Spigreen
Notícias recentes
Psiquiatras veem agravamento de doenças mentais durante pandemia

Psiquiatras veem agravamento de doenças mentais durante pandemia

access_time12/05/2020 08:42

Pesquisa realizada na semana passada pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP) com cerca de 40

Cliente tenta recuperar celular furtado por garota de programa e é morto por ela em MT

Cliente tenta recuperar celular furtado por garota de programa e é morto por ela em MT

access_time13/10/2018 09:10

Um homem foi morto por uma garota de programa na manhã desta sexta-feira (12) em Várzea Grande, regi

Lavínia Vlasak exibe ótima forma nas ilhas Maldivas e brinca na legenda

Lavínia Vlasak exibe ótima forma nas ilhas Maldivas e brinca na legenda

access_time10/06/2018 07:09

Lavínia Vlasak ganhou elogios com uma foto publicada em sua conta no Instagram neste sábado (9). De

Notícias com a tag: pandemia

Prefeitura de São Félix do Araguaia (MT) decreta lockdown e toque de recolher

access_time24/08/2020 11:13

A prefeitura de São Félix do Araguaia, decretou medidas de enfrentamento ao novo coronavírus. Entre as medidas está o lockdown: pelo decreto municipal, fica proibida a locomoção de qualquer cidadão no território do município. Também está proibida toda e qualquer reunião pública ou privada. O lockdown começa a valer nesta segunda-feira (24) e segue até o dia 31 de agosto, podendo ser prorrogado. Para garantir o cumprimento das medidas, poderão ser feitos bloqueios e interdições de vias, além de blitz para fiscalizar os pontos da cidade. Somente poderão circular pela cidade as pessoas que trabalharem em serviços essenciais, ou ainda em caso de urgência, sem acompanhante e sendo comprovada a real necessidade. Os estabelecimentos considerados como serviços essenciais terão que adotar medidas de biossegurança, além de controlar o acesso de pessoas. A prefeitura também decretou toque de recolher na cidade de 23h às 5h, fica proibida a circulação de pessoas, com exceção de agentes de segurança pública ou privada, farmácias de plantão e profissionais da saúde e funcionários de empresas privadas que estejam trabalhando. São Félix do Araguaia tem 179 casos confirmados de Covid-19 e 2 mortes registradas.

MT é o segundo estado com mais mortes de indígenas por Covid-19, diz Apib

access_time24/08/2020 11:11

Mato Grosso é o segundo estado brasileiro com mais mortes de indígenas por coronavírus (Covid-19). Segundo a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), já são 118 indígenas vítimas da doença no estado. Mato Grosso fica atrás somente do Amazonas, que registra 190 mortes dos povos indígenas. As mortes foram registradas nas etnias Xavante, Kalapalo, kurâ Bakairi, Bororo-Boe, Umutina, Chiquitano, Kamayurá, Apyãwa Tapirapé, Paresi, Kaiabi, Rikbaktsa e Kuikuro. De acordo com a Apib, o povo xavante lidera os casos de mortes em Mato Grosso: foram 47 indígenas mortos. Os casos se concentram nos municípios de Barra do Garças, Rondonópolis, Campinápolis e General Carneiro. Em todo o país são mais de 27 mil casos confirmados de Covid-19 entre indígenas, com 717 mortos e 155 povos afetados. Mato Grosso registrou, até a tarde deste domingo (23), 2.572 óbitos em decorrência da Covid-19, sendo 14 nas últimas 24 horas. Conforme boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), o estado tem 81.822 casos confirmados da doença.

Posso dirigir com a CNH vencida durante a quarentena?

access_time30/05/2020 08:34

Em tempos de quarentena, mesmo com algumas variações conforme a lei de cada estado, o Conselho Nacional de Trânsito permite que todos os motoristas com Carteira Nacional de Habilitação (CNH) vencida desde o dia 19 de fevereiro possam conduzir veículos pelas vias públicas do país. No caso da renovação o novo prazo de 30 dias será contado somente a partir da abertura do atendimento ao público do DETRAN. No caso de São Paulo, mesmo com o afrouxamento das regras de quarentena previsto para a próxima semana, não há data de retorno do atendimento presencial do órgão. Vale lembrar que o processo de emissão da CNH para novos motoristas e a emissão da CNH definitiva (para os que já tem Permissão de Dirigir) estão suspensos e os prazos foram estendidos por seis meses. Da mesma forma processos de defesa de autuação, recursos de multa, defesa processual, recursos de suspensão de direito de dirigir e cassação do documento de habilitação estão interrompidos. Com os decretos de quarentena ou até mesmo de lockdown que vigoram em algumas unidades da federação, processos de transferência, habilitação, pontuação e renovação da CNH estão suspensos. Isso ocorre porque todo o registro desses processos é feito pelo Sistema Nacional de Trânsito que está suspenso por tempo indeterminado. CNH vencida: novo prazo de 30 dias após a expiração só começa a valer quando postos reabrirem

