Spigreen
Notícias recentes
Ameaçada pelo fogo, onça-pintada invade casas e é resgatada em avião da FAB no Pantanal

Ameaçada pelo fogo, onça-pintada invade casas e é resgatada em avião da FAB no Pantanal

access_time18/08/2020 08:31

Uma onça-pintada invadiu várias casas de moradores do Pantanal mato-grossense depois que teve seu ha

Retrospecto negativo em clássicos fora de casa assombra o São Paulo

Retrospecto negativo em clássicos fora de casa assombra o São Paulo

access_time17/02/2019 10:28

Neste domingo, às 18h, pela sétima rodada do Paulistão, o São Paulo vai a Itaquera pela décima vez t

Ministério aponta 15.654 novos casos e 679 novas mortes por covid-19

Ministério aponta 15.654 novos casos e 679 novas mortes por covid-19

access_time09/06/2020 08:30

O levantamento mais recente do Ministério da Saúde mostra que foram registrados 15.654 novos casos d

Notícias com a tag: sequestro

Filha de promotor de Justiça e o namorado são sequestrados após abordagem de criminosos que fingiam ser da PF

access_time24/08/2020 11:07

A filha do promotor de Justiça Marcelo Malvezzi e o namorado dela foram vítimas de um sequestro-relâmpago na madrugada desta segunda-feira (24), no Bairro Ribeirão do Lipa, em Cuiabá. A vítima de 20 anos registrou um boletim de ocorrência depois que ela e o namorado foram deixados em uma estrada de terra pelos criminosos. Ela disse a polícia que estava com o namorado no carro dela em uma região conhecida como Mirantinho, no Centro de Eventos do Pantanal, na capital, quando um carro com três homens se aproximou. Dois deles desceram do veículo e os abordaram. Um dos criminosos estava armado e se dizia policial federal. O motorista do carro em que eles estavam deixou o local e os dois permaneceram. Segundo ela, o homem falou que iria fazer uma revista no carro em busca de entorpecente. Depois da simulação de revista e nada ter sido encontrado ele disse ao outro homem que estava com ele que eles levariam as vítimas para delegacia devido uma irregularidade na placa do carro da vítima. O namorado foi colocado no banco de trás e assim que o criminoso, que assumiu a direção do carro dela, arrancou com o veículo o outro criminoso deu uma coronhada no namorado dela e anunciou o roubo. Eles pediram que a jovem fornecesse a senha do cartão de banco. Ela então Informou os dados e entregou o cartão ao criminoso. Em seguida ele ligou para outra pessoa e informou a senha para que pudesse testá-la. O casal foi levado para Estrada da Guia, em Cuiabá, e depois entrou numa estrada de terra onde foram deixados. Eles percorreram a pé até a rodovia, pediram carona até um bairro. Lá chamaram um carro de transporte por aplicativo e foram para casa. O carro foi levado pelos criminosos, assim como os celulares e documentos das vítimas. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Ponte Rio-Niterói: após quatro horas, sequestrador é morto pela polícia

access_time20/08/2019 09:50

Após quatro horas de negociações, o homem que sequestrava um ônibus na ponte Rio-Niterói foi morto pela Polícia Militar. O suspeito fez 37 pessoas reféns em um ônibus durante a manhã desta terça-feira (20). O sequestrador havia descido do ônibus e arremessado um objeto em direção aos negociadores, no momento que foi ao chão. Segundo informações, o sequestrador não resistiu aos ferimentos. Não se sabe sobre o estado de saúde dos reféns que ainda estavam no coletivo. Ambulâncias estão no local fazendo atendimento aos passageiros. Múltiplos disparos foram ouvidos por repórteres e motoristas que estavam na ponte. De acordo com o porta-voz da Polícia Militar, coronel Mauro Fliess, o suspeito foi atingido por um tiro de um sniper - atirador de elite - posicionado sobre o caminhão do Corpo de Bombeiros.  O porta-voz complementou dizendo que o sequestrador usava uma arma de brinquedo e havia espalhado combustível por todo o ônibus. Uma imagem de uma espécie de varal de gasolina foi feita por um dos reféns no coletivo. Momentos antes do término do sequestro, o Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais), que comandava as negociações, pediu para que o espaço aéreo no entorno da ponte fosse fechado e as equipes de televisão se afastassem. Em contato com a reportagem, uma fonte da Polícia Militar declarou que o sequestrador estava acompanhando a cobertura da imprensa por um aplicativo de televisão no celular. Sequestrador no Rio usou máscara igual ao atirador de Suzano Após serem liberados pelo sequestrador, reféns disseram que o suspeito pedia R$ 30 mil pelo resgate. Durante as quase quatro horas de negociações, seis pessoas foram soltas. O sequestro e ação da Polícia Militar serão investigados pela DH-Capital (Delegacia de Homicídios), na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro.