anuncie aqui vermelho
Notícias recentes
Sem concorrência no momento, Borja ganha importância e sequência no Palmeiras

Sem concorrência no momento, Borja ganha importância e sequência no Palmeiras

access_time17/02/2019 10:34

Se a semana de Borja começou com a notícia de um possível negócio com o futebol chinês, o qual a pri

CCJ da Câmara aprova redução da idade de aposentadoria de ministros do STF

CCJ da Câmara aprova redução da idade de aposentadoria de ministros do STF

access_time24/11/2021 07:41

Nesta terça-feira (23/11), a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Câmara aprovou a

Dia 25 de agosto tem Mutirão Suas na Comunidade

Dia 25 de agosto tem Mutirão Suas na Comunidade

access_time22/08/2018 07:36

A Secretaria Municipal de Assistência Social através do CRAS com a campanha “Suas na Comunidade” em

GERAL

Palmeiras sobra diante do Santos e fatura título inédito da Copinha

access_time25/01/2022 20:54

Pela primeira vez na história, o Palmeiras conquistou o título da Copa São Paulo de Futebol Júnior, após golear o Santos por 4 a 0 no Allianz Parque, nesta terça-feira (25), na capital paulista. Invicto na competição, hoje o Verdão balançou a rede três vezes em apenas 15 minutos de jogo, com gols de Endrick, Giovani e Gabriel Silva, para alegria da torcida alviverde nas arquibancadas. Na etapa final, Gabriel Silva marcou o segundo dele, ampliando o triunfo aos oito minutos de bola rolando.  Há 19 anos o Alviverde não chegava à uma final da Copinha: na ocasião perdeu para o Santo André. A primeira vez que o Verdão disputou a taça foi em 1970, mas ficou em vice ao ser derrotado pelo Corinthians. Mal começou a partida, o Verdão foi com tudo para cima do Santos e cinco minutos foram suficientes para que Endrick, de 15 anos, abrisse o placar, após aproveitar um cruzamento e desviar para o fundo da rede. Seis minutos depois, Giovani marcou um golaço, com um chute por cima do goleiro Diógenes. E na sequência, aos 15 minutos, foi a vez de Gabriel Silva ampliar em cobrança de falta. Com a ampla vantagem, o Verdão diminuiu em  intensidade, mas mesmo assim o Santos não conseguiu se rearticular em campo para diminuir o prejuízo. E para desespero do Peixe, já nos acréscimos, Derek foi expulso de campo, após atingir a canela do alviverde Giovani.  Na etapa final, Gabriel Silva precisou de oito minutos para marcar o segundo dele na partida, desta vez de cabeça, aproveitando um cruzamento de Vanderlan, da esquerda.  O Verdão seguiu marcando forte e teve mais chances de ampliar ainda mais o placar. A melhor delas foi aos 26 minutos, em cabeçada de João Pedro: o goleiro Diógenes espalmou  e a bola bateu na trave e não entrou. Com desempenho muito superior ao Santos, o Verdão manteve o controle do jogo até o apito final.

Visitas em todos os hospitais estaduais de MT são suspensas para tentar conter casos da Covid

access_time25/01/2022 20:35

Devido ao aumento de casos da Covid-19, a Secretaria Estadual de Saúde (SES) suspendeu as visitas aos pacientes internados nos hospitais estaduais de Mato Grosso. Ao todo, são oito hospitais estaduais no estado. Veja abaixo: Hospital Regional de Sorriso Hospital Regional Masamitsu Takano, em Colíder Hospital Regional Jorge de Abreu, em Sinop Hospital Regional Dr. Antônio Carlos Souto Fontes, em Cáceres Hospital Regional Albert Sabin, em Alta Floresta Hospital Metropolitano Lousite Ferreira da Silva, em Várzea Grande Hospital Regional Irmã Elza Giovanella, em Rondonópolis Hospital Estadual Santa Casa, em Cuiabá A portaria publicada nesta terça-feira (25) prevê que a presença de acompanhantes será somente nos casos previstos em lei, ou seja, à crianças, idosos e Pessoas com Deficiência (PCD).                                                                       No entanto, o revezamento de acompanhantes somente será permitido em casos extremamente necessários a ser avaliado pelas equipes técnicas ou clínicas dos hospitais. Em casos excepcionais os hospitais poderão pedir a permissão da respectiva direção. A portaria leva em conta os casos de Covid-19, da gripe H3N2 e a taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para tratamento das doenças no Sistema Único de Saúde (SUS). Taxa de ocupação A taxa de ocupação dos leitos de UTI está em 84,72%. São 183 pessoas internadas em UTI, há somente 24 leitos disponíveis. Outras 369 pessoas estão em enfermarias do SUS. Há 26.550 casos de infecção pela Covid-19 ativos em Mato Grosso, conforme boletim da SES.

MT tem 26 mortes no final de semana; já são 601 mil casos

access_time24/01/2022 20:02

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta segunda-feira (24), 601.453 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 14.205 óbitos. No final de semana, houve 7.142 novos casos da doença com 26 mortes. Dos 601.453 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 25.649 estão em isolamento domiciliar e 560.639 estão recuperados.                                                                                                                                                                    Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 179 internações em UTIs públicas e 192 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 82,8% para UTIs adulto e em 42% para enfermaria adulta. Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (117.124), Várzea Grande (44.652), Rondonópolis (39.573), Sinop (28.292), Tangará da Serra (19.623), Sorriso (18.797), Lucas do Rio Verde (17.288), Primavera do Leste (16.600), Cáceres (13.552) e Alta Floresta (12.083). Sistemas instáveis Devido à instabilidade dos sistemas do Ministério da Saúde ocorrida nas últimas semanas, não foi possível atualizar os dados do Ranking da Vacinação em Mato Grosso e o número de casos e óbitos da Covid-19 no País. Os dados serão atualizados e divulgados assim que for restabelecido o acesso da SES aos sistemas do Governo Federal.

Merenda escolar de Mato Grosso pode ser enriquecida com mel e derivados

access_time24/01/2022 19:58

O mel de abelha e seus derivados podem se tornar itens obrigatórios no cardápio das escolas da rede pública de Mato Grosso. É o que prevê o Projeto de Lei (PL) nº 12/2022, apresentando pelo deputado estadual Valdir Barranco (PT) na Assembleia Legislativa do Estado de Mato Gross (ALMT). Segundo o autor da proposta, o mel e seus derivados deverão ser adquiridos, pelo Governo do Estado, diretamente de apicultores, produtores da agricultura familiar, da economia popular solidária e dos empreendimentos familiares rurais de todo o estado. “Temos que oferecer esse forte estímulo à apicultura do estado. Precisamos promover a proteção de abelhas com a criação racional, aumentar a produção de mel, melhorar a qualidade de alimentação nas escolas e proporcionar o aproveitamento do potencial produtivo das pequenas propriedades, melhorando a produtividade agrícola com a polinização, gerando renda para o pequeno agricultor e viabilizando sua permanência no campo”, explicou o parlamentar. Barranco também lembrou que um dos grandes desafios das escolas públicas é oferecer alimentação saudável, nutritiva e gostosa para os estudantes, e que o mel é um alimento de alta qualidade, rico em energia e inúmeras outras substâncias benéficas ao equilíbrio dos processos biológicos de nosso corpo. “A introdução do mel na alimentação escolar vai enriquecer e colaborar com o desenvolvimento físico e intelectual das crianças e adolescentes, jovens e adultos, além de poder ser utilizado para a substituição do açúcar para adoçar sucos e outros alimentos, e auxiliar na redução do crescente aumento da obesidade e diabetes infantil e juvenil”, finalizou o deputado.

Com mais de 800 atendimentos diários, farmácias públicas de Sorriso ficam sem remédios

access_time24/01/2022 19:52

Com uma média de mais de 800 atendimentos registrados nos últimos 40 dias nas unidades de saúde de Sorriso (420 km ao norte de Cuiabá), as farmácias cidadãs do município passam por desabastecimento. Segundo a prefeitura, só de dipirona foram distribuídos 156 mil comprimidos nesse período. A prefeitura informou que já comprou os medicamentos para a reposição, porém, o aumento na demanda fez com que os medicamentos que seriam consumidos em dois meses acabassem em 40 dias. Além disso, os fornecedores também estão com dificuldade para entregar os itens, pois o aumento da demanda ocorre em todo o país. O relatório diário demonstra que na última sexta-feira (21) apenas 3 unidades de pronto atendimento somaram 817 consultas médicas; no sábado (22), foram 696 e, no domingo (23), chegaram a 695 consultas médicas. O surto de gripe e os altos índices de novas infecções por covid-19 levaram a esse quadro por todo o país. Conforme a Secretaria Municipal de Saúde, essa é uma situação que extrapolou o planejamento de vários estados e municípios. A coordenadora de Assistência Farmacêutica, Priscilla Diel Bobrzyk, explica que dado os altos números de atendimentos, a situação das farmácias vem sendo monitorada desde o fim de dezembro/início de janeiro. "Nós observamos que a busca por atendimento simplesmente triplicou, e, desde então estamos em contato direto com os fornecedores em busca de restabelecer o estoque". Até a situação regularizar e como forma de diminuir o problema, a Secretaria orientou aos médicos que prescrevam medicamentos alternativos, nos casos possíveis. Ainda assim, há situações em que o medicamento não pode e não deve ser substituído, e, infelizmente muitas pessoas não encontraram a medicação prescrita na Farmácia Cidadã 24 Horas nesse fim de semana. (Com informações da assessoria)

Secretário descarta convite para assumir a Secretaria Estadual de Saúde

access_time24/01/2022 19:46

Apesar das especulações, o secretário de Saúde de Várzea Grande, Gançalo de Barros, descartou na manhã desta segunda=feira (24), a possibilidade de assumir o comando da Secretária Estadual de Saúde. O assunto começou a ser comentado nos bastidores diante da saída de Gilberto Figueiredo, que deixará a pasta no fim do mês para se dedicar a sua candidatura à deputado estadual nas eleições deste ano. Durante entrevista ao programa A Tribuna (rádio Vila Real 98.3 FM), o gestor disse que não recebeu nenhum convite do governador Mauro Mendes (DEM) e afirmou que o substituto de Gilberto deve sair do núcleo Palácio Paiaguás. “Esse convite nunca aconteceu e jamais houve qualquer tratativa nesse sentido comigo. O governador Mauro Mendes faz um grande governo e ele tem nomes suficientes dentro de sua equipe para fazer essa escolha. Eu acredito que vai se resumir numa escolha pessoal dele ali”, disse.                                                                                                                                                                                                                                                                                                                  No comando da saúde da Cidade Industrial, Gonçalo vem se destacando na gestão da rede de atenção básica do município e na vacinação da população várzea-grandense desde que assumiu o cargo no ano passado. Na última semana, Gilberto chegou a qualificar o nome dele e afirmou que o secretário tem competência para assumir seu posto na pasta estadual. Contudo, até o momento o governador tem evitado comentar sobre as articulações em torno do novo comandante da Saúde do Estado e se limita a dizer que adotará uma "decisão técnica e não política". Por sua vez, Gonçalo afirma que fica “lisonjeado” com as especulações. Contudo, reitera que está focado na gestão em Várzea Grande. “Estamos focados em Várzea Grande, esse assunto é mera especulação e fico lisonjeado quando comentam isso ai. Contudo, não passa de especulação e estamos focados para essa missão aqui na cidade”, finalizou.

