anuncie aqui
Notícias recentes
José Dirceu tem até 17h para se entregar à Polícia Federal

José Dirceu tem até 17h para se entregar à Polícia Federal

access_time18/05/2018 07:34

Morando em Brasília desde maio de 2017, o ex-ministro José Dirceu deve se entregar até as 17h de hoj

Universitário é preso ao tentar levar anabolizantes e celulares do Paraguai para o Pará

Universitário é preso ao tentar levar anabolizantes e celulares do Paraguai para o Pará

access_time04/06/2018 23:18

Um homem, de 33 anos, foi preso pelo Polícia Rodoviária Federal (PRF), nesta segunda-feira (4), na B

Sem concorrência no momento, Borja ganha importância e sequência no Palmeiras

Sem concorrência no momento, Borja ganha importância e sequência no Palmeiras

access_time17/02/2019 10:34

Se a semana de Borja começou com a notícia de um possível negócio com o futebol chinês, o qual a pri

ENTRETENIMENTO

Prefeito Maurício assinou termo de fomento com a CUFA

access_time22/03/2019 07:57

O Prefeito Maurício Ferreira esteve na sede da CUFA na quinta-feira (21) para assinar junto ao Presidente Gerlan Melo o Convênio 001/2019 autorizado através da Lei 1013/2018 aprovada pela Câmara Municipal de cooperação e fomento as atividades desta conceituada entidade do município. Pelo convênio será repassado para a CUFA/Peixoto de Azevedo o valor de R$ 20.000,00 (vinte mil reais) em 10 parcelas conforme definido em plano de trabalho da entidade. Gerlam Melo, Presidente da CUFA/Peixoto de Azevedo destacou que pela primeira vez na história, em mais de 10 anos, a instituição estará recebendo recursos financeiros da prefeitura através de convênio e agradeceu o reconhecimento do Prefeito Maurício Ferreira apoiando a entidade. O Prefeito Maurício Ferreira no ato da assinatura destacou a importância da CUFA no município junto aos jovens, parabenizou o Presidente Gerlan Melo e toda diretoria pela brilhante atuação à frente da entidade e por acolher dezenas de crianças, preenchendo um importante espaço na vida delas, destacou ainda que conseguem fazer muito com tão pouco, finalizou o Chefe do Executivo. Hoje a CUFA em Peixoto de Azevedo atende entre 60 a 100 crianças com oficinas de informática, violão, serigrafia e aulas de danças, balé e hiphop, oferece ainda através de parcerias cursos para as famílias das crianças participantes da instituição.

Justin Carter, cantor de country, morre ao atirar em si mesmo por engano gravando clipe com arma

access_time22/03/2019 07:14

O cantor de country Justin Carter morreu após disparar acidentalmente contra si mesmo no sábado (16). Em entrevista à emissora de TV americana Fox News, a mãe de Carter, Cindy McClellan, disse que ele estava gravando um novo clipe em Houston, no Texas, quando tirou uma arma de seu bolso e "atirou em seu olho". A arma estava sendo usada no vídeo. Carter, que era considerado uma estrela em ascensão no country, morreu aos 35 anos. Um dos empresários disse que Justin "tinha muito potencial para ser um próximo Garth Brooks", citando a maior estrela do estilo. "Por favor, mantenha a família de Justin em suas orações e dê privacidade neste momento difícil. Justin não está mais conosco, ele foi embora. Sentiremos saudade de você, que sempre foi cheio de alegria, riso e amado por tantas pessoas em sua vida", disse a família nas redes sociais do cantor.

