anuncie aqui vermelho
Notícias recentes
Estudo mostra que mais de 90% da população desconhecem a psoríase

Estudo mostra que mais de 90% da população desconhecem a psoríase

access_time13/11/2020 09:32

Você sabe o que é psoríase? Se não sabe, você faz parte de um grupo de mais de 90% da população bras

Caixa deve antecipar também a 4ª parcela do Auxílio Emergencial

Caixa deve antecipar também a 4ª parcela do Auxílio Emergencial

access_time15/06/2021 16:55

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse, hoje (15), que o banco estuda antecipar o pagamento d

Arcanjo é preso suspeito de comandar jogo do bicho em MT; outros 62 mandados são cumpridos em operação

Arcanjo é preso suspeito de comandar jogo do bicho em MT; outros 62 mandados são cumpridos em operação

access_time29/05/2019 09:09

A Polícia Civil faz uma operação nesta quarta-feira (29) em Cuiabá contra duas organizações criminos

Notícias com a tag: primavera-do-leste

Casa de empresário suspeito de torturar ex-namorada é alvo de busca e perícia em MT

access_time27/05/2021 11:35

A casa de luxo do empresário Jhonatan Galbiatti Mira, suspeito de espancar a ex-namorada dele em Primavera do Leste, foi alvo de busca e apreensão e passou por perícia na noite desta quarta-feira (26). A reportagem não localizou o advogado dele. Mira teria agredido a vítima por quatro horas usando uma barra de ferro. Ele é considerado foragido e ainda não foi encontrado. Segundo a delegada Anamaria Machado Costa, responsável pelas investigações do caso, a polícia cumpriu o mandado de busca e apreensão com apoio de um perito da Politec. Foram coletadas amostras de manchas de sangue na casa. A suspeita é de que seja da jovem que foi espancada. Prisão decretada A decisão é do juiz Roger Augusto Bim Donega, da 2ª Vara Criminal de Primavera do Leste, que atendeu a um pedido de prisão feito pela Polícia Civil de Mato Grosso. O Ministério Público de Mato Grosso (MPE) também se manifestou a favor da prisão. Galbiatti é investigado por lesão corporal, ameaça, tortura e injúria contra a ex-namorada. Segundo a Justiça de Mato Grosso, há uma série de relatos onde a vítima afirma que sofreu agressões verbais e físicas durante o relacionamento que teve com o rapaz. O casal ficou junto por seis anos e se separou em setembro de 2020. No entanto, os jovens se reaproximaram recentemente. Galbiatti é classificado como uma pessoa extremamente ciumenta, descontrolada e possessiva, que sempre tentava controlar e intimidar a vítima às suas vontades. Em diversas ocasiões o rapaz exigia que a jovem desbloqueasse o celular dele para que ele pudesse ler as mensagens que ela tinha com outras pessoas. Quando isso acontecia, a vítima era agredida com socos e tapas, conforme informações obtidas pela Justiça, que classificou os episódios como ‘sessões de tortura’. Nas agressões, ele intimidava a moça ao quebrar objetos para assustá-la. “Não bastasse, há prints de conversas entabuladas entre o pai da vítima e o autor da violência, onde este último menciona em letras garrafais que "vai matar a vítima”, detalhou o juiz na decisão. A jovem disse à Justiça que voltaram a se falar e se encontraram, mas não retomaram o namoro. No dia 19 de maio, os dois estavam na casa dele quando Galbiatti pegou o celular dela e a forçou para que entregasse a senha do aparelho. Descontrolado, o ex-namorado bateu na cabeça da vítima várias vezes. A ex-namorada teve um ataque de pânico e não conseguiu sair do local ou pedir ajuda. Ela foi torturada por quatro horas e chegou a ficar inconsciente. Ela foi para casa de carro na manhã do dia seguinte e, os pais dela, ao verem o estado da filha, decidiram leva-la ao médico. Os exames e tomografia apontaram uma mancha no cérebro da jovem. “Além disso, vale mencionar que em análise dos autos, denota-se que não é a primeira vez que o acusado foi/é agressivo com a vítima, tendo o mesmo até mandado mensagens para o genitor da mesma dizendo: “eu vou acabar matando a filha de vocês”, sendo, portanto, contumaz em práticas de crimes que envolvem o âmbito doméstico e familiar, demonstrando que o representado continua de forma agressiva a vilipendiar a integridade física e psíquica de suas companheiras, em total desrespeito à condição do gênero feminino”, afirmou o juiz.

