Spigreen
Notícias recentes
Idoso morre e três são socorridos em estrado grave após carro capotar na MT-060

Idoso morre e três são socorridos em estrado grave após carro capotar na MT-060

access_time07/01/2019 08:37

Um idoso de 65 anos morreu após um acidente na MT-060 em Poconé, a 104 km de Cuiabá. Segundo o Corpo

Barroso mantém indiciamento de Temer por corrupção, lavagem e organização criminosa

Barroso mantém indiciamento de Temer por corrupção, lavagem e organização criminosa

access_time24/10/2018 07:10

O ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu nesta terça-feira (23) m

Investigação internacional mostra que míssil que derrubou voo na Ucrânia era russo

Investigação internacional mostra que míssil que derrubou voo na Ucrânia era russo

access_time24/05/2018 10:59

A equipe internacional que investiga a tragédia do voo MH17 da Malaysia Airlines de julho de 2014 na

Notícias com a tag: pantanal

Incêndio que começou há 10 dias já atingiu 40 mil hectares no Pantanal de Mato Grosso

access_time31/07/2020 11:13

Um incêndio que começou há 10 dias já atingiu 40 mil hectares no Pantanal de Mato Grosso. O fogo começou a ser registrado no dia 21 de julho na região do município de Poconé, a 104 km de Cuiabá. O Corpo de Bombeiros informou que o fogo se concentra nas proximidades da estrada Transpantaneira, rodovia que interliga a cidade até Porto Jofre, no Pantanal. O Pantanal mato-grossense é reconhecido pela abundância da vida selvagem em uma área de 140 mil metros quadrados. A estimativa de 40 mil hectares atingidos é do Corpo de Bombeiros, que está com 18 militares divididos em cinco equipes na região. Eles combatem o incêndio diretamente com equipamentos e com aceiros. Aceiros são faixas criadas onde a vegetação foi completamente eliminada da superfície do solo. A finalidade é prevenir a passagem do fogo para outra área de vegetação, evitando-se assim a propagação de queimadas ou incêndios. Os bombeiros contam com uma aeronave que despeja água, um helicóptero usado para sobrevoo e reconhecimento do incêndio, além de veículos de transporte. Alguns dias depois do incêndio começar no Pantanal, uma nuvem de fumaça encobriu a região metropolitana após o vento mudar de direção e o incêndio começar a avançar em direção a capital. Ainda não há informações de como o incêndio começou. Queimadas no Pantanal O Pantanal mato-grossense teve um aumento de 530% nos registros de queimadas no primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período do ano passado. Os focos de calor em alta durante o período chuvoso no bioma alertam para um cenário crítico com a chegada da seca em todo o estado, época mais suscetível às queimadas. Segundo o Instituto Centro de Vida (ICV), de janeiro a junho de 2020, foram registrados 6.747 focos de calor no estado, um aumento de quase 300 focos em relação a 2019 (com 6.450) e que contabilizou um acréscimo significativo em relação a 2018, com 4.383 ocorrências. As queimadas no primeiro semestre foram lideradas pela Amazônia, com 60,93%, seguida do Cerrado, com 30,95%, e do Pantanal com 8,12%. Dados do Inpe mostraram que o volume de chuvas em todo o bioma ficou 50% abaixo do normal no período de janeiro a maio, o que também colaborou para deixar o bioma mais suscetível aos incêndios. Dois grandes incêndios já atingiram 35 mil hectares do Pantanal em Mato Grosso, na região de Poconé — Foto: Batalhão de Emergências Ambientais (BEA)

Com 5 frente de trabalho, bombeiros ainda encontram dificuldades para combater incêndio no Pantanal de MT

access_time28/07/2020 18:51

Para combater o fogo no Pantanal mato-grossense os bombeiros estão com cinco frentes de trabalho. No entanto, o maior incêndio fica numa região de difícil acesso, o que torna o trabalho ainda mais arriscado. O Centro Integrado de Multiagências, criado por decreto neste mês, se reuniu nesta terça-feira (28) para traçar estratégias de combate aos incêndios florestais em Mato Grosso. São mais de 10 instituições estaduais e federais reunidas com um só objetivo: combater os incêndios florestais nos três biomas de Mato Grosso: Pantanal, Cerrado e Floresta Amazônica. "A principal estratégia do estado hoje é a integração das forças. Além dessa integração a coparticipação onde o estado pode fiscalizar áreas federais e os entes federais podem fiscalizar áreas do estado. Isso otimiza o nosso trabalho”, explicou o secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante. O que mais preocupa hoje é o Pantanal onde o fogo já atingiu uma área de 35 mil hectares. "Esse ano é um ano atípico no Pantanal, muito seco. Há 14 anos não tinha um grande incêndio no Pantanal e culminou agora com uma grande estiagem e seca e também com uma grande quantidade de massa, vegetação, que nesse período seco se transforma em matéria orgânica, apodrece, se deteriora e forma diversos gases e pode pegar até fogo espontâneo”, explicou o comandante geral do Corpo de Bombeiros, Alessandro Borges Ferreira. De acordo com Alessandro, a estratégia é fazer uma defesa forte das áreas de conservação. “O acesso é difícil. Nós não temos acesso nem por terra e nem por meio aéreo porque não tem pistas de pousos naquela região, então realmente dificulta muito o combate”, ressaltou. O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) é um dos parceiros que vão dar apoio no Pantanal, mas por enquanto as equipes estão atuando em outras áreas. O superintendente do Instituto, Gibson Almeida Costa Júnior, disse que são 11 brigadas constituídas. Dessas nove estão em Terras Indígenas e duas em projetos de assentamentos rurais. "Essas brigadas estão distribuídas com 180 brigadistas. Estamos com duas aeronaves no estado fazendo o trabalho de prevenção, uma no parque nacional do Xingu e outra na Ilhado Bananal na divisa com Tocantins”, contou. Crime Apesar de alguns incêndios nessa região terem ocorrido de forma natural, e alguns locais as pessoas têm contribuído para as queimadas. De acordo com a delegada de Polícia Especializada do Meio Ambiente, Alessandra Saturino, a pena para quem cometer esse tipo de crime vai de dois a quatro anos, pois é considerado uma agressão ao Meio Ambiente. “A pessoa que intencionalmente ataca o meio ambiente fazendo o uso do fogo. Aquele que de forma negligente também atua, ele também poderá ser A Polícia Militar por meio do Batalhão de Proteção Ambiental atua na função de comando e controle e fiscalização aplicando as medidas administrativas e criminais nesse tipo de ocorrência. A multa pode ser de R$ 1 mil a 5 mil por hectare de área queimada, além de outros referentes a danos ambientais que podem ocorrer na área afeta a essa a essa queimada ilegal.

Operação apreende maquinário, gado e aplica multa de R$ 1,8 milhões em fazenda no Pantanal

access_time14/03/2020 18:54

Uma fazenda localizada no Pantanal, localizada em Barão de Melgaço, a 121 km de Cuiabá, foi alvo de operação da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) por descumprimento de embargo. A informação foi divulgada nessa sexta-feira (13). Uma escavadeira e um trator agrícola foram apreendidos e removidos da fazenda e depositados no pátio de bens apreendidos da Sema. O proprietário foi multado em R$1,8 milhões. É a segunda vez consecutiva que a propriedade descumpre o embargo, que foi imposto pela Sema em 2018 em decorrência de desmatamento ilegal. A área embargada estava sendo usada para desenvolvimento da atividade de pecuária e foram apreendidos, além do maquinário, 80 cabeças de gado. A apreensão e retirada das máquinas promove uma descapitalização imediata ao infrator. Na fazenda, os servidores flagraram a presença de gado pastejando e queima de restos do material lenhoso proveniente de desmate. O proprietário, que não se encontrava no local, foi autuado administrativamente por descumprimento de embargo, dificultar a regeneração natural, operar sem licença do órgão ambiental e descumprir notificação para realização do CAR da referida propriedade. Os autos foram encaminhado ao Ministério Público e Delegacia Especializada de Meio Ambiente. O Pantanal é um Bioma com o status de Reserva da Biosfera e considerado área de especial preservação, devido a sua singularidade e grande importância ambiental. No Bioma não é autorizado desmatamento, sendo permitido somente o desenvolvimento de pecuária extensiva, sem a remoção da vegetação nativa de qualquer porte: desde gramínea até florestal. Fazenda localizada no Pantanal, localizada em Barão de Melgaço, foi alvo de operação — Foto: Sema/Assessoria