Representante de Rondonópolis ganha título de Mister Mato Grosso 2019 e vai disputar etapa nacional em setembro

access_time18/03/2019 09:28

Anderson Luis Giordani, de 21 anos, foi eleito Mister Mato Grosso CNB 2019, nesse sábado (16), no concurso realizado no Hotel Fazenda Mato Grosso, em Cuiabá. O candidato representou a Vila Operária, em Rondonópolis. Anderson, que é acadêmico de engenharia de produção, disputou a vaga com outros 13 candidatos. Atualmente, ele trabalha como consultor de vendas de produtos esportivos. Em segundo lugar ficou Vitor Tapajoz, 21 anos, empresário, Mister Cuiabá. O terceiro lugar ficou com Andrei Roggia, 25 anos, que é professor de dança e personal trainer e representou Primavera do Leste. Os três vão disputar a vaga de Mister Brasil CNB 2019, em Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul, no dia 4 de setembro. Anderson vai ao concurso como Mister Mato Grosso, enquanto Vítor disputa como Mister Pantanal e Andrei como Mister Ilhas do Araguaia.

Representante de MT no The Voice Kids tem o pai como inspiração e já participou de pelo menos 35 competições de música

access_time09/03/2019 07:38

A cantora mirim Beatriz Freitas, 11 anos, que mora em Peixoto de Azevedo, a 692 km de Cuiabá, que representa Mato Grosso no 'The Voice Kids', canta desde os 6 anos inspirada no pai, Marielson Freitas, que é músico profissional. Beatriz gosta de músicas brasileiras raízes, como o sertanejo e a MPB. Participou de pelo menos 35 competições de música pelo estado. Um deles foi o Festival da Canção de Peixoto de Azevedo (Fescampaz) em 2016, quando interpretou a música 'Força Estranha' de Roberto Carlos. No Festival Musicanto, em Sinop, a 503 km de Cuiabá, em 2017, concorreu na categoria infanto-juvenil e optou pela música gospel 'Amigo Espírito Santo', de Caseane. Em 2018, Beatriz participou do Festival da Canção de Cotriguaçu (Fesccotri), a 920 km de Cuiabá. Ela soltou a voz com a música 'Abandonada', de Fafá de Belém. Na maioria das competições, ela ficou em primeiro lugar. Marielson disse ao G1 que a filha está aprendendo a tocar violão, mas que o foco principal dela é a preparação vocal. A interpretação da “Caipira”, de Chitãozinho e Xororó, música favorita da cantora, lhe garantiu vaga no The Voice Kids. O programa foi exibido no dia 13 de janeiro e o jurado Carlinhos Brown virou a cadeira para ela, aprovando-a. Beatriz estava acompanhada da mãe, Alcirene Matos Freitas. A jovem cantora se diz contente e emocionada por participar da competição. ''É muita emoção. Sempre sonhei em participar, assistia as crianças cantando no programa e queria estar lá. Agora que participo estou muito feliz'', exclamou. No último domingo (3), Beatriz se apresentou na segunda fase da competição. Disputou com outras duas crianças. Ela cantou 'Estúpido Cupido' e avançou para a próxima fase que será ao vivo no próximo domingo (10).

O homem que morreu ao ser atacado por leão que criava no quintal de casa

access_time07/03/2019 09:30

Um homem morreu ao ser atacado por um dos leões que criava no quintal de casa na cidade de Zechov, no leste da República Tcheca. Michal Prasek, de 33 anos, criava dois leões - um macho de nove anos, autor do ataque, e uma fêmea mais nova -, o que era motivo de preocupação dos vizinhos. O pai encontrou o corpo do filho dentro da jaula e contou à imprensa local que ela estava trancada por dentro. Os animais - que viviam em compartimentos separados - foram mortos a tiros pela polícia, que alegou ser a única maneira de recuperar o corpo. Polêmica Prasek adquiriu o primeiro leão em 2016 e, um ano depois, comprou uma leoa pensando na reprodução dos animais. Ele próprio construiu as jaulas no quintal da casa onde morava com a família. A criação desses animais gerou preocupação por parte dos vizinhos e resultou em uma intervenção fracassada das autoridades, que não encontraram razões legais para forçá-lo a desistir da ideia. As licenças para construção das jaulas foram negadas e, consequentemente, Prasek foi multado pela criação ilegal de animais. Mas o embate chegou a um impasse depois que ele se recusou a permitir que entrassem em sua propriedade. Como não havia instalações alternativas para realocar os leões, tampouco provas de que estavam sendo maltratados, as autoridades não podiam levá-los à força. O caso ganhou as manchetes dos jornais locais no verão passado, quando um ciclista colidiu com a leoa enquanto Prasek passeava com ela amarrada a uma corrente. A polícia interveio, mas o incidente foi considerado um acidente de trânsito.

