anuncie aqui vermelho
Notícias recentes
STJ mantém decisão que autoriza aéreas a cobrar bagagem despachada

STJ mantém decisão que autoriza aéreas a cobrar bagagem despachada

access_time25/04/2019 06:26

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu quarta-feira (24) que a Justiça Federal no Ceará deve j

Homem é executado com mais de quatro tiros

Homem é executado com mais de quatro tiros

access_time09/02/2021 12:24

Valter Pires Silva Brito, 36 anos, foi morto com ao menos quatro tiros na cabeça e no peito, ontem (

OEA estuda envio de comissão para investigar atentado na Venezuela

OEA estuda envio de comissão para investigar atentado na Venezuela

access_time09/08/2018 08:28

O secretário-geral da Organização dos Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, recomendou que o órgão

Notícias com a tag: escola

Estudante mato-grossense é medalha de ouro na Olimpíada Brasileira de Física

access_time10/09/2021 12:14

Representando a Escola Estadual Desmilton Armando Pompeu de Barros, de Colíder, Matheus Marinheiro Spontam, 18 anos, conquistou a medalha de ouro na Olímpiada Brasileira de Física. Foram 187 mil inscritos em todo país, sendo 1,1 mil de Mato Grosso. Realizada de forma virtual na quinta-feira (09.09), a solenidade de premiação, organizada pela Coordenação Estadual da OBFEP, reuniu os estudantes, professores e contou com a participação dos gestores escolares. Acumulando conquistas desde os 14 anos, quando ainda era aluno pela rede municipal, Matheus tem sido figura marcante nas competições. De lá para cá, entre competições de outras disciplinas, como matemática e química, Matheus conquistou o primeiro lugar do pódio em dois anos consecutivos: aos 16 anos na Olimpíada Brasileira de Física de Escolas Públicas (2019) e aos 17 anos na Olimpíada Brasileira de Física (2020), concorrendo também com alunos de escolas particulares. No ano passado, representou Mato Grosso nas seletivas da Olimpíada Internacional (IPhO), em 2020. “A importância das Olimpíadas são as políticas públicas que estão por trás do evento. O investimento em educação simboliza a abertura de muitas portas, podemos chegar a lugares que não pensávamos ser possível, conhecemos muitas pessoas e passamos a ter sonhos inimagináveis. Universidades passam a nos observar. A grandeza da competição revela muito além da satisfação pessoal. Agradeço a minha escola e a minha família por terem me oportunizado essa experiência”, reflete Matheus. Para a coordenadora da OBFEP, Clélia Neves, a entrega das medalhas simboliza o esforço dos alunos em alcançar os melhores resultados, ao mesmo tempo que incentiva novos estudantes da rede pública a participem das próximas edições. “A premiação de 2019 está ocorrendo somente agora em virtude da pandemia, mas não poderíamos deixar de demonstrar como estamos felizes com os resultados alcançados pelos estudantes. Não tivemos a edição de 2020, por isso esse reconhecimento, essa comemoração, se fez ainda mais importante”, destaca. Para o professor do medalhista de ouro, Helder Calvi Inocêncio, o resultado positivo no quadro de medalhas está relacionado ao desempenho das escolas públicas em aplicar a física à realidade no dia a dia dos estudantes. “Matheus é brilhante e esses são os resultados da sua dedicação e empenho. Isso mostra como pequenas mudanças no cotidiano incentivam nossos alunos a buscarem o melhor”, destaca o professor. Secretária adjunta de Gestão Educacional da Seduc, Alcimaria Ataides da Costa afirma que a conquista da medalha é um momento ímpar para a educação do Estado de Mato Grosso. “Que momento glorioso para os nossos estudantes e suas famílias, em especial para os estudantes da escola pública, quando precisamos reafirmar a importância da ciência. Esse sucesso acontece pela união alunos, famílias, profissionais e investimentos que caminham para melhoria da qualidade do ensino. É gratificante presenciar esse momento”. Entre os gestores, estiveram presente parabenizando a atuação dos estudantes da educação pública, o reitor substituto do Instituto Federal de Mato Grosso, Cristovam Albano, o Reitor da Universidade Federal de Mato Grosso Dr. Evandro Soares da Silva, Professor Dr. Edson Chagas do Instituto de Física UFMT, Professor Diretor Alceu Aparecido Cardoso do IFMT Campos Cuiabá e o Diretor Fabiano Joaquim, da Escola Estadual Desmilton Armando Pompeu de Barros, escola premiada pela atuação do estudante. Atualmente, Matheus é aluno bolsista integral do 3º ano do Ensino Médio da rede particular em Fortaleza (CE). O estudante tem focado seus estudos na preparação da sua carreira profissional. Com os olhos nas alturas, o colidense espera cursar Engenharia no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), em São José dos Campos- SP. Olímpiadas 2021 As Olimpíadas de 2021 já estão com as datas marcadas. E a primeira fase ocorrerá nos dias 21 e 22 de setembro. Confira o calendário de atividades e modalidades página do evento: http://www.sbfisica.org.br/~obfep/sobre-2021/