Concurso para polícia e bombeiro que cobra exame de HIV e número mínimo de dentes deve ter edital revisado após pedido do MP

access_time24/01/2022 19:36

Após a polêmica causada pelo edital do concurso para polícia e bombeiro em Mato Grosso, que cobra exame de HIV e número mínimo de dentes, entre outras exigências, a Segurança Pública deve revisar as regras.O encaminhamento é resultado de uma reunião realizada na quarta-feira (19), com representantes do Ministério Público do Estado de Mato Grosso, da Comissão Unificada do Concurso Público e Governo do Estado.                                                                                                                                                                                                                                                  De acordo com a promotora de Justiça Valnice Silva dos Santos, em razão do recebimento de várias reclamações junto à Ouvidoria do MPE, foi instaurado procedimento para acompanhamento da organização e realização do certame.                        ,                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                                  O governo informou que o edital será revisto. A promotora explica que na reunião realizada com os responsáveis pelo concurso foram discutidas questões relacionadas às medidas que serão adotadas para prevenção à Covid-19, já que as provas ocorrerão em uma única data, as condições incapacitantes previstas nos editais e a instabilidade do sistema da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) no período de pedido de isenção das inscrições. A polêmica Os editais do concurso de formação de cadastro de reserva da Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso exigem, entre outros documentos, dos candidatos a apresentação de exame de HIV antes da participação na prova de aptidão física. Para a Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), os critérios são discriminatórios. O presidente da comissão, Flávio Ferreira, disse que o edital confronta a Constituição Federal que impede que a vedação de qualquer pessoa em fazer o concurso público. "É um edital discriminatório neste aspecto. Nós entendemos que exames de saúde são necessários sim", disse. No entanto, o presidente da comissão disse que doenças controladas, como é o caso do HIV, não deveria ser motivo de desclassificação do candidato. O Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPE) também recebeu denúncia sobre o edital do governo de Mato Grosso, por meio da Ouvidoria, e encaminhou para análise do núcleo de promotorias de Defesa da Cidadania.

Câmara de Vereadores de Peixoto de Azevedo abre inscrição para concurso no Cargo de Controlador Interno e Advogado

access_time24/01/2022 18:44

A Câmara de Vereadores de Peixoto de Azevedo/MT vai realizar concurso público no intuito de preencher uma vaga para Controlador Interno e outra para Advogado. As inscrições foram abertas nesta segunda-feira, 24 de janeiro de 2022. Para realizar a inscrição os interessados devem acessar o endereço eletrônico www.atamemt.com.br até as 23h59min do dia 11 de fevereiro de 2022. O cargo de Controlador Interno exige ensino superior em ciências contábeis ou gestão pública ou administração ou direito ou ainda em economia. O cargo de Advogado exige curso superior e habilitação funcional diploma de curso superior de direito, inscrição no órgão de classe, prova de estar regularmente habilitado para o exercício da profissão. A data prevista para a prova escrita: 06/03/2022 - Horário e Local serão confirmados através de Edital Complementar.

Ex-vereador de Guarantã do Norte (MT) morre por Covid-19

access_time24/01/2022 18:37

O ex-vereador de Guarantã do Norte, a 771 km de Cuiabá, Augusto Rodrigues de Oliveira morreu nesse domingo (23), por Covid-19. Ele estava internado, mas não resistiu ao agravamento da doença.                                                                                                                                                                                                                                                                Augusto  estava em um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Regional de Peixoto de Azevedo, a 692Au km de Cuiabá. O ex-vereador chegou em Guarantã do Norte na década de 80 onde iniciou suas atividades profissionais no ramo de sapataria, posteriormente se elegeu vereador onde também foi presidente do poder legislativo do município. Ele era empresário e atuava no ramo de hotelaria.                                                                                                                            O prefeito do município, Érico Stevan Gonçalves, decretou luto oficial e emitiu uma nota de pesar, nesta segunda-feira (24), lamentando a morte de Augusto. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), em Guarantã do Norte foram confirmados 5.228 casos de Covid-19 e 131 mortes pela doença. Atualmente, cinco pessoas estão internadas com o vírus no município.

