Spigreen
Notícias recentes
Com 59 pessoas à espera de UTI, Mato Grosso pede ajuda a outros estados para transferir pacientes com Covid-19

Com 59 pessoas à espera de UTI, Mato Grosso pede ajuda a outros estados para transferir pacientes com Covid-19

access_time08/03/2021 07:44

O secretário estadual de Saúde de Mato Grosso, Gilberto Figueiredo, pediu o auxílio de outros estado

Aneel vota nesta terça proposta que reduz incentivo para quem quer gerar a própria energia

Aneel vota nesta terça proposta que reduz incentivo para quem quer gerar a própria energia

access_time15/10/2019 15:44

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) vota nesta terça-feira (15) proposta para alteração d

Operação mira grupo suspeito de roubar veículos, cargas e fazer motoristas reféns

Operação mira grupo suspeito de roubar veículos, cargas e fazer motoristas reféns

access_time30/08/2018 09:00

As polícias Civil e Rodoviária Federal (PRF) realizam, nesta quinta-feira (30), a Operação Zayn, que

Notícias com a tag: soja

Polícia prende dois envolvidos em esquema milionário de desvios de soja no Nortão

access_time08/05/2021 09:35

Policiais civis de Brasnorte prenderam duas pessoas acusadas de envolvimento em um esquema de desvio de cargas de soja de uma propriedade rural do município. Com apoio da equipe da Polícia Civil e Polícia Militar de Campo Novo dos Parecis, o caminhão foi abordado no município e recuperada a carga de 49 toneladas de soja retirada do armazém da vítima sem nota fiscal emitida pela proprietária dos grãos.  O proprietário da fazenda desconfiou que estivesse sendo vítima de um esquema de desvio de cargas de soja e procurou a Delegacia de Brasnorte para registrar a ocorrência. Ele relatou que desde os primeiros meses deste ano deu falta de toneladas de soja do setor de armazenamento da fazenda e suspeitava que carretas retiravam carga de soja com notas frias.  A partir das informações repassadas pela vítima, o delegado Heberth Hugo Montenegro instaurou investigação para apurar os fatos. Nesta quarta-feira, o proprietário da fazenda informou à Polícia Civil que uma carga saiu da fazenda e seguiu em direção ao município de Campo Novo dos Parecis, sem documentação fiscal dos grãos transportados.  Após solicitação de apoio à delegacia de Campo Novo dos Parecis, o caminhão foi abordado e com o motorista, de 35 anos, foram encontradas notas fiscais falsas. Ele foi preso em flagrante e conduzido à delegacia de Brasnorte.  Depois da apreensão da carga, os policiais de Brasnorte foram até o escritório da fazenda da vítima onde indagaram uma funcionária sobre o esquema de desvio das cargas de soja. Ela confessou a participação na ação criminosa, detalhando sobre a facilitação e o despacho das notas frias de soja emitidas por ela para que as carretas pudessem sair da fazenda com as cargas.  A funcionária da fazenda, de 37 anos, relatou aos policiais que recebia R$ 10 mil por carreta que saía com nota fria da propriedade rural. A suspeita passou mais informações e participação de outras pessoas no esquema, que serão apuradas pela equipe da Polícia Civil de Brasnorte. Na casa dela, os policiais apreenderam um notebook e um celular que serão analisados.  De acordo com o delegado, as cargas desviadas da propriedade causaram um prejuízo estimado pela vítima em R$ 1 milhão. A carga apreendida nesta quarta-feira está avaliada em R$ 135 mil. Todas as informações foram divulgadas pela assessoria da Polícia Civil.

Área de soja aumenta 2,7% nos últimos dois anos em MT, segundo levantamento da Unemat

access_time17/08/2019 07:49

Um mapeamento realizado pela Universidade Federal de Mato Grosso (Unemat) apontou que a área plantada de soja aumentou 2,7% na safra 2018/2019. O que representa 282.499 hectares a mais que a safra 2016/2017. No total, segundo o levantamento, este ano, foram cultivados 10.645.826 milhões de hectares de soja, em todo o estado. Ainda segundo a Unemat, o bioma amazônia foi o que apresentou maior percentual de aumento de área plantada. Foram 6,4% a mais que nas safras anteriores. No bioma Cerrado, o aumento menor, 4,8%. Já o Pantanal foi que apresentou menor percentual de expansão de área, 0,3%. De acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) o mapeamento contribui com a estimativa de área e produtividade, além de oferecer informações precisas sobre a distribuição geográfica em cada estado. A Conab informou ainda que a estimativa de área e o resultado do mapeamento auxiliam na análise das informações repassadas pelos produtores. A plataforma permite o acompanhamento detalhado da safra e, consequentemente, influencia no resultado da produção. Além de contribuir para que as instituições consigam desenvolver estratégias para o desenvolvimento sustentável. Dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), são semelhantes, embora consideram as safras 2017/2018 e 2018/2019. Em um ano, o percentual de aumento foi 1,6%. Ainda segundo o Imea do total de área plantada é 9,76 milhões de hectares.

Produtores rurais investem em arrendamento de terras para aumentar produção de soja

access_time19/11/2018 09:24

Os produtores rurais de Mato Grosso aumentaram a procura de arrendamento de terras no norte do estado para reduzir custos e aumentar a produção de soja. Segundo a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja), os proprietários das terras disponibilizadas para arrendamento são pequenos produtores, que recebem entre quatro a dez sacas do grão por hectare. O arrendamento é uma forma de ampliar as áreas de cultivo nas lavouras. O produtor rural, Gilberto Baldissera, que tem uma fazenda em Sinop, a 503 km de Cuiabá, cultiva 1,5 mil hectares de soja. Com o arrendamento, são 300 hectares a mais do que na safra anterior. O cultivo foi ampliado devido ao arrendamento de terra, que fica ao lado da propriedade dele. “A gente fazia o plantio de milho também, e apareceu essa área do lado, e com o maquinário que temos conseguimos utilizar a área”, disse. O pagamento do arrendamento é feito com o grão produzido. A cada safra dez sacos do grão são entregues ao dono da propriedade por hectare colhido. De acordo com o corretor de imóveis agrícolas Elexandro dos Reis Silva, a procura dos produtores rurais tem sido maior do que o número de áreas disponíveis para arrendamento. “A procura aumentou de 10% a 20%, e o estado está expandindo na produção de grãos e o cultivo de lavoura tem aumentado bastante”, avaliou. Segundo o representante da Aprosoja, Adelmo Zuanazzi, os proprietários das terras disponibilizadas para arrendamento são pequenos produtores. Ele explicou que um dos motivos para o arrendamento de terras ser realizado é o alto custo de produção para os pequenos produtores. “A área de gestão da propriedade, quando você contrata um agrônomo ou um advogado para cuidar dos seus negócios, ele pode assessorar alguém com mil hectares como dez mil com o mesmo custo. Isso acaba onerando o pequeno e o médio produtor”, avaliou.