anuncie aqui 596-81
Notícias recentes
Palmeiras vence o Red Bull Bragantino e segue invicto no Campeonato Paulista

Palmeiras vence o Red Bull Bragantino e segue invicto no Campeonato Paulista

access_time23/02/2023 06:25

Atual campeão, o Palmeiras segue fazendo bonito no Campeonato Paulista. Nesta quarta-feira, 22, em j

Whindersson Nunes diz ter perdido outro filho e que quase morreu

Whindersson Nunes diz ter perdido outro filho e que quase morreu

access_time02/02/2024 11:08

O influenciador digital Whindersson Nunes, de 29 anos, surpreendeu seus seguidores no X, o antigo Tw

Investigador xingou PM de

Investigador xingou PM de "policial de b." e matou porque achou que era bandido, diz advogado

access_time28/04/2023 14:01

O advogado Rodrigo Pouso de Miranda declarou nesta sexta-feira (28), em entrevista a reportagem, que

Lula manda pagar R$ 9 bilhões das emendas de relator
O presidente Lula determinou o pagamento aos parlamentares diante das recentes derrotas do governo | Foto: Foto: Divulgação

Lula manda pagar R$ 9 bilhões das emendas de relator

Durante campanha, o petista classificou as verbas como ‘excrescência da política’

access_time10/05/2023 12:04

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva mandou pagar R$ 9 bilhões em emendas de relator que tinham sido negociadas pelo governo de Jair Bolsonaro. Na campanha presidencial, Lula classificou o pagamento das emendas como ‘excrescência da política’.

O mecanismo foi declarado inconstitucional pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Apesar disso, o Palácio do Planalto não colocou em prática nenhum procedimento que dê transparência à negociação. As verbas serão liberadas pelos ministérios das Cidades e da Integração Nacional e Desenvolvimento Regional, informou o jornal Estado de S. Paulo.

O movimento de Lula acontece depois das derrotas sofridas pelo governo federal no Congresso com o Projeto de Lei 2630 e o Marco Legal do Saneamento Básico.

Lula criticou o pagamento de emendas

Na campanha eleitoral, as emendas de relator foram duramente criticadas por Lula. Ele classificou o mecanismo como “Orçamento secreto” e disse que o pagamento “não é sério”. “Se você quer fazer algo sério, não é secreto. Isso nunca aconteceu, e acontece agora, porque o atual presidente não governa, é uma marionete”, escreveu no Twitter em julho do ano passado.

Em dezembro de 2022, o STF declarou inconstitucional o pagamento das emendas de relator, por causa da falta de transparência na indicação dos recursos. A Corte ainda determinou a devolução dos recursos para o controle total do governo.

Agora, pressionado pelos parlamentares, Lula decidiu liberar o saldo que ficou “pendurado” do ano passado. Os ministérios vão pagar os recursos atendendo às mesmas indicações dos parlamentares, o que na prática descumpre a decisão do STF.





Por: Redação Oeste

Outras notícias

Comentários