Com pandemia, economia brasileira encolhe 1,5% no primeiro trimestre

access_time29/05/2020 08:03

A economia brasileira encolheu 1,5% no primeiro trimestre de 2020, com reflexo da pandemia do coronavírus, segundo o Sistema de Contas Nacionais Trimestrais, divulgado nesta sexta-feira (29) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Este foi o menor resultado para o período desde o segundo trimestre de 2015 (-2,1%).  O PIB (Produto Interno Bruto), que é a soma de todos os bens e riquezas produzidos pelo país, chegou a R$ 1,803 trilhão no período.  O resultado do primeiro trimestre interrompe a sequência de quatro trimestres positivos.

Secretaria de Saúde investiga mais cinco casos suspeitos de coronavírus em MT

access_time12/03/2020 20:11

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, nesta quinta-feira (12), outros cinco casos suspeitos de coronavírus em Mato Grosso. No total, são monitorados seis casos suspeitos no estado, provenientes de cinco municípios; até o momento, não há casos confirmados em Mato Grosso. Os números divulgados pelas secretarias estaduais e o Ministério da Saúde não são necessariamente iguais, já que os órgãos têm horários e procedimentos distintos para apresentação de seus boletins diários. Os pacientes apresentam sintomas relativos à doença respiratória e possuem histórico de viagem para países onde há a circulação do novo vírus. Os seis casos que levantam a suspeita do Covid-19 estão em Lucas do Rio Verde (1), Araputanga (1), Cuiabá (2), Nova Xavantina (1) e Várzea Grande (1). Até o momento, as equipes de vigilância monitoraram um total de 17 ocorrências em Mato Grosso. Ainda de acordo com a Nota Informativa da Secretaria de Estado, sete casos foram descartados e quatro foram excluídos por não preencherem os critérios de definição para COVID-19. Aumento de casos suspeitos O Ministério da Saúde já confirmou 77 casos de COVID-19 no Brasil, nos seguintes estados: São Paulo (42), Rio de Janeiro (16), Espírito Santo (1), Minas Gerais (1), Bahia (2), Alagoas (1), Paraná (6), Pernambuco (2), Rio Grande do Sul (4), além de dois no Distrito Federal. Sendo que os estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia identificaram transmissão local de casos. Mesmo diante deste contexto, o COE-MT esclarece que, neste momento, não há recomendação para o fechamento de locais com concentração de pessoas – como escolas, cinemas, bares e outros. A equipe reforça a toda a população que sigam as orientações de controle e prevenção citadas nesta matéria. O Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS) divulga as atualizações diárias do monitoramento do COVID-19 em Mato Grosso. Essas informações são relativas ao período das 12h do dia anterior até as 12h do dia da publicação. Recomendações Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde. O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infeccções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão: Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas; Realizar lavagem frequente das mãos, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente; Utilizar lenço descartável para higiene nasal; Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir; Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca; Higienizar as mãos após tossir ou espirrar; Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas; Manter os ambientes bem ventilados; Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença; Evitar contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações. Profissionais de saúde devem utilizar medidas de precaução padrão, de contato e de gotículas (máscara cirúrgica, luvas, avental não estéril e óculos de proteção).

