Spigreen
Notícias recentes
Lei da telemedicina completa um ano ainda com desafios

Lei da telemedicina completa um ano ainda com desafios

access_time24/04/2021 08:40

No dia 16 de abril de 2020, o presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei 13.989, aprovada pelo Congre

Governador pede prioridade para gestantes na vacinação contra a covid-19 em MT

Governador pede prioridade para gestantes na vacinação contra a covid-19 em MT

access_time23/04/2021 09:23

O governador Mauro Mendes pediu que seja dada prioridade às gestantes na vacinação contra a covid-19

Funcionários dos Correios entram em greve em todo o país

Funcionários dos Correios entram em greve em todo o país

access_time18/08/2020 08:40

A Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas dos Correios e Similares (FENTECT) decidiu entrar

Notícias com a tag: sequestro

Polícia prende 2 por roubar e manter jovem em cárcere privado

access_time15/05/2021 09:02

Os dois suspeitos envolvidos no roubo com restrição de liberdade da vítima, cometido contra o adolescente Rafael Lorenzetti, 17 anos, em Tangará da Serra (a 239 km de Cuiabá), foram detidos pela Polícia Judiciária Civil, na sexta-feira (14). Rafael é filho do empresário Luciano Lorenzetti, que atua no setor de materiais de construção em Mato Grosso. Ele teve seu carro roubado por dois suspeitos na quarta-feira (12) e foi levado como refém. Inicialmente, o crime foi tratado como sequestro, mas como não houve pedido de resgate, esse tipo de crime foi descartado. O primeiro suspeito se trata de uma adolescente de 17 anos, que foi reconhecido pela vítima. Ele foi detido durante diligências em um bairro de Tangará. Logo após a apreensão do menor, o segundo envolvido, de 19 anos, se apresentou na Delegacia do município. Investigação e prisão Segundo informações da Polícia Civil, assim que a dupla foi apontada como suspeita do crime, Rafael foi até a delegacia e conseguiu fazer o reconhecimento fotográfico do adolescente como um dos autores do crime. Com a informação, os policiais intensificaram as buscas pelo suspeito que a todo momento trocava de endereço para escapar de uma possível abordagem policial, inclusive conseguindo fugir dos policiais em uma tentativa de abordagem anterior, também no bairro Jardim Shangri-lá. No final da tarde desta sexta-feira (14), os policiais receberam novas informações de que o suspeito havia retornado para o bairro e montaram uma operação para realizar a apreensão do menor. Ao perceber a presença dos policiais, o adolescente tentou fugir pelos quintais das casas, porém acabou detido durante o cerco.  Três pessoas que estavam nas imediações no momento da apreensão e que tem amizade com o suspeito foram conduzidas para prestar esclarecimentos, sendo ouvidos e liberados. Apenas um dos conduzidos responderá a Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por uso de droga. Tipificação Segundo o delegado, Adil Pinheiro de Paula, o adolescente que teve o envolvimento identificado no roubo ficou a todo momento com a vítima, sendo o responsável por realizar a abordagem, indo com ela em direção à cidade de Nova Olímpia e ficando escondido na região de Novo Progresso. Durante os procedimentos na delegacia, o segundo envolvido (maior de idade) se apresentou confessando a sua participação no crime.  “O caso está sendo tratado como roubo com restrição de liberdade da vítima, uma vez que não houve o pedido de resgate, não caracterizando assim o sequestro. Informações preliminares indicam que os suspeitos tiveram um desentendimento, pois um queria pedir o resgate pela vítima e o outro queria apenas roubar o veículo”, disse o delegado. Diante das evidências, o delegado representou pelo pedido de internação do adolescente pelo ato infracional de roubo com restrição de liberdade da vítima, que foi deferido pela Justiça.  O menor poderá ficar até cinco dias na Delegacia de Tangará da Serra aguardando a vaga no sistema socioeducativo. O caso O crime ocorreu na quarta-feira (12), quando a  vítima retornava da escola, conduzindo um veículo Volkswagen Polo e foi abordada por dois suspeitos em uma motocicleta, no momento em que reduziu a velocidade para entrar em sua casa. Na ocasião, o suspeito menor de idade, que estava na garupa da motocicleta, desceu em posse de uma arma de fogo rendendo a vítima e assumindo a direção do veículo Polo. A vítima foi levada junto ao suspeito. Assim que foram acionadas, as equipes da Polícia Civil e Polícia Militar iniciaram as diligências para localizar a vítima. Durante as buscas na zona rural do município na comunidade conhecida como Bezerro Vermelho, os policiais localizaram o veículo da vítima fora da estrada e com avarias. Em continuidade às diligências, os policiais encontraram a vítima em uma região de mata, próxima ao Distrito de Progresso, na MT-358. O adolescente foi entregue à família sem lesões corporais.