Secretário destaca esforço dos profissionais para retorno das aulas

access_time03/08/2021 06:59

As 728 escolas estaduais de Mato Grosso retomam as atividades, na modalidade híbrida, nesta terça-feira (03.08). Para marcar o fim do recesso escolar e o início do segundo semestre, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) e a prefeitura de Várzea Grande realizaram uma live na manhã desta segunda-feira (02.08). Amanhã, o acolhimento aos profissionais será com uma live transmitida ao vivo pelo canal da Seduc-MT no YouTube. “Hoje é um dia histórico. Com esforço de todos os profissionais da educação, pensando no que o estudante realmente precisa neste momento, retomaremos as atividades. Neste 1 ano e 4 meses com os alunos longe das salas de aulas, os professores se desdobraram para desenvolver as atividades. Mas a ciência já demonstrou que o ambiente escolar é seguro e nossas escolas estão preparadas. Vamos iniciar o processo de recuperação da aprendizagem”, destacou o secretário de Educação, Alan Porto. O secretário agradeceu o esforço de todos os profissionais da educação. “Professores, equipes gestoras, técnicos, apoios. Nosso sentimento, por todos vocês, é de gratidão por trabalharem muito para que este dia acontecesse da melhor forma possível”. Retorno confirmado A partir da quarta-feira (04.08), os alunos começam a voltar para as escolas, em sistema de revezamento que segue planejamento de cada unidade escolar. É o momento de conhecerem a escola, a nova rotina, como vão funcionar os protocolos de biossegurança que garantem o retorno seguro. Diretora da Escola Estadual Professora Arlete Maria da Silva, em Várzea Grande, Maria Fernanda Pacelli de Miranda Gazeta afirma que a unidade está 100% pronta para o retorno híbrido. Na unidade, 78% dos estudantes voltam para o sistema de revezamento. “Nesta terça e quarta-feira vamos nos reunir com os pais, detalhar todo o planejamento e já vamos entregar as máscaras. Na quinta e sexta receberemos os alunos em sistema de revezamento. Preparamos uma semana de orientação para as aulas iniciarem, efetivamente, na próxima semana”, explica a diretora. Maria Fernanda afirma que a expectativa dos profissionais é grande para o retorno. “A maioria dos profissionais, na Escola Arlete Maria da Silva, está ansiosa pelo retorno. Minha equipe faz educação por amor e a gente sabe que a escola, sem o coração batendo, que são as crianças, é uma escola morta. Estamos bem ansiosos com o retorno, preparados e muito felizes com este momento”. Na Escola Estadual Dr. Mário de Castro, no bairro Pedra 90, em Cuiabá, a expectativa também é grande. A diretora, Francislene Goya, explica que os alunos voltam na quarta e quinta-feira com acolhimento, seguindo orientações da Seduc. Apenas 139 estudantes, dos 1.891 matriculados, vão ficar na modalidade não presencial. Para os estudantes da unidade a expectativa é ainda maior, já que vão conhecer o novo prédio, inaugurado em março deste ano. Trata-se de um modelo padrão e será a primeira escola a adotar o programa Profissão 4.0. Assim como a Arlete Maria e a DR. Mário de Castro, todas as outras escolas de Mato Grosso receberam recursos do governo para adequarem a estrutura física e tecnológica, comprar materiais de biossegurança e higienização e iniciar o planejamento pedagógico para recuperar a aprendizagem dos estudantes. Uma força-tarefa da Seduc, na semana passada, fez os últimos ajustes em algumas unidades que ainda tinham algum ponto pendente. Live acolhimento A live que marca o fim do recesso escolar e o início do segundo semestre na rede estadual de ensino foi realizada na Igreja Batista Nacional (IBN), no bairro Cristo Rei, em Várzea Grande. O secretário de Educação de Várzea Grande, Silvio Fidelis enfatizou que o planejamento para o retorno das aulas na rede municipal, que também ocorre nesta terça-feira de forma híbrida, já começou há meses. “Tenho certeza que o retorno será seguro. Neste mês, já começamos a aplicar a segunda dose da vacina contra a Covid-19 nos profissionais da educação. Fazemos uma gestão com segurança e responsabilidade”. O prefeito kalil Baracat fez questão de enfatizar que todas as medidas necessárias de biossegurança foram tomadas, mas enfatizou que se o quadro da pandemia sofrer alteração, as aulas podem ser suspensas a qualquer momento. “Mas temos convicção na segurança deste retorno e nossas crianças não podem mais esperar”. Monitoramento diário O secretário Alan Porto reforçou a importância do retorno também na rede municipal, destacando que as crianças em fase de alfabetização foram as mais prejudicadas pela pandemia. “Nossos desafios, para recuperar a aprendizagem, são imensos e vocês, profissionais da educação, sabem muito bem do que estou falando. E mais do que isso, vocês sabem fazer a educação no chão da escola e o quanto ela é importante”. Alan Porto também reforçou que a Seduc, em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde, vai monitorar diariamente o retorno na modalidade híbrida para que a segurança dos profissionais e estudantes esteja garantida. “Foram meses de planejamento. O Governo do Estado investiu mais de R$ 170 milhões para este retorno. Seguindo todos os protocolos e planos de contingência já definidos, vamos fazer o retorno seguro. Precisamos que nossos estudantes estejam dentro da escola ou corremos o risco de condenar uma futura geração. O compromisso do Estado e dos profissionais da educação é com mais de 393 mil estudantes. Vamos juntos fazer o que mais entendemos, fazer educação”.

