anuncie aqui 596-81
Notícias recentes
Jovem com mandado por homicídio no Nortão é preso

Jovem com mandado por homicídio no Nortão é preso

access_time22/05/2023 12:31

O jovem, de 19 anos, foi preso durante trabalho conjunto de policiais civis e militares, ontem à tar

Homem é preso com drogas no Nortão e pistola é apreendida

Homem é preso com drogas no Nortão e pistola é apreendida

access_time13/09/2023 12:22

A Polícia Militar de Peixoto de Azevedo em continuidade a operação Ártemis prendeu um homem, 22 anos

Com 39,2°C, Cuiabá registra dia mais quente do ano

Com 39,2°C, Cuiabá registra dia mais quente do ano

access_time07/08/2023 21:03

A capital mato-grossense registrou o dia mais quente deste ano, com 39,2°C, na tarde desse domingo (

Uma péssima notícia para a mídia tradicional
Soma dos exemplares impressos de 2022 equivale a aproximadamente 50% do total de quatro anos atrás

Uma péssima notícia para a mídia tradicional

Imprensa segue derretendo

access_time31/01/2023 11:25

Os 15 principais jornais do Brasil registraram queda de pouco mais de 15%, em média, na circulação em 2022. A soma da tiragem média diária dessas publicações da mídia tradicional terminou o ano passado em cerca de 400 mil.

A soma dos exemplares impressos de 2022 equivale a aproximadamente 50% do total de quatro anos atrás, quando começou o governo de Jair Bolsonaro e a tiragem chegava a quase 850 mil. No digital, a compensação também foi menor que a esperada, informou levantamento do site Poder360 nesta terça-feira, 31.



A maior queda foi da publicação mineira Super Notícia, que mudou a frequência de circulação em abril de 2022: o jornal, que era diário, passou a ser entregue, em formato físico, só às sextas. Sua tiragem caiu de aproximadamente 70 mil exemplares até março para cerca de 50 mil (queda de 30%), no fim de 2022.

Já entre os veículos de circulação diária, os maiores recuos foram de Folha de S.Paulo (-30%), O Popular (-25%) e O Tempo (-20%). A Folha, que chegou 175 mil exemplares diários, em média, em 2015, despencou para 50 mil. Isso equivale a uma retração de 70% em sete anos dos “gigantes” da mídia tradicional.

Ao observar os dados em números absolutos, o top 3 segue inalterado: O GloboEstadão e Super Notícia são as publicações de maior circulação impressa no Brasil. O Globo fechou 2021 em 3º lugar, mas alcançou o topo no último ano. Motivo: caiu menos que os concorrentes. O Estadão, que era líder, caiu para 2º.





Por: Redação Oeste

Outras notícias

Comentários