Banner Outras
Notícias recentes
Sisu: termina hoje prazo de matrícula em instituições de ensino

Sisu: termina hoje prazo de matrícula em instituições de ensino

access_time04/02/2019 07:24

Hoje (4) é o último dia para que os estudantes selecionados no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) f

É possível ter um peso saudável, mas excesso de gordura dentro do corpo?

É possível ter um peso saudável, mas excesso de gordura dentro do corpo?

access_time14/05/2018 07:56

Sushi é uma britânica de 29 anos, jornalista da BBC, que se considera uma pessoa de tamanho médio e

Subsídio chega ao fim e diesel sobe 2,5% nas refinarias no dia 1º

Subsídio chega ao fim e diesel sobe 2,5% nas refinarias no dia 1º

access_time01/01/2019 09:20

A Petrobras anunciou hoje (31) que o preço médio nacional de comercialização de diesel em suas refin

Notícias com a tag: Policia-Federal

Polícia Federal, IBAMA e Exército fazem operação contra extração ilegal de ouro no Nortão

access_time01/07/2020 13:11

Os agentes da Polícia Federal de Sinop em parceria com fiscais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) e apoio aéreo do Exército Brasileiro deflagrou, ontem, a operação Solea para combater a extração ilegal de ouro na região de Novo Mundo. A coordenação da operação confirmou que a ação abrangeu uma área de aproximadamente 450 hectares na região do encontro dos rios Braço Norte e Peixoto. Foram constadas quatro frentes de lavra de grandes dimensões em meio a floresta, operando com máquinas de grande porte sendo cinco escavadeiras hidráulicas e quatro tratores de esteira. Foram constados também danos ambientais graves como desmatamento e degradação de Áreas de Preservação Permanente (APP), incluindo destruição de igarapés e nascentes, além do uso não autorizado de mercúrio na depuração do ouro. Desdobradas em campo as equipes de policiais conseguiram identificar os responsáveis pelos delitos, efetuando prisão em flagrante e realizando perícias para quantificar os danos ambientais. O IBAMA autuou os responsáveis pelas infrações, apreendendo o maquinário utilizado nos delitos, além de vários conjuntos moto bomba e milhares de litros de óleo diesel. As máquinas apreendidas foram deixadas a disposição de prefeituras da região para uso em benefício das comunidades locais em apoio às atividades de melhoria da infraestrutura desses municípios.

Ex-prefeito, servidores e empresários são alvos de operação que investiga desvio de recurso de obras em MT

access_time17/06/2020 09:05

A Polícia Federal, o Ministério Público Federal (MPF) e a Controladoria-Geral da União (CGU) realizam na manhã desta quarta-feira (17) a 3ª Fase da Operação Tapiraguaia. A operação ocorre em Cuiabá, São Félix do Araguaia e Serra Nova Dourada, municípios de Mato Grosso. A PF investiga uma associação criminosa voltada à prática de crimes de fraude licitatória, desvio de recursos públicos (peculato) e corrupção ativa/passiva. São alvos da operação servidores, empresários e o ex-prefeito de Serra Nova Dourada, Edson Yukio Ogatha. A reportagem tenta localizar a defesa dele e dos demais suspeitos. Foram cumpridos 6 mandados de busca e apreensão, 3 sequestros de bens, 4 afastamentos de função pública e 1 proibição de contratar com o poder público. As investigações conduzidas pela Delegacia da PF em Barra do Garças mostram que em 2014 o município de Serra Nova Dourada firmou convênio com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). A iniciativa, estimada em cerca de R$ 1,4 milhão, visava à construção de estradas e pontes que beneficiariam o Projeto de Assentamento Bordolândia. Entretanto, até março de 2017 os serviços não haviam sido executados em sua integralidade pela empresa contratada e os que haviam sido realizados não atendiam às especificações do projeto básico. Tais fatos resultaram em enormes prejuízos em razão do pagamento de quantidades maiores que as efetivamente executadas. Além disso, novos pagamentos eram feitos à outra empresa contratada, tendo em vista a anterior ter abandonado a obra sem ressarcir os cofres públicos. A PF dará sequência às investigações a partir das medidas cautelares hoje cumpridas. Os bens dos investigados foram sequestrados e permanecerão à disposição da Justiça. Além disso, os suspeitos estão proibidos de contratar com o poder público, sendo afastados das funções que exercem.

