ALUGAR CAMPO
Notícias recentes
Tuchel deixa Neymar na reserva e diz: 'Não tenho medo de perdê-lo'

Tuchel deixa Neymar na reserva e diz: 'Não tenho medo de perdê-lo'

access_time27/11/2019 13:44

Recuperado de lesão na coxa esquerda, o atacante Neymar jogou pela primeira vez na temporada Liga do

Exames que identificam fungos que afetam sistema nervoso entram no SUS

Exames que identificam fungos que afetam sistema nervoso entram no SUS

access_time11/06/2021 20:05

O Sistema Único de Saúde (SUS) passará a fazer exames que podem identificar fungos Cryptococcus que

Fachin nega quebra de sigilo telefônico de Temer, mas autoriza medida para ministros Padilha e Moreira

Fachin nega quebra de sigilo telefônico de Temer, mas autoriza medida para ministros Padilha e Moreira

access_time07/06/2018 17:55

O ministro Luiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, negou a quebra do sigilo telefônico do pr

Notícias com a tag: protestos

EUA: delegacia é queimada em ato contra morte de homem negro

access_time29/05/2020 08:11

No terceiro dia de protestos contra a ação da polícia que terminou na morte George Floyd, os manifestantes invadiram e incendiaram uma delegacia em Minneapolis, nos Estados Unidos, na noite desta quinta-feira (28). Segundo a CNN norte-americana, que citou um comunicado de John Elder, diretor do Escritório de Informações Públicas do departamento, a delegacia foi evacuada após as 22h (horário local) para preservar a segurança "do nosso pessoal". O incêndio ainda estava ativo por volta da 1h desta quinta-feira (horário local). John Fruetel, chefe do Corpo de Bombeiros de Minneapolis disse à CNN norte-americana que ainda está avaliando a situação. E que não há informações sobre os danos na estrutura do prédio. "Eu sei que eles (manifestantes) estavam tentando incendiar a porta do prédio", disse ele. "Ainda não sei se (o incêndio) atingiu estrutura". Fruetel acrescentou que esse é um "momento desafiador" para os bombeiros, que foram chamados para conter diversos incêndios nos últimos dias à medida que os protestos pela morte de George Floyd se intensificaram. Mais cedo, um carro foi incendiado. A polícia usou gás lacrimogênio para conter os manifestantes, que responderam com garrafas de vidros e pedras. Morte durante abordagem policial George Floyd, de 46 anos, morreu durante uma abordagem policial na última segunda-feira. Ele foi abordado por policiais na entrada de um supermercado em Minneapolis, suspeito de usar notas falsas ao fazer compras no estabelecimento. Durante a abordagem, um policial se ajoelhou sobre o pescoço de Floyd, que estava desarmado e algemado, enquanto ele reclamava que não conseguia respirar. A abordagem foi filmada por um pedestre. A divulgação do vídeo causou revolta entre os internautas e incentivou protestos contra a atuação da polícia. Quatro agentes envolvidos na morte de Floyd foram demitidos. Mas a família da vítima quer que eles respondam por homicídio. Desde então, os protestos estão se intensificando e, nesta quinta-feira, a Guarda Nacional de Minnesota informou que enviou mais 500 soldados para St. Paul e Minneapolis para ajudar a conter os manifestantes. "Nós temos mais de 500 soldados em St. Paul, Minneapolis e comunidades vizinhas. Nossa missão é proteger a vida, preservar a propriedade e o direito ao protesto pacífico", informou a Guarda Nacional de Minnesota pelo Twitter. A polícia de St. Paul, em Minnesota, informou que mais de 170 empresas foram danificadas ou saqueadas pelos manifestantes. Protestos se espalham As manifestações contra a morte de Floyd tomaram conta de pelo menos cinco  cidades norte-americanas. Além de Minneapolis e St. Paul, os protestos foram registrados em Louisville (Kentucky), Denver (Colorado) e Columbus (Ohio).