anuncie aqui 596-81
Notícias recentes
Júlio é eleito presidente da CCJ e aposta na

Júlio é eleito presidente da CCJ e aposta na "experiência e autoridade" para conduzir a comissão

access_time15/02/2023 11:31

Eleito presidente da Comissão de Constituição Justiça e Redação (CCJR) da Assembleia Legislativa de

El Niño traz inverno escaldante e Cuiabá deve bater recorde de calor em agosto

El Niño traz inverno escaldante e Cuiabá deve bater recorde de calor em agosto

access_time02/08/2023 08:21

Agosto começou quente e seco, mantendo o típico "inverno de 40 graus" em Mato Grosso. Mesmo que na t

Depois de comandar invasões, José Rainha é preso em São Paulo

Depois de comandar invasões, José Rainha é preso em São Paulo

access_time05/03/2023 08:41

A Polícia Civil de São Paulo prendeu José Rainha e Luciano de Lima, líderes da Frente Nacional de Lu

Polícia Civil recupera R$ 2,1 mil subtraídos em golpe em Guarantã do Norte

Polícia Civil recupera R$ 2,1 mil subtraídos em golpe em Guarantã do Norte

Vítima fez transferências bancárias após negociar veículo anunciado em rede social

access_time20/01/2023 11:41

Uma vítima de golpe na compra de um veículo pela internet teve valores ressarcidos pela Polícia Civil, nesta sexta-feira (20.01), em ação conjunta da Delegacia Especializada de Repressão a Crimes Informáticos (DRCI) e Delegacia de Guarantã do Norte (38 km ao norte de Peixoto de Azevedo).

A vítima moradora de Guarantã do Norte procurou a delegacia do município para relatar que havia caído em um golpe na compra de um veículo, anunciado em uma rede social da internet. Após negociação dos valores, a vítima fez duas transferências bancárias via pix para contas indicadas pelo golpista.

Após receber o valor, o suspeito bloqueou a vítima, momento em que ela percebeu que havia caído em um golpe. Com a comunicação dos fatos, os policiais da Delegacia de Guarantã do Norte entraram em contato com a equipe da DRCI, que junto ao setor antifraudes da agência bancária, conseguiu o bloqueio de R$ 2,1 mil transferidos pela vítima.

O delegado da DRCI, Ruy Guilherme Peral da Silva, alerta que em compras realizadas por meio sites e redes sociais da internet, as vítimas devem ter cuidado redobrado. “É preciso verificar antes de fazer qualquer transferência se a pessoa com que está sendo feita a negociação é o verdadeiro proprietário ou responsável pelo produto vendido”, disse o delegado.

Os valores serão restituídos à vítima após algumas providências de praxe junto ao banco.





Por: Assessoria

Outras notícias

Comentários