ALUGAR CAMPO
Notícias recentes
Agentes de trânsito destroem no Nortão mais de 50 “escapes barulhentos

Agentes de trânsito destroem no Nortão mais de 50 “escapes barulhentos

access_time05/09/2020 06:02

A Guarda Municipal de Trânsito de Colíder destruiu mais de 50 escapamentos “barulhentos” de motocicl

Caixa inicia na quinta pagamento do PIS para nascidos em março e abril

Caixa inicia na quinta pagamento do PIS para nascidos em março e abril

access_time11/02/2020 09:47

A Caixa inicia na próxima quinta-feira (13) o pagamento do Abono Salarial do Programa de Integração

Após seis meses de sessões remotas, Senado faz votações presenciais nesta semana

Após seis meses de sessões remotas, Senado faz votações presenciais nesta semana

access_time21/09/2020 08:35

Depois de seis meses de sessões remotas por causa da pandemia de coronavírus, o Senado voltará a faz

Notícias com a tag: marilia

Por que todos a bordo do avião de Marília morreram, apesar de aeronave ter poucos danos?

access_time08/11/2021 19:07

As imagens do avião que levava a cantora Marília Mendonça e outras quatro pessoas mostravam uma aeronave que parecia quase inteira após o acidente, com apenas a cauda rompida, mas a estrutura principal intacta. Em acidentes aéreos, o mais comum é que o jato inteiro fique destruído, ou mesmo sofra uma explosão. Nada disso aconteceu na tragédia que vitimou a cantora sertaneja, mas ainda assim as cinco pessoas a bordo acabaram falecendo. A situação pode ser explicada: um impacto em baixa velocidade, mas muito brusco, que tenha causado muitos traumas no corpo dos dois tripulantes e três passageiros. Apesar dos indícios apontarem nessa direção, apenas o relatório final do acidente poderá apontar o que realmente aconteceu – o documento está sendo produzido pelo Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aéreos (Cenipa), que já realizou a coleta de material no local do acidente e não tem prazo para concluir o trabalho. Segundo análise preliminar do legista Pedro Fernandes, do Instituto Médico Legal (IML) de Belo Horizonte, que realizou as necropsias, os cinco sofreram politraumatismos cranianos. “Um traumatismo por queda de avião é aquele que tem energias cinéticas vindo de diversos lados e de muita intensidade, atingindo as regiões letais do corpo, como abdômen, tórax, cabeça e pescoço. Os membros não são tão vitais. Os ocupantes têm lesões contundentes. É difícil determinar uma causa ou um evento letal de cada óbito. São diversos fatores que contribuem para a morte deles. É um politraumatismo craniano”, afirmou Fernandes em entrevista coletiva. A Polícia Civil ainda aguarda o relatório final para determinar as causas da mortes. Sobre a desaceleração brusca, tudo indica que o piloto já estava em procedimento de pouso, pois estava a apenas dois quilômetros do aeroporto de Caratinga (MG), para onde iam. “A gente tem o avião muito próximo do local onde iria pousar, estava bem na frente, alinhado com a pista, então estava em um procedimento já de aproximação para o pouso. A fuselagem não está tão danificada a ponto de ter causado esse número elevado de vítimas. A fuselagem ter ficado quase inteira é um indício de que o avião estava em baixa velocidade quando caiu, talvez com uma desaceleração brusca”, comentou Lito Souza, piloto, especialista em mecânica de aviões e dono do canal ‘Aviões e Músicas’ à Jovem Pan. Já Eryck Santos, piloto e instrutor é mais taxativo.”É possível ver pelas imagens que a fuselagem está torcida em alguns pontos, dando a entender que o impacto ao solo ocorreu a baixa velocidade porém de uma forma muito violenta, indicando uma desaceleração muito brusca que não deu chances de vida para os ocupantes”, afirmou. Sobre a explosão, Lito especula que pode ser que o avião tivesse pouco combustível, ou que ter caído numa área de água (uma cachoeira) tenha influenciado. Outros pontos do acidente ainda precisam ser esclarecidos, como a colisão com um cabo de energia e a perda dos motores, que não caíram no mesmo local que o resto do avião. Novamente, se espera que a explicação venha apenas no relatório final. Marília Mendonça tinha 26 anos e viajava de Goiânia para Caratinga, onde iria fazer um show. Uma das principais estrelas da música sertaneja no Brasil, já havia lançado quatro álbuns com enorme sucesso, com hits como ‘Infiel, ‘Eu Sei De Cor’, ‘Bye Bye’ e muitos outros. Marília também era mãe de um menino, que completará dois anos de idade em dezembro.