Profissionais da Educação contrariam governo e negam retomar aulas presenciais antes da vacinação

access_time22/05/2021 08:34

Profissionais da Educação se reuniram nessa sexta-feira (21) e decidiram que não vão retomar as aulas presenciais no dia 7 de junho, contrariando a decisão do governo estadual, que anunciou o retorno para o próximo dia 7. Em assembleia geral dos trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso, os profissionais decidiram permanecer em home office. De acordo com o Sintep-MT, a decisão do governo é considerada “insana”, já que os professores ainda não foram vacinados contra a Covid-19. “Reafirmamos a defesa pela vida e não retornaremos as atividades presenciais, nas unidades escolares, sem a vacinação e completa imunização dos trabalhadores da Educação”, disseram representantes do Sintep. A categoria exige ainda a manutenção das atividades remotas (aulas e administrativas) por meio do teletrabalho e a manutenção do estado de greve. Nos dias 31 de maio e 7 de junho devem haver novas reuniões para decidir os próximos encaminhamentos. Decisão do governo A Secretaria Estadual de Educação (Seduc-MT) anunciou na quinta-feira (20) que a retomada das aulas presenciais estava prevista para o dia 7 de junho deste ano. Segundo o governo, os profissionais da Educação serão os próximos a serem vacinados contra a Covid-19, logo após o término da vacinação dos trabalhadores da segurança. Conforme a definição, do dia 31 de maio a 4 de junho será realizada a semana de acolhimento aos professores e alunos. A partir do dia 7 de junho, as aulas seriam iniciadas de forma híbrida, com revezamento entre os estudantes. Em nota, o Sintep-MT se manifestou contra o retorno presencial sem que os profissionais estejam todos imunizados contra a Covid-19.