Paciente com HIV pode ter se curado da Aids após transplante de medula

access_time06/03/2019 08:27

Um homem soropositivo se tornou, no Reino Unido, o segundo adulto conhecido em todo o mundo a ficar livre do vírus da Aids depois de receber um transplante de medula óssea de um doador resistente ao HIV, informaram seus médicos sem revelar o nome do paciente. Quase três anos após receber células-tronco da medula óssea de um doador com uma mutação genética rara que resiste à infecção do HIV, e mais de 18 meses após parar de usar remédios antirretrovirais, exames de alta sensibilidade ainda não mostram indícios de sua infecção de HIV anterior. “Não existe vírus ali que consigamos medir. Não conseguimos detectar nada”, disse Ravindra Gupta, professor e biólogo especializado em HIV que coliderou uma equipe de médicos para tratar o paciente. Especialistas em Aids dizem que o caso marca um “momento crítico” na busca por uma cura, mas não significa que ela já foi descoberta. Gupta descreve o paciente como “funcionalmente curado” e “em remissão”, mas alerta: “É cedo demais para dizer que ele está curado”. Esta é a segunda vez que um paciente deixa de exibir sintomas da Aids após receber um transplante de medula óssea – a primeira aconteceu em 2008 com um homem chamado Timothy Ray Brown, tratado em Berlim. “Ao alcançar a remissão em um segundo paciente usando um método semelhante, mostramos que o ‘paciente de Berlim’ não era uma anomalia”, declarou Gupta. Atualmente, pessoas infectadas com o HIV podem manter a doença sob controle com a chamada terapia antirretroviral (ARV), mas o tratamento não elimina o vírus e deve ser continuado durante toda a vida dos pacientes. Cerca de 37 milhões de pessoas em todo o mundo estão infectadas com HIV, mas apenas 59% têm acesso à terapia. O transplante de medula óssea não é o procedimento ideal, mas pode trazer respostas aos pesquisadores na busca por um tratamento definitivo. Desde seu surgimento nos anos 1980, a Aids já matou cerca de 35 milhões de pessoas. (Com Reuters e AFP)

Beatriz Freitas avança mais uma fase do The Voice Kids

access_time04/03/2019 09:07

A cantora de 11 anos, Beatriz Freitas, de Peixoto de Azevedo/MT venceu a fase de “Batalhas” do programa “The Voice Kids” ao cantar a clássica “Estúpido Cupido” com as parceiras Cacau Ribeiro e Sofia Cruz. Do trio, Beatriz foi quem se saiu melhor, sendo escolhida por Carlinhos Brown. O intérprete do hit “A Namorada” e jurado, na hora da decisão, disse que as três eram fortes candidatas, mas quem estaria seguindo em frente e representando o Time Brown era a Beatriz Freitas. A mato-grossense caiu em lágrimas quando ouviu seu nome.  Assista a apresentação aqui. “Quando passou as audições às cegas, eu acho que estava em minha tia, eu fiquei tão feliz pelo apoio que a gente tem. Eu queria agradecer a todos, a este público. Agradecer também a Deus, porque sem ele a gente não é nada. Agradecer a minha família que me apoiou nesses momentos. Obrigada”, agradece a peixotense.   Vencendo a segunda fase, Beatriz agora precisa passar por outras quatro. A próxima fase são os shows ao vivo, onde o público ajuda na decisão de quem continua no reality da Rede Globo. As fases restantes são Quartas de Final, Semi Final e Final.   Beatriz Freitas é a única representante de Mato Grosso. Em sua audição, que foi exibida no dia 13 de janeiro, a cantora mirim escolheu a música “Caipira”, interpretada originalmente pelas vozes de Chitãozinho e Xororó. Carlinhos Brown foi quem virou a cadeira para ela, se tornando então membro de seu time.