MPE investiga aglomeração em show de Gustavo Lima em MT

access_time04/05/2021 14:37

O Ministério Público Estadual abriu uma investigação para apurar supostas infrações a medidas de biossegurança cometidas no show do cantor sertanejo Gustavo Lima, em Primavera do Leste, na noite de sábado (1). O show, realizado na Fazenda Iberê, foi transmitido por meio do Youtube, e intitulado “Live: O Embaixador no Agronegócio”. Nas redes sociais, participantes do evento fizeram filmagens mostrando grande aglomeração. O inquérito civil público foi aberto pela promotora de Justiça Carla Marques Salati nesta segunda-feira (3). Para justificar a abertura, Salati apontou o risco a saúde em decorrência da pandemia, baixo índice de vacinação no País e a alta ocupação em leitos de Unidade Terapia Intensiva (UTI) no município. Ela também argumentou que o decreto municipal, ainda em vigência, proíbe a realização dos eventos públicos ou privados com lotação superior ao percentual de 30% da capacidade do ambiente. "Segundo as imagens e notícias que foram amplamente divulgadas na mídia e chegaram ao conhecimento deste Ministério Público informam que houve participação de grande número de pessoas no referido evento, o que causou aglomeração, com a não exigência de utilização de máscaras pelos participantes ou observância do distanciamento social", apontou a promotora de Justiça Carla Marques Salati, que abriu o inquérito. A promotora apontou ainda que o responsável pelo evento, a Empresa Sandrinn Shows e Eventos Eireli, pode responder pelo artigo 268 do Código Penal. O dispositivo pune quem "infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa". A pena é de um mês a um ano de detenção e multa. A imprensa nacional chegou a noticiar que o evento contou com plateia de 500 pessoas, acomodadas em mesas que custavam cerca de R$ 20 mil cada. “A referida live, que em tese contaria apenas com a participação de pessoas do staff do artista, não pode ser pretexto para a realização de shows e burla aos decretos vigentes", disse a promotora. Providências A promotora, então, pediu para ao prefeito de Primavera do Leste Leonardo Bortolin (MDB) e ao coordenador de fiscalização da Prefeitura, Amarildo de Jesus Martins, informações sobre o evento e se houve o cumprimento do decreto municipal quanto a restrição de pessoas, e medidas de biossegurança. A promotora ainda pediu para que a empresa Sandrinn Shows preste informações.  “Quantas pessoas participaram do evento; a live foi planejada para quantas pessoas? Qual a capacidade de pessoas para os toldos/coberturas instaladas? Quantas mesas e cadeiras foram disponibilizadas? Quais as medidas de distanciamento social foram tomadas no evento; acaso tenha havido a testagem dos participantes para Covid, qual o nome do laboratório que realizou a testagem no local?", escreveu a promotora. Ela questiona também se havia alvará para o show, quem financiou e quais autoridades foram comunicadas sobre sua realização. Tanto a Prefeitura quanto a empresa terão 10 dias – a contar da notificação – para encaminhar as informações a promotoria de Justiça.

Paciente internado com coronavírus foge de hospital e é detido pela polícia

access_time21/05/2020 10:59

Um paciente que estava internado com coronavírus (Covid-19) fugiu de um hospital particular onde estava internado em Primavera do Leste. De acordo com a Polícia Militar, o suspeito, de 63 anos, estava em quarentena na unidade hospitalar e fugiu. A situação ocorreu na terça-feira (19). A PM encontrou o homem em um posto de combustíveis. O paciente, que é caminhoneiro, foi abordado e encaminhado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Ainda segundo a PM, o paciente pode ser indiciado no artigo 268 do Código Penal – Infringir determinação do poder público, destinada a impedir a introdução ou propagação de doença contagiosa.