Brasil volta a bater recorde na média móvel de casos conhecidos de Covid em 24 horas, com 148,2 mil; média de mortes cresce mais uma vez

access_time23/01/2022 21:47

O Brasil registrou neste domingo (23) 84.230 novos casos conhecidos de Covid-19 em 24 horas, chegando ao total de 24.044.437 diagnósticos confirmados desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de casos nos últimos 7 dias foi a 148.212 - a maior marca registrada até aqui e marcando o sexto recorde seguido. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +309%, indicando tendência de alta nos casos da doença. Brasil, 23 de janeiro Total de mortes: 623.145 Registro de mortes em 24 horas: 166 Média de novas mortes nos últimos 7 dias: 292 (variação em 14 dias: 129%) Total de casos conhecidos confirmados: 24.044.437 Registro de casos conhecidos confirmados em 24 horas: 84.230 Média de novos casos nos últimos 7 dias: 148.212 por dia (variação em 14 dias: 309%)                                                O país também registrou 166 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 623.145 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias é de 292 -- a maior registrada desde 1 de novembro. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +129%, indicando tendência de alta nos óbitos decorrentes da doença. Amapá e Roraima não registraram mortes por Covid nas últimas 24 horas. O Distrito Federal e Tocantins não atualizaram os dados neste domingo. Dessa forma, a média móvel de vítimas atinge agora um patamar acima do que estava às vésperas do ataque hacker que gerou problemas nos registros em todo o Brasil, ocorrido na madrugada entre 9 e 10 de dezembro (leia mais abaixo). Na época, essa média indicava 183 mortos pela doença a cada dia. Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde. Mortes e casos de coronavírus no Brasil e nos estados Mortes e casos por cidade Veja como está a vacinação no seu estado                                                                                                                                                                                                                                                                           Instabilidade nos sistemas Após o apagão de dados do Ministério da Saúde, os estados começaram a normalizar a divulgação de números de Covid-19 no Brasil no dia 4 de janeiro. Em 12 de dezembro, o ministério informou que o processo para recuperação dos registros dos brasileiros vacinados contra a Covid-19 após ataque hacker foi finalizado, sem perda de informações. Mas, no dia seguinte, o ministro Marcelo Queiroga disse que houve um novo ataque hacker. A previsão inicial de estabilização dos sistemas, de 14 de dezembro, não foi cumprida. No início de janeiro, o ministério informou que quatro de suas plataformas foram reestabelecidas ainda em dezembro; afirmou que, no dia 7 de janeiro, normalizou a integração entre os sistemas locais e a rede nacional de dados, e que o retorno do acesso às informações estava sido gradual.                                         Segundo a pasta, a instabilidade no sistema não interferiu na vigilância de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave, como a Covid. É o oposto do que dizem pesquisadores. "A gente não consegue planejar a abertura de novos serviços hospitalares, de centros de testagem, abertura de novos leitos e entender as regiões onde o impacto da nova variante é maior", diz Julio Croda, infectologista e pesquisador da Fiocruz. "A gente não viu a evolução e a chegada da ômicron. Ela não apareceu de repente no Ano Novo. Ela entrou ao longo do mês de dezembro, e a gente estava completamente em voo cego ali, porque não tinha dado nenhum; a gente não viu os dados crescerem", afirma o professor Marcelo Medeiros, fundador do Covid-19 Analytics. Ele interrompeu o serviço que auxilia autoridades a tomarem decisões em meio à pandemia. Curva de mortes nos estados Em alta (21 estados): PR, RS, SC, ES, MG, RJ, SP, GO, MS, MT, AC, AM, AP, AL, BA, CE, MA, PB, PI, RN, SE Em queda (2 estados): PA, RO Em estabilidade (2 estados): RR, PE Essa comparação leva em conta a média de mortes nos últimos 7 dias até a publicação deste balanço em relação à média registrada duas semanas atrás (entenda os critérios usados pelo g1 para analisar as tendências da pandemia). Não atualizaram (2 estados): DF e TO