Homem é flagrado com 400 mil euros na mala, no Aeroporto do Recife

access_time30/10/2019 09:14

Um homem, de 41 anos, foi autuado em flagrante ao desembarcar com 400 mil euros no Aeroporto Internacional dos Guararapes/Gilberto Freyre, na Zona Sul do Recife. Com a cotação desta quarta-feira (30), em que um euro valia R$ 4,46, o valor apreendido equivale a aproximadamente R$ 1,78 milhão. A apreensão foi a maior já feita de euros nesse aeroporto, segundo a Polícia Federal. Ao ser abordado pelos policiais federais, ele disse não saber o que havia na mala e afirmou que receberia R$ 1 mil pelo transporte da bagagem. O homem foi identificado como um taxista, morador de Belém. Ele embarcou no Pará, com destino ao estado da Bahia, fazendo conexão em Pernambuco. Uma fiscalização de rotina separou a mala do taxista para verificação no domingo (27). Ao passá-la pelo raio-X, foi constatada a presença de materiais suspeitos escondidos em meio a sapatos e roupas. O homem foi chamado para um entrevista e, nervoso, ele disse aos policiais federais que não sabia o conteúdo da bagagem. O dinheiro estava dividido em notas de 50, 100, 200 e 500 euros, segundo a PF. Em depoimento, o taxista disse que recebeu orientação de outra pessoa para entregar o montante no Aeroporto de Salvador, na Bahia. Pelo serviço de transporte, o homem disse que receberia R$ 1 mil. Ainda segundo a PF, as investigações continuam para identificar os reais donos do dinheiro, sua origem e destinação. Autuado em flagrante, o homem foi encaminhado à audiência de custódia e liberado para responder ao processo em liberdade, ficando à disposição da Justiça Federal de Pernambuco. Outras apreensões no aeroporto Essa é a 10ª apreensão no Aeroporto Internacional dos Guararapes/Gilberto Freyre neste ano, segundo a PF. Desde o dia 1º de janeiro, 11 pessoas foram presas, sendo cinco homens e seis mulheres. No sábado (26), um venezuelano foi preso ao tentar embarcar com 69 cápsulas de cocaína no estômago. Após expelir o entorpecente, o peso bruto totalizou 930 gramas. Aos policiais, o homem relatou que o destino final da droga seria Paris, na França, e que teria sido aliciado por colombianos. Cápsulas de cocaína engolidas por venezuelano preso no Aeroporto do Recife — Foto: Polícia Federal/Divulgação

Avião que transportava droga da Bolívia é interceptado pela FAB e faz pouso forçado em MT

access_time09/06/2018 18:28

Uma aeronave que transportava cocaína proveniente da Bolívia foi interceptada por pilotos da Força Aérea Brasileira (FAB) neste sábado (9), na região da Serra Tapirapuã, próximo a Tangará da Serra, a 242 km de Cuiabá. O piloto fez um pouso forçado em uma área rural de Salto do Céu, a 383 km de Cuiabá. Ele e co-piloto tentaram fugir, mas foram capturados e presos em flagrante. Ao perceber o tráfego do monomotor de prefixo PT-IDV, através do sistema de segurança aérea, a FAB deu voz de comando para que o piloto aterrizasse em Tangará da Serra, mas ele desobedeceu a ordem. Políca estima que o avião transportava cerca de 250 kg de cocaína (Foto: PF/Divulgação) A polícia estima que a aeronave estivesse transportando cerca de 250 kg de cocaína, mas a confirmação será feita após pesagem do produto que será feita em Cuiabá. A interceptação faz parte da operação Ostium para combater crimes na região de fronteira e integra uma ação conjunta entre Força Aérea Brasileira (FAB), Polícia Federal, Polícia Militar, Polícia Civil, Grupo Especial de Fronteira (Gefron) e Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer). Duas aeronaves de defesa aérea e um avião radar foram utilizados para interceptar os criminosos. Outro caso Em março, outra aeronave foi interceptada pela FAB no Distrito de Nova Fernandinópolis, no município de Barra do Bugres, a 169 km de Cuiabá. Na ocasião, o avião transportava 500 kg de cocaína da Bolívia.