China anuncia fim do pico do surto do coronavírus no país

access_time12/03/2020 08:46

O governo da China declarou nesta quinta-feira (12) que o pico do surto do novo coronavírus acabou no país. Os novos casos de Covid-19 continuam em declínio, afirmou o porta-voz da Comissão Nacional de Saúde, Mi Feng, em entrevista coletiva em Pequim. Nas últimas 24 horas, foram registrados apenas 15 novos casos no país. A província de Hubei, onde fica a cidade de Wuhan, considerada o epicentro da epidemia, registrou apenas oito novas infecções. É a primeira vez que Hubei registra uma contagem diária de menos de 10 novos casos. Entre os novos casos figuram seis pessoas que chegaram do exterior. Nas últimas 24 horas, 11 pessoas morreram, e esse é o menor número desde 24 de janeiro no país mais populoso do mundo. Ao todo, o novo coronavírus já matou 3.173 pessoas na China, o país que mais foi afetado pela doença. Impactos na economia chinesa O avanço do novo coronavírus pelo mundo tem provocado abalos nos mercados globais e elevado as preocupações de investidores e governos sobre o impacto da pandemia nas cadeias globais de suprimentos, nos lucros das empresas e na atividade econômica, aumentando o risco de uma recessão global. Na China, o surto tem fechado fábricas e centros comerciais e deixado muitos cidadãos trancados em suas casas por medo do contágio, reduzindo dessa forma o consumo e a produção industrial. A China é a segunda maior economia do mundo, com uma participação no PIB global da ordem de 18%. Embora ainda seja difícil estimar a magnitude do choque na economia, já é praticamente consenso que a economia global e o PIB (Produto Interno Bruto) da China deverão crescer menos que o esperado em 2020. A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) reduziu a previsão de crescimento da economia mundial para 2020, passando a projetar um crescimento de 2,4%, menor expansão desde 2009 e ante expectativa anterior de 2,9%, citando o coronavírus e as contrações na produção chinesa. A projeção da OCDE para a China é de uma taxa de crescimento de 4,9% em 2020, 0,8 ponto a menos do que as estimativas de novembro. Em 2019, o PIB chinês desacelerou para 6,1%, o menor crescimento em 29 anos. Flexibilização de restrições Com os resultados positivos das últimas semanas, as autoridades chinesas começaram a flexibilizar as restrições sobre os 56 milhões de habitantes da província de Hubei, que tem Wuhan como capital. Muitas cidades de Hubei estavam isoladas, mas agora as pessoas saudáveis já podem viajar dentro das fronteiras da província. Várias empresas estão retomando progressivamente suas atividades em Wuhan e no restante de Hubei. Com os seis novos casos "importados" anunciados nesta quinta-feira, o total de infectados que vieram do exterior chega a 85. Para tentar evitar a propagação, Pequim anunciou na quarta-feira que qualquer pessoa que chegue à capital de outro país ficará em quarentena por 14 dias. No total, a China registrou 80.980 casos do novo coronavírus e 3.173 mortes.

OMS descreve surto de coronavírus como pandemia

access_time11/03/2020 13:45

A Organização Mundial de Saúde vê o surto do novo coronavírus como uma pandemia, disse nesta quarta-feira o diretor-geral Tedros Adhanom Ghebreyesus. “Estamos profundamente preocupados com os níveis alarmantes de disseminação e severidade e com os níveis alarmantes de inação. Por isso, avaliamos que o Covid-19 pode ser caracterizado como uma pandemia”, afirmou ele em entrevista coletiva.

OMS não classifica coronavírus como pandemia, mas é emergência

access_time24/02/2020 14:18

A Organização Mundial da Saúde não trabalha mais com a classificação "pandemia", mas o surto de coronavírus continua sendo uma emergência internacional, que provavelmente se espalhará mais, disse um porta-voz na segunda-feira. O medo de uma pandemia de coronavírus aumentou após o crescimento acentuado em novos casos relatados no Irã, Itália e Coreia do Sul, embora a China tenha relaxado as restrições ao movimento em vários lugares, incluindo Pequim, à medida que as taxas de novas infecções diminuíram. A OMS, com sede em Genebra, declarou que o surto de gripe suína H1N1 de 2009 foi uma pandemia, que acabou sendo leve, levando a algumas críticas depois que as empresas farmacêuticas aceleraram o desenvolvimento de vacinas e medicamentos. Coronavírus é questão se saúde pública A OMS declarou o novo coronavírus que surgiu em Wuhan, China, em dezembro, como uma emergência de saúde pública de preocupação internacional, conhecida como PHEIC, em 30 de janeiro. A designação, que permanece em vigor, tinha como objetivo ajudar países com sistemas de saúde mais fracos em suas defesas, especialmente na África. Desde então, o vírus se espalhou, com mais de 77.000 infecções conhecidas na China, incluindo 2.445 mortes e 1.769 casos e 17 mortes em 28 outros países, mostram os últimos números da OMS. Coreia do Sul, Japão e Itália estão enfrentando grandes surtos. O que é uma pandemia? "Não existe categoria oficial (para uma pandemia)", disse o porta-voz da OMS Tarik Jasarevic. "Para fins de esclarecimento, a OMS não usa o antigo sistema de 6 fases - que vai da fase 1 (sem relatos de influenza animal causando infecções humanas) à fase 6 (uma pandemia) - com a qual algumas pessoas podem estar familiarizadas devido ao H1N1 em 2009 ", disse ele. Coloquialmente, pandemia é usado para indicar o surto de um novo patógeno que se espalha facilmente de pessoas a pessoa em todo o mundo, disse Jasarevic. Copyright © Thomson Reuters.