Papa: “Todo feminismo acaba sendo um machismo de saias”

access_time23/02/2019 08:35

Accountability, algo como prestação de contas em português, não tem uma tradução direta no mundo latino. Além de uma questão linguística, os especialistas em corrupção e abusos afirmam que também se trata de uma questão cultural. Não existe tradução porque durante anos nada parecido foi realizado, dizem. Faltam mecanismos, especialmente na Igreja, para assegurar que determinados comportamentos têm consequências. E foi justamente disso que se falou no segundo dia da reunião em que o Vaticano debate os abusos a menores com 190 líderes religiosos, mas também do papel da mulher na Igreja. O Papa, de tarde, afirmou precisamente que dar mais funções à mulher na Igreja não resolveria o problema dos abusos sexuais, que “todo feminismo acaba sendo um machismo de saias”. “Não se trata de dar mais funções à mulher na Igreja – sim, isso é bom, mas não resolveria o problema –, se trata de integrar a mulher como figura da Igreja em nosso pensamento”, disse o pontífice, sentado ao lado da especialista em Direito Canônico Linda Ghisoni, a única mulher até agora a falar na reunião, no átrio do Salão Novo do Sínodo onde ocorrem as sessões de trabalho. O Papa, fora do roteiro previsto, elogiou a fala da especialista em Direito Canônico, que pediu um “sistema de verificação ordinária” sobre o cumprimento da legislação vigente contra o abuso a menores, incluindo nas diretrizes nacionais um capítulo que determine os motivos e procedimentos da prestação de contras. “É aconselhável que em cada Conferência Episcopal sejam criadas comissões consultivas independentes – formadas por laicos e clérigos – para aconselhar e auxiliar os bispos”. Esses órgãos, disse, com seus relatórios e reuniões periódicas, “contribuiriam para assegurar uma maior uniformidade nas práticas e uma interação cada vez mais eficaz” dentro da Igreja. O Papa respondeu depois: “Escutando a fala de Ghisoni, escutei a Igreja falar de si mesma. Ou seja, todos falamos da Igreja, em todas as apresentações, mas dessa vez era a própria Igreja a falar. Não é somente uma questão de estilo: o gênio feminino que se reflete na Igreja é mulher”, disse o Papa, que afirmou que convidar uma mulher a pronunciar um discurso sobre as feridas da Igreja é convidar a Igreja a “falar de si mesma”. “Esse é o passo que devemos dar com firmeza: a mulher é a imagem da Igreja, é esposa, mãe. Um estilo. Sem esse estilo falaríamos do povo de Deus, mas como organização, talvez sindical, mas não como família iluminada pela mãe Igreja”. O dia, afinal, teve sotaque inglês. Os Estados Unidos, Austrália, Nova Zelândia e Irlanda são alguns dos países em que essa linha tem maior alcance. O arcebispo de Chicago, o cardeal Blase Cupich, foi um dos que falaram na sexta-feira e frisou a necessidade de se prestar contas. Também que a denúncia de um crime “não pode nunca ser obstaculizada pelo segredo oficial e pelas regras de confidencialidade”. Uma ideia que começa a pender aos pedidos da vítimas, que também incluem a extensão do conceito de tolerância zero a todas as conferências episcopais do mundo. Ou seja, qualquer padre condenado por abusar de um menor deve ser expulso do sacerdócio. O cardeal e arcebispo de Boston, Sean O’Malley, presidente da Comissão para a Proteção de Menores que o Papa instaurou em sua chegada, é um dos mais rígidos representantes da Igreja nessa questão. Na sexta-feira não foi convidado a falar. Algumas desavenças com a cúpula vaticana o teriam deixado à margem. O’Malley participou da conferência de imprensa diária em que defendeu a extensão da tolerância zero no mundo inteiro. Além disso, explicou que nos turnos de debate da reunião se falou de revisar o assunto do “segredo pontifício”. “A transparência é muito importante para lidarmos com esse problema. Não somente a nível dos países como também da Santa Sé”.