Carga com 17 toneladas de frango congelado é saqueada por indígenas em Primavera do Leste

access_time04/03/2020 17:14

Mais de 17 toneladas de frango congelado foram saqueadas por indígenas na BR-070, em Primavera do Leste, nesta quarta-feira (4). O produto estava em um caminhão que tombou na rodovia depois de tentar desviar de outro veículo que vinha no sentido contrário e teria invadido a pista. O motorista do caminhão não teve ferimentos e conseguiu sair do veículo com a ajuda de um outro caminhoneiro que passava pela rodovia. Ele contou que 2 horas após o acidente, mais de cem indígenas chegaram no local e começaram a saquear a carga de frangos. Os indígenas começaram a saquear a carga ainda de manhã e a situação se estendeu por horas. Durante a tarde, mais veículos chegavam pra ajudar a carregar as caixas com frango congelado. O caminhão saiu de Sorriso e tinha como destino Barra do Garças. Toda a carga de frangos estava avaliada em R$ 120 mil. Segundo a empresa responsável pelo caminhão, esta já é a segunda carga da transportadora saqueada por indígenas na região sudeste do estado. Além do prejuízo com os frangos que foram levados, a empresa estima o valor de R$ 150 mil para consertar o baú refrigerado, que teria sido cortado a machadadas na rodovia. Por telefone, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que foi até o local do acidente pra garantir o fluxo de veículos na rodovia e a segurança do motorista, mas que não pode entrar em confronto com os indígenas para evitar o saque da carga.

Mulher é agredida pelo namorado com golpes de machado na cabeça enquanto dormia

access_time26/06/2018 07:44

Uma mulher foi agredida com golpes de machado na cabeça enquanto dormia, no sábado (23), na casa da mãe dela, em Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá. A vítima, de 39 anos, foi atingida por dois golpes na cabeça e sobreviveu. Ela se recupera da agressão em casa. A mulher, que não quer se identificar, viveu um relacionamento onde o medo era constante.   “Foram 7 meses de muita ameaça”, afirmou. Ela morava com o namorado em uma fazenda que fica no limite entre Primavera do Leste e Poxoréu, sudeste do estado. Na madrugada do último sábado, enquanto estava dormindo, foi agredida por ele com dois golpes de machado. Ele invadiu a casa da mãe dela e entrou no quarto onde elas dormiam. “Ele veio e me golpeou com o machado. Eu pensei que eu ia morrer, que hoje eu não estaria aqui. Foi Deus que colocou a mão sobre mim”, declarou. De sábado até esta segunda-feira (25) a PM da cidade atendeu 5 casos de mulheres que estavam sendo ameaçadas ou agredidas pelos companheiros. Dessas situações, em 4 os suspeitos foram detidos e levados para a delegacia A Polícia Civil já identificou o suspeito de agredir a mulher com golpes de machado, mas ele não foi preso. Dados Em cinco meses, 38 mulheres foram assassinadas em Mato Grosso. A maioria por crime passional. Dentre os homicídios registrados, 60% teve motivação passional, 10% por envolvimento com drogas, 3% por vingança, 3% por rixa e 8% por outros movitos. O restante dos casos, segundo os dados, ainda estão sendo apurados.

Homem morre soterrado por 150 toneladas de milho após desabamento de paredes de silo

access_time26/05/2018 19:51

Um homem, de 33 anos, morreu soterrado por 150 toneladas de milho, na sexta-feira (25), após desabamento de paredes de silo onde trabalhava, em Primavera do Leste, a 239 km de Cuiabá. De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, no momento do acidente, Adão de Souza dos Santos fazia manutenção nos equipamentos da moega do silo que armazenava os grãos. Os Bombeiros precisaram de mais de 12h de trabalho para retirar o corpo que foi soterrado por aproximadamente 150 toneladas de milho. O acidente ocorreu na fazenda Santa Fátima, a 58 km da cidade.