03/2020 07:28

A segunda etapa de matrículas web nas unidades escolares da rede estadual de ensino para alunos novos inicia nesta terça-feira (3) e encerra na segunda-feira (9). Os pais precisam ficar atentos para o preenchimento do cadastro que é obrigatório, para assim efetuar a matrícula em escolas que iniciarão o ano letivo em 23 de março de 2020. As matrículas web, bem como o cadastro de usuário, devem ser realizados no site. Com o cadastro feito, o pai ou responsável recebe um login e uma senha. Mas a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) recomenda que essa etapa seja concluída o quanto antes, para ganhar em agilidade. O processo de matrícula web ocorrerá, exclusivamente, nas unidades escolares que terão as matrículas solicitadas pela internet. A portaria contempla a relação de todas as escolas que terão matricula web. Entende-se por alunos novos, aqueles que não constam na unidade escolar no término do ano letivo de 2019, como os que ingressarão no ensino fundamental e médio, os transferidos de qualquer rede de ensino, bem como os alunos que apresentam situação de desistente ou abandono no sistema SigEduca, módulo Gestão Educacional (GED). Para os pais que não dispõem de computador em casa, a Seduc disponibilizará, no auditório, terminais de acesso. Técnicos do Núcleo de Dados e Informações Estatísticas da Seduc estarão à disposição para orientar os pais ou responsáveis para efetuar a matrícula web. Esse suporte segue disponível até a data limite da matrícula (09.03). Algumas escolas regulares, especializadas, do campo, quilombolas, indígenas e Centros de Educação de Jovens e Adultos (Cejas) não participam da matricula web. Cadastro do usuário Antes de solicitar a matrícula web é preciso fazer o cadastro do usuário no site. O cadastro é a primeira fase do processo para as matrículas web de alunos novos nas escolas estaduais. Ao fazer o cadastro, o sistema gerará o login e a senha de acesso do usuário, que deverá ser usado para fazer a matrícula. Solicitação e confirmação A 2ª etapa, após o cadastro, compreende dois momentos simultâneos que é a solicitação de matrícula web, sendo que, ao confirmar a solicitação, o sistema emitirá uma ficha com as informações cadastradas. A segunda fase é a confirmação da solicitação de matrícula web, que será na unidade escolar, com data e horário de atendimento constante na ficha de solicitação. A matrícula só será efetivada quando validada pela unidade escolar. O horário de atendimento para confirmação da matrícula nas escolas que atendem nos três turnos será das 7h às 19h e nas que atendem dois turnos, das 7h às 18h30. O aluno maior de idade ou o pai e responsável pelo aluno menor de idade deverão comparecer na unidade escolar de opção para confirmação da matrícula, munidos dos documentos exigidos na portaria. Inscrições começam na próxima semana — Foto: Jonathan Lins/G1

Sistema Positivo chega a 2.633 alunos atendidos em Peixoto de Azevedo

access_time18/10/2018 17:37

Em seu primeiro ano da implantação do Sistema de Ensino Positivo na rede pública do município o mesmo das melhores escolas particulares do Brasil já chegou a 2.633 alunos atendidos com apostilas nas Escolas Municipais de Peixoto de Azevedo. São alunos atendidos da educação infantil a partir de 2 anos até o 5º (quinto) ano do ensino fundamental nas escolas municipais da zona urbana, rural e indígenas. Vanessa Fernandes Consultora da Editora Positivo esteve visitando o município fazendo um acompanhamento pedagógico para dar apoio as necessidades que o Sistema de ensino Aprende Brasil vier apresentar no município. Em reunião na manhã desta quinta-feira (18) da Consultora Vanessa com a Secretária Municipal de Educação Maria dos Santos e assessoras pedagógicas foi feita uma avaliação da implantação do Sistema Positiva do município bem como atualizado o número de alunos atendidos. A implantação do Sistema Positivo de ensino em Peixoto de Azevedo é uma determinação do Prefeito Maurício Ferreira e da vice Prefeita Benta Noleto para que os alunos da Rede pública do município tenham as mesmas condições de estudo do que alunos da Rede Particular.

Cartão de confirmação do Enem 2018 será divulgado na segunda

access_time18/10/2018 07:39

Os 5,5 milhões de estudantes que estão com a inscrição confirmada no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) vão poder checar seu local de provas nesta segunda-feira (22). Essa é a data em que o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) vai liberar o acesso ao cartão de confirmação do Enem 2018. As provas acontecem nos dias 4 e 11 de novembro, dois domingos consecutivos. Veja abaixo as perguntas e respostas sobre o cartão de confirmação: Para que serve o cartão de confirmação? É o documento que confirma a inscrição de cada candidato no Enem, e traz os detalhes sobre o local de provas. Além do nome da rua e número do edifício, o cartão também informa, por exemplo, o número da sala em que cada estudante fará o exame. Como posso acessar o cartão de confirmação? Apenas pela internet. O cartão de confirmação ficará disponível para consulta a partir de segunda pelo site https://enem.inep.gov.br/participante/. O acesso é individual, ou seja, é preciso inserir os dados pessoais e a senha para poder verificar o local de provas. Preciso levar o cartão de confirmação no dia do Enem? O Inep afirma que não é obrigatório apresentar o cartão de confirmação no dia do exame, mas ele recomenda que todos os candidatos imprimam e levem o documento, porque ele facilita o acesso às informações e evitar confusões com o endereço e os horários da prova.