Kurupí
Notícias recentes
NOTA OFICIAL DA PREFEITURA MUNICIPAL DE PEIXOTO DE AZEVEDO

NOTA OFICIAL DA PREFEITURA MUNICIPAL DE PEIXOTO DE AZEVEDO

access_time07/03/2019 11:46

A administração municipal de Peixoto de Azevedo vem através desta nota oficial se posicionar a respe

Internado, candidato é levado para fazer o Enem em ambulância: 'Tinha que fazer a prova'

Internado, candidato é levado para fazer o Enem em ambulância: 'Tinha que fazer a prova'

access_time11/11/2019 18:36

Após fazer uma cirurgia de emergência, no sábado (9), o candidato Breno Faustino de Assis, de 16 ano

Operação combate exploração sexual de crianças na internet

Operação combate exploração sexual de crianças na internet

access_time28/03/2019 11:10

Polícias civis de 26 estados e do Distrito Federal deflagraram hoje (28) a Operação Luz na Infância

Notícias com a tag: policial

Menino de 3 anos é levado morto para hospital e mãe e namorada são presas suspeitas do crime

access_time27/11/2019 13:52

Duas mulheres foram presas na noite dessa terça-feira (26) suspeitas de serem responsáveis pela morte de um menino de 3 anos em Nova Marilândia/MT. Segundo a Polícia Militar, Davi Gustavo Marques de Souza chegou morto no Pronto Atendimento da cidade. A polícia foi chamada depois que os médicos encontraram hematomas no corpo de Davi e sinais de maus-tratos. Foram presas Luana Marques Fernandes, de 25 anos, e Fabiola Pinheiro Bracelar, 22 anos. Luana é a mãe do menino e Fabiola é a namorada dela. Fabiola teria levado o menino até o hospital e saído deixando a criança com os médicos. A reportagem não localizou a defesa delas. De acordo com a PM, Fabiola e Luana foram encontradas perto da casa delas, no bairro Planalto, onde moravam com Davi. Ao serem questionadas sobre a morte e hematomas na criança, Fabiola negou o crime e disse que não tinha envolvimento, enquanto a mãe chorou. Para os policiais, as duas demonstravam frieza em relação ao falecimento de Davi. De acordo com os médicos, Davi tinha diversos ferimentos pelo corpo. Fabiola contou aos médicos que o menino sentiu dores, como se fosse um infarto, ficou roxa e se contorceu. Ele chegou sem vida na unidade de saúde. Fabiola explicou aos médicos que ele teria sofrido uma queda de bicicleta e, por isso, teria os hematomas pelo corpo. Familiares da criança relataram, depois da morte, que o menino sofria maus-tratos e era espancado. Em outra ocasião, Fabiola já teria atropelado o menino, que teve a perna e costelas quebradas. Conforme a PM, elas foram presas por homicídio doloso (quando há intenção de matar), maus-tratos e omissão de socorro. As duas foram levadas à delegacia de Nortelândia/MT, que fica a aproximadamente 20 km de Nova Marilândia. O corpo do menino foi levado para necrópsia e um laudo deve apontar a causa da morte. A Polícia Civil de Mato Grosso informou a reportagem que o interrogatório das mulheres será feito nesta quarta-feira (27). Algumas testemunhas foram à delegacia e dão depoimentos. Davi Gustavo Marques de Souza, de 3 anos, foi levado morto ao hospital de Nova Marilândia — Foto: Arquivo pessoal

Feirantes são flagrados por câmeras de segurança vendendo drogas em MT

access_time27/08/2019 18:34

Dois homens foram presos suspeitos de estarem vendendo drogas em uma barraca de frutas na tarde dessa segunda-feira (26) em Pontes e Lacerda. Os suspeitos foram flagrados pelo sistema de monitoramento de câmeras da Central de Operações da Polícia Militar (Copom). Conforme o boletim de ocorrência, os policiais foram até a barraca de frutas, localizada na Praça Miguel Gajardone, e abordaram um jovem de 21 anos, que estava com duas porções de maconha e R$ 20 em um dos bolsos da roupa que usava. Com outro suposto vendedor de frutas, de 18 anos, os policiais apreenderam mais duas porções da mesma substância. Os suspeitos foram encaminhados à delegacia por uso e tráfico de drogas.

