Spigreen
Notícias recentes
Homem espanca a avó, tenta esganá-la e a arrasta pelos cabelos em MT, diz polícia

Homem espanca a avó, tenta esganá-la e a arrasta pelos cabelos em MT, diz polícia

access_time01/01/2019 09:13

Um jovem de 25 anos foi preso na madrugada desta segunda-feira (31) suspeito de tentar matar a avó,

Caminhões com 70 toneladas de madeira ilegal que saíram do Pará são apreendidos em Matupá

Caminhões com 70 toneladas de madeira ilegal que saíram do Pará são apreendidos em Matupá

access_time04/07/2018 09:37

Dois caminhões com 70 toneladas de madeira ilegal que saíram do Pará foram apreendidos nessa segunda

Vice-presidente da República estará em Sorriso nesta 6ª pela manhã; Exército reforça segurança

Vice-presidente da República estará em Sorriso nesta 6ª pela manhã; Exército reforça segurança

access_time14/02/2019 08:16

Uma equipe do Exército Brasileiro chegou na tarde de quinta-feira (13), em Sorriso, para reforçar a

Notícias com a tag: negocios

Ambev registra lucro de mais de R$ 12 bilhões em 2019

access_time27/02/2020 09:41

A Ambev, maior fabricante de cerveja e refrigerantes da América Latina, registrou lucro líquido de R$ 12,188 bilhões em 2019, o que representa uma alta de 7,4% frente aos R$ 11,347 bilhões registrados em 2018. Já o lucro líquido ajustado, que exclui eventos extraordinários do resultado, foi de R$ 12,549 bilhões no ano passo, alta de 8,5% ante 2018, enquanto que o lucro atribuído aos controladores somou R$ 11,780 bilhões. No 4º trimestre, o lucro líquido foi de R$ 4,219 bilhões, o que representa um crescimento de 21,8% contra o mesmo período do ano passado. Já o lucro líquido ajustado somou R$ 4,635 bilhões, alta de 24,4%. A receita líquida consolidada da companhia cresceu 7,9% em 2019, somando R$ 52,6 bilhões, enquanto o volume de vendas registrou alta de 2,7%. Vendas de cerveja no Brasil crescem 3,2% em volume A receita líquida da operação brasileira cresceu 7,1% no ano e somou R$ 28,7 bilhões. No ano, o volume de cerveja vendido no Brasil cresceu 3,2%, alcançando 80,3 milhões de hectolitros, enquanto que a receita aumentou 5,6%. No 4º trimestre, o volume de cerveja no país subiu 1,4%, para 23,6 milhões de hectolitros, com a receita mostrando acréscimo de 1,2%. Já as vendas de bebidas não alcoólicas aumentaram 11,3% no volume no ano e 16,1% em faturamento. Já na América Central e Caribe, o volume vendido no ano teve crescimento de 5,3%. "No ano, as marcas premium do portfólio (Stella Artois, Budweiser, Corona e Becks) cresceram dois dígitos, desempenho que faz da Ambev a líder absoluta do segmento no país", destacou a empresa. Perspectivas Para 2020, a Ambev disse que espera continuar enfrentando pressões sobre o custo em cerveja no Brasil, "ainda que em menor intensidade do que no ano anterior, dado que teremos um impacto favorável de commodities". De acordo com a empresa, tal contexto, em conjunto com investimentos em vendas e marketing mais concentrados no início do ano, deve gerar uma redução do Ebitda de Cerveja Brasil entre 17% e 20% no primeiro trimestre de 2020. "Ao longo do ano, esperamos que nosso desempenho melhore gradualmente, na medida em que a pressão sobre o custo do produto vendido arrefeça, assim como o faseamento das despesas de vendas e marketing se normalize."