Filha de promotor de Justiça e o namorado são sequestrados após abordagem de criminosos que fingiam ser da PF

access_time24/08/2020 11:07

A filha do promotor de Justiça Marcelo Malvezzi e o namorado dela foram vítimas de um sequestro-relâmpago na madrugada desta segunda-feira (24), no Bairro Ribeirão do Lipa, em Cuiabá. A vítima de 20 anos registrou um boletim de ocorrência depois que ela e o namorado foram deixados em uma estrada de terra pelos criminosos. Ela disse a polícia que estava com o namorado no carro dela em uma região conhecida como Mirantinho, no Centro de Eventos do Pantanal, na capital, quando um carro com três homens se aproximou. Dois deles desceram do veículo e os abordaram. Um dos criminosos estava armado e se dizia policial federal. O motorista do carro em que eles estavam deixou o local e os dois permaneceram. Segundo ela, o homem falou que iria fazer uma revista no carro em busca de entorpecente. Depois da simulação de revista e nada ter sido encontrado ele disse ao outro homem que estava com ele que eles levariam as vítimas para delegacia devido uma irregularidade na placa do carro da vítima. O namorado foi colocado no banco de trás e assim que o criminoso, que assumiu a direção do carro dela, arrancou com o veículo o outro criminoso deu uma coronhada no namorado dela e anunciou o roubo. Eles pediram que a jovem fornecesse a senha do cartão de banco. Ela então Informou os dados e entregou o cartão ao criminoso. Em seguida ele ligou para outra pessoa e informou a senha para que pudesse testá-la. O casal foi levado para Estrada da Guia, em Cuiabá, e depois entrou numa estrada de terra onde foram deixados. Eles percorreram a pé até a rodovia, pediram carona até um bairro. Lá chamaram um carro de transporte por aplicativo e foram para casa. O carro foi levado pelos criminosos, assim como os celulares e documentos das vítimas. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Ponte Rio-Niterói: após quatro horas, sequestrador é morto pela polícia

access_time20/08/2019 09:50

Após quatro horas de negociações, o homem que sequestrava um ônibus na ponte Rio-Niterói foi morto pela Polícia Militar. O suspeito fez 37 pessoas reféns em um ônibus durante a manhã desta terça-feira (20). O sequestrador havia descido do ônibus e arremessado um objeto em direção aos negociadores, no momento que foi ao chão. Segundo informações, o sequestrador não resistiu aos ferimentos. Não se sabe sobre o estado de saúde dos reféns que ainda estavam no coletivo. Ambulâncias estão no local fazendo atendimento aos passageiros. Múltiplos disparos foram ouvidos por repórteres e motoristas que estavam na ponte. De acordo com o porta-voz da Polícia Militar, coronel Mauro Fliess, o suspeito foi atingido por um tiro de um sniper - atirador de elite - posicionado sobre o caminhão do Corpo de Bombeiros.  O porta-voz complementou dizendo que o sequestrador usava uma arma de brinquedo e havia espalhado combustível por todo o ônibus. Uma imagem de uma espécie de varal de gasolina foi feita por um dos reféns no coletivo. Momentos antes do término do sequestro, o Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais), que comandava as negociações, pediu para que o espaço aéreo no entorno da ponte fosse fechado e as equipes de televisão se afastassem. Em contato com a reportagem, uma fonte da Polícia Militar declarou que o sequestrador estava acompanhando a cobertura da imprensa por um aplicativo de televisão no celular. Sequestrador no Rio usou máscara igual ao atirador de Suzano Após serem liberados pelo sequestrador, reféns disseram que o suspeito pedia R$ 30 mil pelo resgate. Durante as quase quatro horas de negociações, seis pessoas foram soltas. O sequestro e ação da Polícia Militar serão investigados pela DH-Capital (Delegacia de Homicídios), na Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro.