anuncie aqui 596-81
Notícias recentes
Júlio é eleito presidente da CCJ e aposta na

Júlio é eleito presidente da CCJ e aposta na "experiência e autoridade" para conduzir a comissão

access_time15/02/2023 11:31

Eleito presidente da Comissão de Constituição Justiça e Redação (CCJR) da Assembleia Legislativa de

ALMT proíbe uso de cigarros eletrônicos em ambientes coletivos

ALMT proíbe uso de cigarros eletrônicos em ambientes coletivos

access_time08/11/2023 11:30

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) proibiu o uso de cigarros eletrônicos em ambientes co

Alunos teriam sido obrigados a assistir palestra e fazer grito de guerra, diz deputada

Alunos teriam sido obrigados a assistir palestra e fazer grito de guerra, diz deputada

access_time14/09/2023 17:38

A deputada federal Amália Barros (PL) usou seu perfil no Instagram nesta quarta-feira (13), para den

Lula chama reunião de emergência no Alvorada antes de votação da MP dos Ministérios
Ministro Alexandre Padilha foi convocado para o Palácio da Alvorada para evitar que a MP dos Ministérios caduque
Foto por: FÁTIMA MEIRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Lula chama reunião de emergência no Alvorada antes de votação da MP dos Ministérios

Governo trabalha para evitar que a medida provisória caduque, cujo prazo de aprovação pelo Congresso vence em 1º de junho; se não ocorrer a votação, a estrutura ministerial da gestão Bolsonaro será retomada

access_time31/05/2023 10:45

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva convocou o ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, e o líder do governo na Câmara, deputado federal José Guimarães, para uma reunião de emergência no Palácio da Alvorada na manhã desta quarta-feira 31, para tentar emplacar a votação da Medida Provisória que estrutura os ministérios da Esplanada. A reunião, convocada de emergência, começou cedo, e a equipe de Lula precisou passar para o Palácio da Alvorada toda a sua agenda, que antes estava prevista para o Palácio do Planalto. Logo depois, por volta das 8h, a Câmara dos Deputados anunciou para as 8h55 a sessão para votar a MP. Além disso, o presidente da Câmara, Arthur Lira, orientou que todos os trabalhos na Casa sejam cancelados nesta quarta devido à votação da MP.

Medida Provisória 1154/2023, que estabelece os ministérios do governo Lula, foi assinada logo após a posse do presidente, e até hoje não havia sido votada. Por regra, as MPs têm o prazo de 120 dias para serem aprovadas na Câmara dos Deputados e no Senado. Caso contrário, elas perdem a validade. Nos últimos dias, o governo tem corrido atrás de conseguir os votos necessários para aprovar a medida. Nesta terça-feira 30, Padilha almoçou com a Frente Parlamentar do Empreendedorismo (FPE), que conta com quase 300 parlamentares.

A votação estava prevista para a noite de ontem no plenário da Câmara, mas acabou sendo adiada em meio a tentativas de obstrução da oposição. Até então nas mãos do relator, o deputado federal Isnaldo Bulhões (MDB-AL), a MP também sofreu alterações que desidrataram pastas como o Ministério do Meio Ambiente e o dos Povos Indígenas. Com isso, existe o risco de a estrutura governamental colapsar, já que haveria a redução de 37 para 22 pastas, o que afetaria a dinâmica de diversos órgãos criados e remanejados.





Por: Jovem Pan

Outras notícias

Comentários