anuncie aqui 596-81
Notícias recentes
António Oliveira detona arbitragem após derrota do Cuiabá para o Corinthians:

António Oliveira detona arbitragem após derrota do Cuiabá para o Corinthians: "Uma vergonha"

access_time26/10/2023 09:19

O técnico do Cuiabá, António Oliveira, disparou contra o árbrito da partida, André Luiz Policarpo Be

Polícia encontra ossada que pode ser de jovem desaparecida há mais de um ano

Polícia encontra ossada que pode ser de jovem desaparecida há mais de um ano

access_time10/01/2024 08:30

Uma ossada foi encontrada na noite dessa terça-feira (09), no Bairro Mário Raiter, em Sorriso. A pol

Menores de 14 anos matam jovem, arrancam cabeça e enterram em cova rasa

Menores de 14 anos matam jovem, arrancam cabeça e enterram em cova rasa

access_time17/10/2023 08:20

Três menores, de 14 e 16 anos, foram apreendidos em flagrante por envolvimentos no homicídio do jove

Notícias com a tag: sleeping-giants

Depois de reação da Jovem Pan, Sleeping Giants pede ajuda a Moraes

access_time07/03/2023 09:06

Depois de a Jovem Pan reagir aos ataques do Sleeping Giants, em cruzada contra a emissora, o grupo extremista apelou ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), na semana passada. Isso porque a rádio que virou TV acionou a Justiça contra o ajuntamento, por “difamação”. Após a derrota do ex-presidente Jair Bolsonaro, o Sleeping Giants iniciou uma campanha de desmonetização da Jovem Pan, intimidando anunciantes da empresa. Conforme o mais recente levantamento, mais de 50 desfizeram a parceria com a companhia de mídia, em virtude da pressão. Em 3 de janeiro, a pedido da Jovem Pan, a Polícia Civil de São Paulo abriu uma investigação para descobrir os responsáveis e os financiadores do Sleeping Giants. Dessa forma, busca-se identificar e punir os responsáveis pela campanha difamatória, iniciada em dezembro contra a emissora. Por causa da reação da Jovem Pan, o Sleeping Giants pediu a Moraes para tomar a frente do caso e incluir a empresa no inquérito das fake news. Assim sendo, a Jovem Pan passaria de vítima a algoz. “Diante da investigação em trâmite neste STF, de relatoria de Vossa Excelência, contra os jornalistas vinculados à Jovem Pan, como também a investigação em trâmite direcionada aos financiadores e aos propagadores dos atos terroristas e discurso de ódio, vê-se a conexão entre os fatos”, argumentou o Sleeping Giants. Jovem Pan e escritório do Sleeping Giants em São Paulo O jornal Gazeta do Povo informou que, em janeiro, policiais visitaram o endereço registrado do grupo, em São Paulo, para localizar e notificar os responsáveis. Os agentes constataram que o Sleeping Giants aluga um “espaço virtual” na Regus, uma grande empresa de coworking. Uma funcionária informou que os sócios do Sleeping Giants “nunca estiveram fisicamente presentes, e que tudo funciona através de e-mails, inclusive o contrato de locação entre eles e o envio de documentos pessoais”. Acrescentou que o contrato de locação foi assinado por Mayara Stelle, que informou um número de celular com prefixo de Minas Gerais, mas sem endereço residencial. Intimidação A Jovem Pan não é a única a se tornar alvo dos extremistas. Em julho de 2021, o Sleeping Giants mobilizou cerca de 200 empresas a tomarem medidas contra supostos ataques homofóbicos do apresentador Sikêra Jr., na RedeTV!. A lista de patrocinadores que retiraram a verba do programa incluiu BMW, Ford, Tim, Samsung e Caixa Econômica Federal. Em novembro de 2020, o movimento de esquerda perseguiu anunciantes do jornal Gazeta do Povo, para asfixiar a publicação. Além disso, o Sleeping Giants fez parte de uma campanha na internet pela demissão do jornalista Rodrigo Constantino, colunista da Revista Oeste e da Gazeta. O método do Sleeping Giants funciona principalmente nas redes sociais. Os administradores do movimento “marcam” o perfil das empresas e pedem que deixem de anunciar no veículo até terem sua demanda atendida. Os anunciantes cedem, ao pensar que podem estar à beira de uma crise de imagem.