Spigreen
Notícias recentes
Mais de 3,6 mil agentes de segurança trabalharão no 2º turno das eleições

Mais de 3,6 mil agentes de segurança trabalharão no 2º turno das eleições

access_time23/10/2018 12:48

Mais de 3,6 mil agentes de segurança vão trabalhar no segundo turno das eleições em Mato Grosso, no

Condutor com CNH vencida em janeiro de 2020 deve renovar o documento este mês

Condutor com CNH vencida em janeiro de 2020 deve renovar o documento este mês

access_time15/01/2021 07:47

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MT) alerta aos motoristas que tiveram a Carteira Naciona

Resultado do Sisu já pode ser consultado na internet

Resultado do Sisu já pode ser consultado na internet

access_time18/06/2018 10:43

O Ministério da Educação (MEC) liberou o resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Nesta edi

Notícias com a tag: pfizer

Pfizer pede que Anvisa mude temperatura de armazenamento de sua vacina

access_time22/05/2021 08:45

A Pfizer entrou com pedido na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para obter uma autorização de flexibilização do armazenamento de sua vacina contra a covid-19 após o descongelamento. O imunizante já é aplicado no Brasil.     Até o momento, a vacina da Pfizer tem permissão para ser armazenada nas temperaturas de 2º Celsius a 8ºC por até cinco dias. Contudo, a farmacêutica apresentou estudos que apontariam a estabilidade da substância quando guardada nesta condição por mais tempo. O comunicado da Anvisa sobre o pedido não detalha, contudo, durante qual prazo seria possível o armazenamento nessas temperaturas. A previsão da agência é que a análise seja feita até a próxima semana. De acordo com a autorização da Anvisa, a conservação da vacina pode ser feita por até duas semanas nas temperaturas entre -15ºC e -25ºC. Além deste período, é necessário garantir os recipientes em congelamento de -60ºC a -90ºC. Em audiência pública da Comissão Externa da Câmara dos Deputados de Enfrentamento da Pandemia nesta semana, o secretário executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, afirmou que a mudança é importante diante da dificuldade de cidades brasileiras disporem de estrutura para armazenar a vacina.

Colegiado define destinação da vacina Pfizer; Cuiabá receberá as 7.020 doses

access_time05/05/2021 07:24

A Comissão Intergestores Bipartite de Mato Grosso (CIB-MT) aprovou resolução que estabelece a destinação, o armazenamento e a aplicação das 7.020 doses da vacina contra Covid-19 Pfizer, recebidas nesta segunda-feira (03.05). Por orientação do Ministério da Saúde, o quantitativo será inteiramente destinado ao município de Cuiabá. As remessas futuras do imunizante Pfizer, que seriam destinadas à Capital, serão redirecionadas para os demais municípios do Estado até equacionar o total pactuado pela Resolução n° 36. A Resolução determina que as unidades desta remessa sejam utilizadas como primeira aplicação em pessoas com comorbidades, com deficiência permanente, em gestantes e puérperas. O detalhamento das vacinas por público-alvo pode ser acessado no documento em anexo. As doses da Pfizer ficarão armazenadas na Rede Frio Estadual. O município informou um cronograma de retirada dessas doses, que também pode ser acessado ao final da Resolução. Uma nova recomendação do Governo Federal definiu que, para a vacina Pfizer, o prazo para a aplicação da segunda dose é de 12 semanas. O município deverá acompanhar os imunizados com a primeira dose para que esses possam receber prioritariamente a segunda dose dentro do período estipulado, sendo de responsabilidade da cidade qualquer alteração ou ajuste realizado quanto ao uso das doses. A aplicação das doses deve ser obrigatoriamente registrada pelo município no Sistema Nacional do Programa de Imunização (SI-PNI), do Ministério da Saúde. Até o momento, Mato Grosso já recebeu 940.780 doses de imunizantes contra a Covid-19. Confira a seguir, em anexo, a quantidade de doses que Cuiabá recebeu.DOWNLOAD  Resolução CIB N° 36

Primeiro lote de vacina da Pfizer contra a Covid-19 chega hoje a MT

access_time03/05/2021 08:14

Mato Grosso vai receber nesta segunda-feira (3) o primeiro lote de vacinas da Pfizer/BioNTech contra a Covid-19 com 7.020 doses, de acordo com o governo do estado. Este vai ser o terceiro imunizante contra Covid-19 utilizado no estado, que já aplica CoronaVac e Oxford/Astrazeneca. Além das doses da Pfeizer, o estado vai receber 97.500 doses da vacina AstraZeneca para a imunização dos grupos prioritários da Campanha Nacional de Vacinação contra o coronavírus. As unidades poderão ser utilizadas em idosos entre 60 e 64 anos, em profissionais da segurança pública, em gestantes ou puérperas, em pessoas com comorbidades ou com deficiência permanente. Para a vacina Pfizer, o prazo de aplicação da segunda dose é de até 21 dias; para o imunizante da AstraZeneca, o prazo é de até 90 dias. Após a chegada do imunizante, prevista para a tarde de segunda-feira, em um voo da Latam, as equipes da Vigilância Estadual trabalharão no recebimento das doses, na conferência da quantidade, na catalogação dos imunizantes, no encaixotamento para distribuição e retirada dos municípios. Até agora Mato Grosso já recebeu 836.260 doses de imunizantes contra a Covid-19. Armazenamento das vacinas O refrigerador que será usado para armazenar as doses do novo imunizante está disponível no Hospital Geral e Maternidade de Cuiabá, que dispõe de ultrafreezeres com a temperatura de pelo menos -75ºC, exigidos para o armazenamento correto das vacinas. A unidade de saúde vai ceder à Secretaria Municipal de Saúde um ultrafreezer com temperatura até - 86ºC e capacidade de 486 litros, para armazenar as doses. Na semana passada, a Anvisa autorizou o armazenamento entre -25°C e -15°C, mas por no máximo 14 dias, assim como já acontece nos Estados Unidos. A vacina da Pfizer tem registro da Anvisa para uso definitivo no país. O acordo entre a farmacêutica e o Ministério da Saúde prevê cem milhões de doses entregues em 2021. O Ministério da Saúde declarou que está no processo de compra de 183 ultracongeladores para garantir essas temperaturas baixíssimas. E que os primeiros 30 devem ser entregues aos estados em junho. Vacinas vão ser armazenadas em ultrafreezer que fica no Hospital Geral — Foto: Divulgação

Brasil recebe hoje primeiro lote de vacinas da Pfizer

access_time29/04/2021 06:50

O primeiro lote de 1 milhão de doses de vacinas da Pfizer chega hoje (29) ao Brasil. O voo está previsto para aterrissar no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), às 19h. As doses serão distribuídas aos 26 estados e ao Distrito Federal. Segundo o Ministério da Saúde, a orientação é que sejam priorizadas as capitais devido às condições de armazenamento da vacina, que exige temperaturas muito baixas. Conforme o Ministério da Saúde, os entes federados receberão de forma proporcional e igualitária. Os frascos serão entregues em temperaturas entre -25ºC e -15ºC, cuja conservação pode ser feita apenas durante 14 dias. Após entrar na rede de frio, com temperaturas de armazenamento entre 2ºC e 8ºC, o prazo para aplicação é de cinco dias. Por essa razão, o ministério informou que enviará duas remessas diferentes. Cada uma delas terá 500 mil doses e será referente, respectivamente, à primeira e segunda doses que cada cidadão deverá receber.   O Ministério da Saúde comprou 100 milhões de doses do imunizante. Em março, em reunião com a farmacêutica, a pasta apresentou a previsão de que até junho seriam entregues 13,5 milhões.