anuncie aqui 596-81
Notícias recentes
Polícia Militar de Peixoto de Azevedo fecha mais um ponto de comercialização de entorpecente

Polícia Militar de Peixoto de Azevedo fecha mais um ponto de comercialização de entorpecente

access_time23/02/2024 16:03

Após inúmeras denúncias anônimas feitas pela população de Peixoto de Azevedo, dando conta de que na

Clima no Congresso indica que PL das Fake News será derrotado, afirma Rogério Marinho

Clima no Congresso indica que PL das Fake News será derrotado, afirma Rogério Marinho

access_time02/05/2023 10:01

Nesta terça-feira, 2, o PL das Fake News poderá para ser levado ao Plenário da Câmara dos Deputados 

Vaticano denuncia mudança de gênero e aborto e classifica ações como ‘ameaça à dignidade humana’

Vaticano denuncia mudança de gênero e aborto e classifica ações como ‘ameaça à dignidade humana’

access_time09/04/2024 07:14

Em um texto publicado nesta segunda-feira (8), o Vaticano denunciou o aborto e a mudança de gênero e

Notícias com a tag: inflacao

Mercado eleva projeção para juros e inflação e reduz crescimento do país

access_time13/02/2023 12:33

Os analistas do mercado financeiro elevaram novamente a previsão de inflação e para a taxa básica de juros, a Selic, para o fim deste ano e para 2024. O relatório do Boletim Focus foi divulgado nesta segunda-feira, 13, pelo Banco Central (BC). A inflação, medida pelo IPCA, índice que é usado pelo governo, deve fechar o ano em 5,79%, preveem os analistas. Há uma semana, a projeção era de 5,78%. A meta central de inflação foi fixada em 3,25% e será considerada formalmente cumprida ficar entre 1,75% e 4,75%, em 2023. Já a expectativa com a taxa de juros para o fim do ano saiu de 12,50% para 12,75% ao ano. Atualmente, a Selic está em 13,75%. A piora nas projeções ocorre em meio a uma escalada das críticas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas últimas semanas à política de manutenção dos juros adotada pelo BC. Para 2024, a projeção dos analistas é que a inflação irá subir de 3,93% para 4%. É a quarta elevação seguida estimada pelo mercado financeiro. Em relação à taxa de juros, para o fim de 2024, a estimativa aumentou de 9,75% para 10% ao ano. Já em relação ao Produto Interno Bruto (PIB), o mercado reduziu a previsão de crescimento do país para este ano. De 0,79% caiu para 0,76%. Para 2024, a projeção do PIB permaneceu estável em 1,5%.