Vaticano discute nesta semana abusos cometidos por religiosos

access_time18/02/2019 07:45

O Vaticano reúne, a partir do dia 21 até domingo (24), representantes das conferências episcopais, da Igreja Católica Romana, de 130 países para discutir as denúncias de abusos sexuais cometidos por religiosos contra crianças e adolescentes. No encontro, estarão presentes integrantes de grupos de vítimas de abusos. Ontem (17), durante a celebração pública, o papa Francisco pediu orações a todos. Segundo ele, todos devem assumir suas responsabilidades diante de “um desafio urgente do nosso tempo”. De acordo com o Vaticano, o encontro pretende adotar ações concretas e decisões em nome da justiça e verdade. Em recente discurso ao Corpo Diplomático na Santa Sé, o papa ressaltou que "abusos contra menores" constituem um dos piores e mais vis crimes possíveis. O presidente da Pontifícia Comissão para a Proteção de Menores, cardeal Seán O'Malley, disse que a reunião marcará o momento de desenvolvimento de um caminho claro para a Igreja, baseado em verdade, justiça e maior transparência. Segundo O’Malley, a conferência "é dirigida principalmente aos bispos", que "têm grande responsabilidade" sobre a questão, mas, ao mesmo tempo, leigos e mulheres "especialistas no campo do abuso darão sua contribuição e ajudarão a entender o que precisa ser feito para garantir transparência e responsabilidade". Os quatro dias de reuniões serão marcados por temas específicos: deveres e atitudes pessoais dos bispos; a comunidade dos bispos e da sua solidariedade; na terceira etapa, o papa Francisco participa e ao final, uma espécie de balanço do encontro. Expulsão No sábado (16), o Vaticano anunciou que a Congregação para a Doutrina da Fé expulsou do sacerdócio o ex-cardeal e arcebispo emérito de Washington (EUA) Theodore McCarrick, de 88 anos. O religioso foi acusado de abusos sexuais a menores e seminaristas, informou a assessoria de imprensa da Santa Sé, em comunicado. *Com informações da rádio pública do Vaticano

Corpo de Boechat deve ser cremado em cerimônia reservada à família

access_time12/02/2019 08:34

O corpo do jornalista Ricardo Boechat deve ser cremado hoje (12) em cerimônia reservada para parentes e amigos próximos, segundo informações do Grupo Bandeirantes de Comunicação. Até as 14h ocorre o velório no Museu da Imagem e do Som (MIS), no bairro Jardim Europa, na capital paulista. O jornalista do Grupo Bandeirantes morreu na queda de um helicóptero na Rodovia Anhanguera, quando retornava de uma palestra em Campinas. O helicóptero caiu em cima de um caminhão no km 22 da Rodovia Anhanguera, sentido interior, com o Rodoanel, e acabou explodindo. O motorista do caminhão conseguiu escapar com vida. O acidente ocorreu no início da tarde de ontem (11). O piloto da aeronave, Ronaldo Quatrucci, também morreu. A pedido do presidente Jair Bolsonaro, o ministro-chefe do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, irá representá-lo no velório do jornalista. Bolsonaro disse que ele e Boechat eram amigos “há mais de 30 anos” e que apelidou o jornalista de “Jacaré”. Boechat tinha 66 anos, era apresentador do Jornal da Band e da rádio BandNews FM e tinha uma coluna semanal na revista ISTOÉ. Dono de um humor ácido, usava essa característica para noticiar fatos e criticar situações. O tom era frequente nos comentários de rádio, televisão e também na imprensa escrita. Autoridades dos três Poderes vieram a público para lamentar a morte do jornalista. Boechat deixa mulher, cinco filhas e um filho.