Quatro policiais militares ficam feridos após caminhonete da Sema capotar em MT

access_time22/08/2019 16:02

Quatro soldados da Polícia Militar, dois do 3º Batalhão de Cuiabá e dois da Força Tática de Várzea Grande, região metropolitana da capital, ficaram feridos em um acidente de trânsito na rodovia BR-070, em General Carneiro na tarde desta quinta-feira (22). A caminhonete em que eles estavam saiu da pista e capotou. O veículo é da Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Sema). Eles estavam em missão de apoio a ações da Sema no combate a crimes ambientais. Dois soldados bateram a cabeça e chegaram a desmaiar, mas foram socorridos e retomaram a consciência antes de serem removidos para Hospital em Barra do Garças, onde vão passar por exames complementares. Outros dois tiveram lesões leves. O 5º Comando Regional de Barra do Garças está acompanhando o atendido e dando apoio aos policiais.

'Taradão' se masturba em frente a mulheres que encontra nas ruas de Peixoto de Azevedo

access_time21/08/2019 10:05

Segundo informações, homem moreno com aproximadamente 1,70 metros de altura e sobre bicicleta feminina de cor vermelha costuma se masturbar perto de mulheres que encontra nas ruas e nessa terça-feira praticou na frente de duas mulheres na Avenida Itamar Dias, próximo a escola 19 de julho.   As autoridades pedem encarecidamente aos pais de crianças e adolescentes que acompanhem seus filhos no trajeto da escola, até que este pervertido seja preso pela polícia.   Qualquer informação sobre este suspeito, favor ligar para Polícia Militar ou Civil através dos telefones 190 e 197, respectivamente. Esta imagem do suspeito foi retirada de vídeo que está circulando pelo Whatsapp.

Mulher de ex-deputado federal depõe sobre acidente que matou criança e diz que não viu moto e fugiu por medo

access_time15/08/2019 09:13

A mulher do ex-deputado federal Adilton Sachetti (PRB-MT), Lidiane Campos, suspeita de ter atropelado e matado uma criança, de 3 anos, em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, disse, em depoimento na Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran), que não viu a motocicleta e fugiu por medo após o acidente. Ela prestou depoimento nesta quarta-feira (14) e foi liberada pela polícia. Lidiane, que é influencer digital, dirigia uma caminhonete que atingiu uma motocicleta por um casal e a criança. O acidente ocorreu na noite de domingo (11). Estavam na moto Dayane Palmeiras dos Santos, de 35 anos, o marido dela, Marcos Souza da Costa, de 30 anos, e Daniel Augusto Costa, de 3 anos, filho de Marcos e enteado de Dayane. Eles retornavam de uma comemoração do Dia dos Pais. Segundo a delegada Ludmila Zorzetti Vendramel, que apura o acidente, Lidiane contou que não teria visualizado a motocicleta. Daniel Augusto Costa morreu no acidente; foto foi tirada ontem com o pai e a madrasta, feridos no acidente — Foto: Arquivo pessoal Ela afirmou que, depois da batida, 'ficou desnorteada e, no desespero, entrou na contramão'. Em seguida, amedrontada, ela abandonou o veículo. Vendramel pontou que as investigações continuam. O advogado dela, Wilson Lopes, afirmou que Lidiane deixou o local com medo de ser agredida depois de ser cercada por testemunhas. Ela poderá ser indiciada pelo crime de homicídio culposo (quando não há intenção de matar) na direção de veículo e omissão de socorro. O acidente Lidiane dirigia uma Hilux SW4 que cruzou a Avenida 15 de Novembro, atingindo a moto. A caminhonete, mesmo após a batida, prosseguiu até a Rua Rosa Bororo e virou fugindo pela contramão. Mulher de ex-deputado federal bateu caminhonete em moto, feriu casal e matou criança de 3 anos em Rondonópolis — Foto: Divulgação Quando a polícia chegou encontrou a caminhonete na própria Avenida 15 de Novembro, local do acidente. O automóvel foi apreendido, mas a motorista não estava no local. O casal e a criança foram socorridos pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) ao Hospital Regional de Rondonópolis. Marcos Souza da Costa e Dayane Palmeiras dos Santos, pai e madrasta da criança atropelada em Rondonópolis — Foto: TV Centro América A criança não resistiu e morreu por volta de 23h. A polícia pediu exame de corpo de delito e fez a liberação. O pai e a madrasta da criança devem passar por cirurgias por causa do acidente. Marcos deve operar os dedos do pé esquerdo, e Dayane, o joelho e o tornozelo da perna direita. Marcos contou que ele e a mulher dele estão tendo dificuldades para comer e se recuperar, eles estão recebendo doações de alimentos e remédios. Segundo ele, Lidiane e o marido dela, Adilton, não estão dando assistência a família. Dayane é desempregada e Marcos era o único que trabalhava.